TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Cinco Postulados Do Behaviorismo Apresentados Por A. Tilquin.

Por:   •  29/8/2013  •  340 Palavras (2 Páginas)  •  1.178 Visualizações

Página 1 de 2

Monismo materialista: O Behaviorismo na sua empreitada científica nega uma realidade que não seja a realidade material. Inicialmente, os behavioristas apenas se desinteressavam a existência de uma espiritual, porque se se interessasse por esta subjetividade não estaria fazendo ciência, pois uma ciência deveria estudar aquilo que é possível mensurar. Depois passou a negar qualquer realidade que não a material. O homem não passa daquilo que vemos materialmente, um organismo.

Dualismo biológico e adaptação: se o homem não passa de algo material, não há mais o dualismo corpo-alma, já que esta como uma dimensão imaterial não existe. O Behaviorismo enquanto ciência que estuda o comportamento o faz a partir da relação entre o organismo e o seu meio. Então, o dualismo vertical (corpo-alma) cedeu lugar a um dualismo vertical (organismo-meio) o que foi aprendido por causa da biologia darwiniana que se focou na adaptação, ou seja, para sobreviver em um determinado meio,m o organismo deveria adaptar-se a ele. A individualidade de cada um é devido a história desse dualismo, dessa relação organismo-meio.

Funcionamento do sistema nervoso por arcos inteiros: Para que aquela adaptação ocorra, o Behaviorismo admite que o sistema nervoso funciona por arcos inteiros que cada estímulo provoca uma resposta, isto é, toda resposta é reação a um estímulo. “O estimulo representa as condições que o organismo deve satisfazer para adaptar-se, a resposta, os meios de realizar satisfatoriamente essa a adaptação, o instrumento que permite efetua-la”.

Psicologia como ciência prática: o a psicologia behaviorista pretende ver científica deve, então, preocupar-se com problemas da sua sociedade, com pode voltar-se para fins que não seja o comportamento do homem como este ser determinado pela a história de sua relação com o meio; deve preocupar-se com prever e controlar esse comportamento.

Princípio da continuidade entre homem e animal: esta continuidade é possível por causa do objeto de estudo do Behaviorismo, o comportamento por este é observável em animais e em homens. O homem assim como o animal não tem uma dimensão metafísica, ambos estão em continuidade com a natureza, logo não como haver uma distinção entre eles.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.2 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com