TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A expressão Eutanásia Tem Origem Grega

Por:   •  30/6/2016  •  Seminário  •  780 Palavras (4 Páginas)  •  68 Visualizações

Página 1 de 4

Eutanásia

Introdução

A expressão eutanásia tem origem grega em que "eu" significa bom, e "thanatos" significa morte, ou seja uma boa morte, ou morte sem sofrimento. Neste trabalho iremos abordar sua origem, os princípios morais e éticos, suas categorias, a diferença entre a eutanásia e o suicídio assistido, e como funciona no Brasil e no mundo.

Origem

O termo Eutanásia vem do grego, podendo ser traduzida como boa morte, e surgiu através do político e filósofo inglês Francis Bacon, em 1623, em sua obra "Historia vitae et mortis" (história da vida e da morte). O significado deste termo é o ato de proporcionar uma morte sem sofrimento a um paciente com doença incurável, através de controle de um médico orientado para esta intervenção.

Princípios Morais e Éticos

Este tema gera muita polêmica quando abordado devido aos princípios morais e éticos que envolve. Apesar de algumas culturas aceitarem a eutanásia, a maior parte condenam a prática. Religiões como o Cristianismo e Judaísmo são contra. No Cristianismo alegam que a dor e o sofrimento são necessários para a pessoa alcançar sua salvação. O próprio Vaticano se manifestou através de uma declaração a qual dizia que a dor do paciente é uma extensão do sacrifício de Jesus pela humanidade.

Em resumo, os defensores tem como argumento que cada pessoa tem direito sobre sua vida, podendo escolher entre viver ou morrer, quando está condenada a uma enfermidade incurável. Argumentam ainda que para quem se encontra nesta situação não compensa viver em sofrimento até que a morte chegue. Já os que condenam, frquentemente argumentam de forma religiosa, alegando que só Deus tem direito sobre a vida, e que médicos não podem interfirir nisto.

Categorias

Existem quatro tipos de eutanásia, podendo ser divididas em categorias: a vonluntária e involuntária, e ativa e passiva .

• Voluntária: é quando o paciente manifesta a vontade de morrer, para se livrar do sofrimento.

• Involuntária: quando ocorre a eutanásia sem o paciente se manifestar sobre o assunto.

• Ativa: eutanásia ativa é quando há intenção de causar a morte para aliviar a dor do paciente. Para isso utilizam recursos tais como injeções letais, doses excessivas etc.

• Passiva: é quando o paciente morre por carência de atitude da equipe médica, ou por suspensão de um tratamento, visando diminuir o sofrimento.

Outros termos: ortotanásia e distanásia

• Ortotanásia: É uma forma de eutanásia passiva, nesta prática a morte ocorre por falta de recursos básicos para manutenção da vida (falta de água, alimentos, fármacos, desligamento de aparelhos etc).Ocorre em casos de pacientes em coma ou em estado vegetativo.

• Distanásia: Contrária a eutanásia. É a prática que tende a prolongar ao máximo a vida, através de fármacos ou aparelhagem. Porém, ocasiona uma morte mais lenta e mais sofrida.

Eutanásia x suicídio assistido

A diferença entre eutanásia e suicídio assistido é que neste último a morte é causada pelo próprio paciente, qua provoca sua morte mesmo que tenha que recorrer ao auxílio de outras pessoas. A outra pessoa neste caso apenas auxilia, não origina o ato. Para isto o paciente deve estar totalmente consciente.

Geralmente o suicídio assistido é realizado por paciente terminal com dores

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.5 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com