TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Anatomia de Peixes

Por:   •  9/5/2018  •  Trabalho acadêmico  •  607 Palavras (3 Páginas)  •  312 Visualizações

Página 1 de 3

ANATOMIA

Morfologia Externa e Topografia: Os peixes geralmente apresentam simetria bilateral e corpo dividido em cabeça, tronco e cauda. De modo geral, podem ser agrupados, com relação ao plano transversal, em circulares, comprimidos, deprimidos e truncados, e ao plano longitudinal, em alongados, fusiformes, cilíndricos e truncados. Na região da cabeça localizam-se as seguintes estruturas anatômicas: os olhos, a boca, os dentes, as narinas ou aberturas nasais, os espiráculos, as estruturas respiratórias (opérculos, poros ou fendas branquiais e brânquias) e as acessórias (poros, cirros dermais e barbilhões). O tronco apresenta, com exceções, as nadadeiras pares (peitorais e pélvicas ou ventrais) e as ímpares (anais e dorsais em número de uma ou duas.

Aparelho Locomotor: Peixes possuem coluna vertebral; as costelas podem estar presentes em todas as vértebras; as vértebras cervicais apresentam arcos hemais; os arcos neurais estão presentes em todos os peixes. A maior parte da massa corpórea é formada pela musculatura axial, que se dispõe ao longo do flanco em miômeros e correspondem ao número de vértebras. A bexiga natatória constitui-se de uma vesícula que se situa na região dorsal da cavidade celomática, logo abaixo da coluna vertebral.

Sistema Circulatório: Nos peixes em geral o sistema circulatório é simples, e apenas sangue não-oxigenado passa pelo coração, de onde é bombeado para as brânquias, oxigenado, e, então, distribuído para o corpo. O coração dos peixes possui quatro câmaras, mas somente duas (o “átrio” e o “ventrículo”) são correspondentes aos átrios e ventrículos pares dos vertebrados derivados. As demais câmaras são o seio venoso e o cone arterioso.

Sistema Respiratório: Os peixes apresentam brânquias posicionadas em bolsas faríngeas, na região da cabeça. O fluxo de água é unidirecional, entrando pela boca e saindo pelas brânquias. Para prevenir o fluxo reverso, há abas bucais e abas nas margens do opérculo (cobertura das brânquias) atuando como válvulas. Essas aberturas são flanqueadas por estruturas ósseas ou cartilaginosas que suportam os filamentos branquiais, sendo, então, cada brânquia formada por duas hemibrânquias. Cranialmente às fendas, encontra-se um par de espiráculos, estruturas que auxiliam a entrada e direcionamento da água.

Sistema Reprodutor: Em geral, as fêmeas de peixes apresentam ovários, óstios, ovidutos, ductos mesonéfricos, intestinos e cloaca. Os machos apresentam ductos deferentes, testículos, parte genital do mesonefro, oviduto vestigial, parte excretora do mesonefro e ducto mesonéfrico. Nos indivíduos, as gônadas maduras funcionam como ovários ou testículos, mas não ambos simultaneamente.

Sistema Excretor: Os peixes, em geral, apresentam rins típicos de vertebrados, formados por néfrons, como órgãos de excreção não-especializados,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.2 Kb)   pdf (40.6 Kb)   docx (11.9 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com