TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A aplicação da psicologia do senso comum na sociedade

Artigo: A aplicação da psicologia do senso comum na sociedade. Pesquise 788.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  27/11/2014  •  Artigo  •  909 Palavras (4 Páginas)  •  195 Visualizações

Página 1 de 4

Questionário Contextualizado

A Psicologia estuda os seres humanos em todos seus aspectos, Fisiológicos e Psicológicos. O profissional da Psicologia deve levar em consideração todos os sinais apresentados pelo individuo, presente no seu corpo físico e os expressados pelo seu psíquico. Exemplo, um individuo com problemas neuróticos acaba deixando transparecer no seu comportamento, aspectos fáceis de serem compreendidos pelo Psicólogo, uma vez que a Psicologia lhe oferecem bagagens para que o mesmo possa identificar no individuo problemas que esta se utilizando de comportamentos não aceitos dentro dos padrões sociais.

Como ciência a Psicologia é muito importante, pois a mesma é necessária em todos os setores da sociedade, uma vez que todos os seres humanos, em graus maiores ou menores possuem traumas e neuroses e necessitam serem ajudados pelo Psicólogo.

“A Psicologia do Senso Comum” é um conhecimento baseado na experiência do dia a dia, nas opiniões apriores, ou seja, não está fundamentada em parâmetros científicos, a mesma funciona como a palavra já diz “Senso Comum”. A aplicação da Psicologia do senso comum na sociedade pode provocar alguns equívocos, por que na mesma as pessoas poderão utilizar julgamentos de valores de maneira equivocada fundamentada apenas na experiência, podendo assim prejudicar ao invés de ajudar.

A Psicologia como ciência, esta embasada em métodos científicos que permite ao Psicólogo compreender os casos estudados, se aproximando a partir de uma investigação fundamentada nos métodos da ciência de maneira imparcial e responsável, ajudando a resolver os problemas do paciente, ou no caso de não resolver compreender e encaminhar para outros setores que o possam ajudar, uma vez que a Psicologia não é um conhecimento dogmático absoluto.

Behaviorismo, a teoria Behaviorista é uma teoria que se sustenta tentando explicar o comportamento dos indivíduos a partir da influencia externa ou do meio a tais indivíduos. Ou seja, os estímulos, as frustrações, os traumas, as neuroses encontradas nas pessoas são resultados de influencias do ambiente em que essas pessoas se encontram envolvidas “o homem é produto do meio”. O individuo conforme o Behaviorismo não é compreendido como sujeito de suas ações mas resultado da influencia do meio.

Teoria Gestalt , refere-se a um processo de dar forma, de configurar "o que é colocado diante dos olhos, exposto ao olhar": a palavra gestalt tem o significado "(...)de uma entidade concreta, individual e característica, que existe como algo destacado e que tem uma forma ou configuração como um de seus atributos." " A amplificação da percepção ou dos gestos não é “leitura do corpo”.

Teoria da Psicanálise surgiu a parir dos estudos de Sigmund Freud que desenvolveu o método de associação livre onde os pacientes era encorajados a falar o que lhe viesse a mente, seus conflitos, seus temores, suas lembranças e seus sonhos. A Psicanálise busca trazer a consciência aquilo que esta no inconsciente e assim os pacientes seriam tratados, psicologicamente. A sexualidade era o tema principal estudado por Freud que buscava entender na mesma a presença dos traumas humanos

A Hereditariedade são todas as características herdadas pelo individuo dos seus familiares. Os indivíduos herdam características em maior ou menor grau hereditariamente isso é provado por que cada individuo é um Universo variado, ou seja, todos são diferentes, mesmo dentro de uma família. O meio ambiente influencia nas características herdadas, porém, não

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.9 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com