TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Revolução Tecnológica

Por:   •  1/12/2018  •  Abstract  •  1.799 Palavras (8 Páginas)  •  11 Visualizações

Página 1 de 8

A REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA

[pic 1]

A base microeletrônica

Através das mudanças ocorridas nos processos de produção, podemos observar os impactos causados pela onda tecnológica, ocorridos em diversos campos da economia.

A década de 80 é apontada como o momento chamado de “3ª Revolução Industrial” com o surgimento de um novo padrão produtivo, tecnológico e organizacional, cuja principal característica foi o desenvolvimento tecnológico digital.

No campo da comunicação, ocorreu a chamada “Revoluçao Multimídia”, através de uma linguagem digital única capaz de integrar diversos processos, redes, plataformas e sistemas. Chega a digitalização, convergindo as tecnologias digitais e multimídias dando origem aos aparatos “infotelecomunicacionais”. Tal convergência é fundamental para geração de serviços em volume crescentes, para alimentar as industrias através da relação entre setores de da ampliação de mercados.

  • A sociedade da informação e o trabalho

O termo “sociedade da informação” vem sendo utilizado para caracterizar os dias atuais e vem recebendo diferentes definições, dentre elas se destacam:

- Definição tecnológica: é aquela representada pelo avanço das tecnologias e das transformações nos processos de armazenamento e transmissão da informação.

- Definição econômica: é aquela representada pelo crescimento da indústria da informação.

- Definição ocupacional: é aquela representada pelas transformações ocorridas no setor do trabalho.

- Definição espacial: é aquela representada pelas idéias de velocidade e compressão do espaço-tempo global.

- Definição cultural: é aquela representada pelo crescente volume da informação que circulam diariamente pelos meios de comunicação e formam um novo ambiente informacional.

  • O potencial contraditório da tecnologia

AS atuais mutações sociotécnicas, ocorrentes das mudanças operadas pela ação humana sobre as forças produtivas, ao serem caracterizadas como “potencialmente contraditórias”, não devem ser tomadas como consequências de uma evolução tecnológica ou socioeconômica.

Entende-se que a tecnologia é marcada pela contradição, evidenciada não pelo desenvolvimento do recurso tecnológico em si, mas pelo padrão de relações sociais capitalista, que é contraditório.

  • A exclusão digital

Apesar do Brasil hoje, estar entre os 15 países com maior parque de computadores instalados, mantém cerca de 90% das cidades fora da Rede. Dispor da maior infraestrutura de telecomunicações da América Latina, não fez com que o país deixasse sua colocação em penúltimo lugar, em numero de usuários individuais, computadores pessoais e servidores de internet, entre as 10 maiores economias do mundo.

O alto custo e a constante renovação da tecnologia promove a existência de uma “subclasse tecnológica”; os deixados às margens do turbilhão tecnológico. Esses novos marginalizados digitais sofrem uma grande desvantagem no mercado de trabalho.

É a compreensão deste fato que faz-se entender que o principal problema de acesso às TIC, encontra-se na chamada “exclusão digital”, quando na realidade a base desta questão encontra-se na desigualdade social, cuja raiz resina no fato de que a produção social é cada vez mais coletiva, enquanto a apropriação de seus frutos mantém-se privada. Assim, a preocupação de acesso às TIC deixa de ter um caráter de dificuldade tecnológica e passa a ser social.

  • Tecnologias e projetos profissionais

Sustenta a relevância das TIC para o exercício profissional, para a concretização de projetos profissionais. Demanda a percepção das condições objetivas e concretas que tornam possíveis a sua incorporação. O cotidiano profissional é o espaço privilegiado da intervenção profissional que assume certa relevância tendo em vista os impactos que o cotidiano tem para o trabalho.

Por ser o cotidiano o espaço em que os profissionais estão expostos às suas determinações, momentos de distanciamentos e reflexões devem ser buscados pelos profissionais a fim de evitar o pragmatismo e o espontaneísmo excessivo. Esses profissionais podem abordar a realidade que atuam e superar limites e obstáculos liberando potencialidades latentes.

Assim a partir do cotidiano de atuação profissional, marcados por situação e processos dos mais variados, que se deve abordar e promover o uso das TIC tornando-as fatores potencializadores do trabalho. Criando condições não só para a melhoria do exercício profissional mas também para a reflexão sobre este.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (12.9 Kb)   pdf (139.4 Kb)   docx (31.9 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com