TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Trabalho escravo no Brasil

Por:   •  29/3/2014  •  Seminário  •  1.135 Palavras (5 Páginas)  •  226 Visualizações

Página 1 de 5

no brasil colonial, o trabalho escravo era algo direto, os donos afirmavam "vocês são meus escravos" e ponto final. isso era permitido pela lei da época, associação de seres humanos a bens materiais. nos dias atuais, o escravo é um prisioneiro de uma jaula que não se pode ver ou tocar, pessoas de classe social menos avantajadas são prisioneiras de um sistema, imagine que você é um trabalhador de classe baixa, e você trabalha ao ponto de danificar seu próprio corpo com o esforço excessivo e prolongado, e ganha o suficiente apenas para sobreviver em situações precárias, você é intitulado como um homem livre, mas se parar de trabalhar vai perder o seu precário mas ainda sim precioso sustento, e vai morrer. a diferença que vejo entre o brasil colonial e o brasil moderno enquanto a escravatura, é que hoje o escravo moderno é um prisioneiro de um sistema quase sempre inescapável, uma prisão mais moderna. em vez das ultrapassadas barras e correntesno brasil colonial, o trabalho escravo era algo direto, os donos afirmavam "vocês são meus escravos" e ponto final. isso era permitido pela lei da época, associação de seres humanos a bens materiais. nos dias atuais, o escravo é um prisioneiro de uma jaula que não se pode ver ou tocar, pessoas de classe social menos avantajadas são prisioneiras de um sistema, imagine que você é um trabalhador de classe baixa, e você trabalha ao ponto de danificar seu próprio corpo com o esforço excessivo e prolongado, e ganha o suficiente apenas para sobreviver em situações precárias, você é intitulado como um homem livre, mas se parar de trabalhar vai perder o seu precário mas ainda sim precioso sustento, e vai morrer. a diferença que vejo entre o brasil colonial e o brasil moderno enquanto a escravatura, é que hoje o escravo moderno é um prisioneiro de um sistema quase sempre inescapável, uma prisão mais moderna. em vez das ultrapassadas barras e correntesno brasil colonial, o trabalho escravo era algo direto, os donos afirmavam "vocês são meus escravos" e ponto final. isso era permitido pela lei da época, associação de seres humanos a bens materiais. nos dias atuais, o escravo é um prisioneiro de uma jaula que não se pode ver ou tocar, pessoas de classe social menos avantajadas são prisioneiras de um sistema, imagine que você é um trabalhador de classe baixa, e você trabalha ao ponto de danificar seu próprio corpo com o esforço excessivo e prolongado, e ganha o suficiente apenas para sobreviver em situações precárias, você é intitulado como um homem livre, mas se parar de trabalhar vai perder o seu precário mas ainda sim precioso sustento, e vai morrer. a diferença que vejo entre o brasil colonial e o brasil moderno enquanto a escravatura, é que hoje o escravo moderno é um prisioneiro de um sistema quase sempre inescapável, uma prisão mais moderna. em vez das ultrapassadas barras e correntesno brasil colonial, o trabalho escravo era algo direto, os donos afirmavam "vocês são meus escravos" e ponto final. isso era permitido pela lei da época, associação de seres humanos a bens materiais. nos dias atuais, o escravo é um prisioneiro de uma jaula que não se pode ver ou tocar, pessoas de classe social menos avantajadas são prisioneiras de um sistema, imagine que você é um trabalhador de classe baixa, e você trabalha ao ponto de danificar seu próprio corpo com o esforço excessivo e prolongado, e ganha o suficiente apenas para sobreviver em situações precárias, você é intitulado como um homem livre, mas se parar de trabalhar vai perder o seu precário mas ainda sim precioso sustento, e vai morrer. a diferença que vejo entre o brasil colonial e o brasil moderno enquanto a escravatura, é que hoje o escravo moderno é um prisioneiro de um sistema quase sempre inescapável, uma prisão mais moderna. em vez das ultrapassadas barras e correntesno brasil colonial, o trabalho escravo era algo direto, os donos afirmavam "vocês são meus escravos" e ponto final. isso era permitido pela lei da época, associação de seres humanos a bens

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.7 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com