TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Inflamações no Intestino – Aula 1 Patologia experimental

Por:   •  10/2/2019  •  Abstract  •  1.893 Palavras (8 Páginas)  •  22 Visualizações

Página 1 de 8

Inflamações no intestino – Aula 1 Patologia experimental

  • No duodeno tem que ter oxigênio e ph alcalino;

  • Jejuno é mais rico em nutrientes pois nele absorve mais nutrientes, e existe maior concentração de oxigênio do que no íleo;

  • Ceco compreendendo a intercessão do intestino delgado e grosso, e intestino grosso tem limitada oferta de oxigênio e nutrientes.

Quando pensamos na oferta de nutrientes sabendo que o intestino pode ter parasitos, que o fato de ele estar em um local onde tem mais ou menos oferta de nutrientes indica a maneira na qual ele obtém nutrientes, por exemplo o Ascaris Lumbricoides em infecções brandas se distribui no intestino delgado principalmente na parte inicial pois ele se alimenta por absorção de nutrientes, não se alimenta de sangue então tem q ficar no intestino onde mais se oferta nutrientes.

Ameba se alimenta de bactérias e de restos mal absorvidos do intestino delgado, elas se localizam preferencialmente no intestino grosso causado pela Entamoeba histolytica.

As inflamações no intestino serão:

  • Enterites: Inflamação no intestino delgado;
  • Colites: reações inflamatórias no intestino grosso.
  • Enterocolites: São inflamações do intestino delgado acompanhadas de inflamação do intestino grosso.

Causas de inflamações no intestino:

Microrganismos

Existem estudos fazendo correlações de microrganismos benéficos para o intestino.

Exemplo: sabe-se que a obesidade é multifatorial, depende da dieta da pessoa, atividade física, mas se observa q o tipo de flora bacteriana presente no intestino também influencia dela ser obesa ou não.

Também foi correlacionado com longevidade, onde pessoas vivem mais tempo por ter determinada flora bacteriana.

Mas o que muda a flora bacteriana?

Pode ser aquilo q você ingere, então você pode ingerir bactérias e elas vão colonizar o intestino, e também o intestino pode selecionar populações bacterianas de acordo com aquilo que você se alimenta, por exemplo: foi observado que se alguém comer repolho fermentado ele seleciona populações bacterianas com características de indivíduos mais.. não entendi o que ele falou...mas sabemos que ele é um probiótico e ajuda a melhorar a digestão.

Está ficando cada vez mais evidente que bactérias desempenham grande papel em uma série de condições no organismo.

Já aconteceu de vocês tomarem antibiótico e depois ouvir recomendação de ter que tomar determinado tipo de iogurte?

  • -Antibióticos não são seletivos, não eliminam apenas bactérias da lesão, portanto as do intestino também morrem.

Existe competição entre as bactérias que vivem no intestino, existem as gram positivas e anaeróbias facultativas e essas não são patogênicas simplesmente vivem lá, são importantes, dependendo da bactéria vai ajudar na motilidade, menos tendência a obesidade, dentre outros.

Sabendo que tem competição, se não existem as bactérias não patogênicas abre espaço para patogênicas desenvolverem.

No entanto se uma pessoa após tomar antibiótico for exposta a uma população patogênica e esta for maior que a população não patogênica vai estar disposta ao desenvolvimento de doença, então faz sentido fazer uma reposição após antibiótico, mas mesmo assim naturalmente essa população será reconstituída.

  • Correlação de Trichomonas Vaginalis com Lactobacillus naturalmente presente na vagina: na infecção muitas pessoas podem possuir a trichomonas e isso não significa q terá a doença, a manifestação se da pelo corrimento vaginal, descamação do epitélio da vagina e sangramento com muco; Quando vai existir essa descamação do epitélio? Quando a quantidade de Trichomonas Vaginalis aumentar, portanto ele tem dificuldade de desenvolver em ph ácido que é dado pela presença de lactobacillus, que é anaeróbica e libera ácido lático, então se a mulher for infectada e a população de lactobacillus for normal ela pode nem desenvolver a doença, este é para entender e mostrar que é o mesmo raciocínio das bactérias que estão presentes no intestino.

Íleo terminal: Está presente bactérias bacteroides que possuem funções importantes, por exemplo na metabolização de proteínas, gorduras e produção de vitaminas, ou seja, auxiliam a liberação de estruturas complexas para ser facilmente absorvidas.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (12.7 Kb)   pdf (72.3 Kb)   docx (13.1 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com