TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Analise Os Melhores Poemas De Goncalves Dias

Por:   •  3/6/2013  •  3.467 Palavras (14 Páginas)  •  2.358 Visualizações

Página 1 de 14

Análise Literária – Os melhores poemas de Gonçalves Dias

SUMÁRIO

PRÓLOGO DA PRIMEIRA EDIÇÃO

I - RIMEIROS CANTOS

Poesias Americanas

Canção do exílio

O canto do guerreiro

O canto do Piaga

Deprecação

Poesias Diversas

A minha musa

A leviana

Delírio

Sofrimento

A escrava

Quadras da minha vida

Hinos

O mar

Rosa no mar

Idéia de Deus

II- NOVOS CANTOS

COLEÇÃO MELHORES

CONTOS

Não me deixes

Rola

Ainda uma vez – adeus!

Se se morre de amor!

III – Sextillas do Frei Antão

Loa da princesa santa

IV-ÚLTIMOS CANTOS

Poesias Americanas

O gigante de pedra

Leito de folhas verdes ................................................

I-Juca-Pirama ................................................

Marabá ................................................ Canção do tamoio ................................................

Poesias Diversas

Olhos verdes ................................................

Sobre o túmulo de um menino ......................................

Saudades ................................................

V –OS TIMBIRAS

Poema Americano

Introdução ................................................

VI UTRAS POESIAS

Caxias ................................................

A harmonia ................................................

A tempestade ................................................ VII - EDITAÇÃO

Capítulo primeiro ................................................

BIOBIBLIOGRAFIA

Os Melhores Poemas - Gonçalves Dias

Gonçalves Dias foi um dos poucos poetas que soube dar um toque realmente brasileiro na sua poesia romântica, mesmo escrevendo sobre todos os temas mais caros ao Romantismo europeu, como o amor impossível, a religião, a tristeza e a melancolia.

Suas paixões são reveladas muitas vezes num tom ingênuo e melancólico, mas muito menos tempestuosas e depressivas que as dos poetas da segunda geração romântica.

A morte e a fuga do real não lhe são tão atraentes, principalmente quando esse real inclui as belezas naturais de sua terra tão amada. Suas musas parecem se fundir às belas imagens e fragrâncias da natureza, lembrando várias vezes a própria pátria, que é cantada com toda a sua exuberância e saudade, revigorada pelo seu sentimento nacionalista.

Todas as obras literárias de Gonçalves Dias, compreendendo os Cantos, as Sextilhas, a Meditação e as peças de teatro (Patkul, Beatriz Cenci e Leonor de Mendonça), foram escritas até 1854, de maneira que, se tivesse desaparecido naquele ano, aos 31 anos, teríamos Gonçalves Dias completo. O período final, em que dominam os pendores eruditos, favorecidos pelas comissões oficiais e as viagens à Europa, compreende o Dicionário da língua tupi, os relatórios científicos, as traduções do alemão, a epopeia Os timbiras, cujos trechos iniciais, que são os melhores, datam do período anterior.

Sua obra poética, lírica ou épica, enquadrou-se na temática “americana”, isto é, de incorporação dos assuntos e

...

Baixar como (para membros premium)  txt (21.9 Kb)  
Continuar por mais 13 páginas »