TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Critérios para Uso de Ferro Injetável

Por:   •  20/10/2020  •  Seminário  •  993 Palavras (4 Páginas)  •  8 Visualizações

Página 1 de 4

Universidade Federal  do Maranhão

Departamento de Farmácia

Estágio em Farmácia Clínica

Nágela de Oliveira Mendes

Paciente renal crônico: Critérios para o uso de ferro injetável

São Luís

MA

A anemia é uma complicação frequente e importante da doença renal crônica (DRC), associando-se com aumento de morbidade e mortalidade . Utilizando-se a definição clássica de anemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como hemoglobina inferior a 13 g/dL em homens e mulheres na pós-menopausa e inferior a 12 g/dL em mulheres prémenopáusicas, essa condição estará presente em cerca de 90% dos pacientes com DRC que apresentam taxa de filtração glomerular estimada inferior a 25-30 mL/min/1,73 m2.

De acordo com a portaria 226, de 10 de maio de 2010 foram aprovados os protocolos clínicos e de diretrizes terapêuticas da anemia na insuficiência renal crônica sobre reposição do ferro e eritropoetina recombinate humana.

Uso de ferro injetável: - Critérios de inclusão:

Serão incluídos no protocolo os pacientes adultos, de ambos os sexos, que apresentarem o diagnóstico de DRC nos estágios 3 a 5 (filtração glomerular estimada inferior a 60 mL/min/1,73 m2 ) conforme definido por normas e diretrizes reconhecidas), na presença dos seguintes critérios:

 - anemia, com hemoglobina sérica inferior a 10 g/dL em ambos os sexos;

- deficiência absoluta ou relativa de ferro (conforme item 4);

 E  A suplementação de ferro em crianças está indicada sempre que a saturação da transferrina for inferior a 20% e a ferritina inferior a 200 ug/ml.

-Critérios de exclusão:

 - Hemocromatose;

- Hemossiderose;

 - Anemia hemolítica;

- Ferritina sérica acima de 500 ng/mL ou saturação de transferrina superior a 30%; - Hipersensibilidade/intolerância ao produto ou a um de seus componentes.

Dose de manutenção:

A Administração de 100 mg de ferro por via intravenosa em dose única a cada 15 dias é indicada para manter os estoques adequados de ferro em pacientes com níveis de ferritina superiores a 200 ng/mL e saturação da transferrina superior a 20%.. A dose deve ser diluída em no mínimo 100 mL de solução fisiológica e infundida em 5 a 15 minutos. Estudo demonstra segurança do seu uso em tempos de administração menores, de até 5 minutos, sem aumento de reações adversas.

A reposição de ferro IV é recomendada para a totalidade das crianças em programas de hemodiálise e a administração sendo feita durante ou após a sessão, na frequência de uma a duas vezes por semana. As doses utilizadas são entre 1,5 a 5 mg/Kg de peso e mostram resultados favoráveis sem a observação de efeitos colaterais indesejáveis. Deve ser diluída em soro fisiológico e infundida durante 30 a 60 minutos.

Reações adversas: Cefaleia, náuseas, vômitos, parestesias, distúrbios gastrointestinais, dores musculares, febre, hipotensão, urticária, rubor e reação anafilática.

Outras doses:

Dose teste: Os estudos clínicos que avaliaram a segurança do sacarato de hidróxido férrico demonstraram que o medicamento é seguro e que a utilização de dose teste, apesar de recomendada pelo fabricante, pode ser dispensada . Quando utilizada, a dose teste deve ser realizada na primeira administração e consiste em diluir 25 mg de ferro elementar em 100 mL de solução salina e administrar via intravenosa em no mínimo 15 minutos. Deve- 15 se aguardar 15 minutos antes de administrar o restante da primeira dose ou repor as doses necessárias nos dias subsequentes, caso não ocorram reações adversas como cefaleia, náuseas, vômitos, parestesias, distúrbios gastrointestinais, dores musculares, febre, hipotensão, urticária, rubor e reação anafilática.

 Dose de ataque: É indicada quando o nível de ferritina sérica for inferior a 200 ng/mL ou a saturação de transferrina for inferior a 20%. Pode-se administrar 1.000 mg de ferro, divididos em 10 sessões de hemodiálise ou em 10 dias diferentes (duas ou três vezes por semana) nos pacientes em diálise peritoneal ou em tratamento conservador

Objetivos:

- Manter níveis de hemoglobina entre 10 e 12 g/dL;

 - Manter o nível sérico de ferritina entre 200 e 500 ng/mL;

 - Manter a saturação da transferrina entre 20% e 30%.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7 Kb)   pdf (130.8 Kb)   docx (10.3 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com