TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

CLASSIFICAÇÃO DE MOTORES ELETRICOS

Por:   •  4/2/2017  •  Artigo  •  7.424 Palavras (30 Páginas)  •  59 Visualizações

Página 1 de 30

CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

PROJETOS ELÉTRICOS

TRABALHO

MOTORES ELÉTRICOS

NOÇÕES E CARACTERÍSTICAS

DOCENTE: Prof. ADALBERTO

DICENTES: Allan Gonçalves, Antônio Meneses & Fábio Soares

Aracaju 11/2.002

NOÇÕES FUNDAMENTAIS

Motores Elétricos: Motor elétrico é  a máquina destinada a transformar energia elétrica em energia mecânica. É o mais usado de todos os tipos de motores, pois combina as vantagens da utilização da energia elétrica – baixo custo, facilidade de transporte, limpeza e simplicidade de comando, com sua construção simples, custo reduzido, grande versatilidade de adaptação às cargas dos mais diversos tipos e melhores rendimentos. Os tipos mais comuns de motores elétricos são:

Motores de corrente contínua: São motores de custo mais elevado e, além disso, precisam de uma fonte de corrente contínua, ou de um dispositivo que converta a corrente alternada comum em contínua. Podem funcionar com velocidade ajustável entre amplos limites e se prestam a controles de grande flexibilidade e precisão. Por isso, seu uso é restrito a casos especiais em que estas exigências compensam o custo muito mais alto da instalação.

Motores de corrente alternada: São os mais utilizados, porque a distribuição de energia elétrica é feita normalmente em corrente alternada. Os principais tipos são:

  • Motor síncrono: Funciona com velocidade fixa; utilizando somente grandes potências (devido ao seu alto custo em tamanhos menores) ou quando se necessita de velocidade invariável.
  • Motor de indução: Funciona normalmente com uma velocidade constante, que varia ligeiramente com a carga mecânica aplicada ao eixo. Devido à sua grande simplicidade, robustez e baixo custo, é o motor mais utilizado de todos, sendo adequado para quase todos os tipos de máquinas acionadas, encontradas na prática.

UNIVERSO TECNOLÓGICO EM MOTORES ELÉTRICOS

[pic 3]

Energia e potência elétrica: Embora a energia seja uma coisa só, ela pode se apresentar de formas diferentes. Se ligarmos uma resistência a uma rede elétrica com tensão, passará uma corrente elétrica que irá aquecer a resistência. A resistência absorve a energia e a transforma em calor, que também é uma forma de energia. Um motor elétrico absorve a energia elétrica da rede e a transforma em energia mecânica disponível do eixo.

Circuitos de corrente contínua:A “potência elétrica”, em circuitos de corrente contínua, pode ser obtida através da relação de tensão ( U ), corrente ( I ) e resistência ( R ), envolvidas no circuito, ou seja:

[pic 4][pic 5][pic 6]

P = U . I    ( W )   ou    P = U2 / R   ( W )   ou    P = RI2

Onde: U = tensão em volt

           I  = corrente em ampére

           R = resistência em ohm

           P = potência média em watt

Circuito de corrente alternada:

Resistência:No caso de “resistências”, quanto  maior a tensão da rede, maior será a corrente e mais depressa a resistência irá aquecer. Isto quer dizer que a potência elétrica será maior. A potência elétrica absorvida na rede, no caso da resistência, é calculada multiplicando-se a tensão da rede pela corrente, se a resistência (carga), for monofásica.

P = U . I   ( W )

No sistema trifásico a potência em cada  fase da carga será Pl = Ul  x  Il  , como se fosse um sistema monofásico independente. A potência total será a soma das potências das três fases, ou seja:

P = 3Pl = 3 x Ul  x  Il

Lembrando que o sistema trifásico é ligado em estrela ou triângulo, temos as seguintes relações:

Ligação estrela: U  = [pic 7]  Ul    e  I = Il

Ligação triângulo: U = Ul   e I = [pic 8]   . Il    

Assim, a potência total para ambas as ligações será:  P  = [pic 9] . U . I   ( W )

...

Baixar como (para membros premium)  txt (44.8 Kb)  
Continuar por mais 29 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com