TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

PCC O Transporte Hidroviário

Por:   •  8/10/2013  •  2.573 Palavras (11 Páginas)  •  545 Visualizações

Página 1 de 11

1. INTRODUÇÃO

O transporte hidroviário tem sido usado desde a antiguidade, de custo operacional muito baixo, sendo utilizado no transporte de grandes mercadorias, pessoas, automóveis. De acordo com a afirmação de Daniel Paranhos, engenheiro mecânico e cidadão Nortense, Certa de 50 anos atrás, o transporte via fluvial entre São José do Norte e Rio Grande começou com pequenas canoas com a capacidade de duas pessoas, com o passar do tempo o transporte teve suas mudanças e hoje conta com quatro lanchas motorizadas com o tempo de travessia de 30 minutos.

As vantagens do transporte hidroviário são muitas se comparado aos outros modais, como rodoviário e ferroviário: menores custos sócio-ambientais menores custos de manutenção, maior vida útil, menor frequência de acidentes e desgastes, contudo, o transporte hidroviário entre São José do Norte e Rio Grande apresenta dois problemas que são os principais e que vem causando cada vez mais transtorno na população, isso é devido ao grande crescimento em infraestrutura portuária em Rio Grande, aumentando a população e gerando uma margem de emprego em São José do Norte jamais vista antes.

Recentemente, um investimento foi feito em questão dos meios de transporte que hoje são duas lanchas catamarã e duas lanchas de um fundo, o investimento foi feito pela má conservação das lanchas anteriores e não pelo aumento do tráfego de pessoas.

Apesar da existência de uma ligação natural entre Rio Grande e São José do Norte, proporcionada pela Natureza - a ligação hidroviária, que permite a circulação de passageiros, veículos e cargas entre os dois municípios, de baixo custo e que pode ser modernizada com melhores embarcações e terminais, os empreiteiros insistem com obras rodoviárias desse tipo, que acabam com o transporte hidroviário e restringem o desenvolvimento futuro do porto marítimo.

Além disso, não há qualquer preocupação com a viabilidade econômica do projeto, através de um estudo sério que comprove a relação benefício/custo que, necessariamente, seria mais vantajosa do que a relação benefício/custo da atual alternativa hidroviária. A demanda existente, do ponto de vista econômico, justifica o volume de recursos a serem gastos com a construção de um túnel (ou de uma ponte)? Qual é o prazo de retorno desse investimento? Com certeza, a atual alternativa - travessia hidroviária de passageiros, veículos e cargas são a de menor custo social, porque utiliza uma hidrovia natural e, da mesma forma, é a alternativa que apresenta o menor custo ambiental, o que é uma característica do transporte hidroviário. A sociedade deve estar muito atenta com esse tipo de proposta defendida por empreiteiros e políticos, que envolve obras faraônicas em detrimento de alternativas sustentáveis em termos de economia e meio ambiente.

Figura 1: Barca

2. DESENOLVIMENTO PROJETO 1

A cada dia mais esses problemas aumentam e tem se tornado mais agravantes, o transporte hidroviário entre São José do Norte e Rio Grande também conta com duas barcas, que são encarregadas do tráfego de carros, motos, caminhões e etc, cuja a travessias dura em media 50min com o custo de R$ 14.00 o carro, R$ 21:00 o caminhão, R$ 10:00 a moto. São feitas 4 viagens por dia de ida e volta, esses horários com certeza restringem muitas vezes o acesso da população com seu automóvel para Rio Grande ou São José do Norte, sendo a última barca as 17h00min horas.

Como podemos ver, o acesso via fluvial de carros, motos e caminhões é muito limitado e isso possivelmente pode vir a piorar com o crescimento de São José do Norte, a empresa responsável pelo transporte feito com barcas é F. Andreis que continua operando sem acordo coletivo de trabalho homologado e desrespeitando as leis vigentes e sem valorizar os seus funcionários que recebem proventos muitos aquém da sua categoria e sem direito de vale alimentação, gratificação de comando, PRL, descanso remunerado, abono e outros benefícios.

Uma possibilidade de melhoria seria aumentar a carga horária da barca, sendo uma barca a cada duas horas com a primeira as 06h00min a manha e a ultima as 21h00min com uma viajem as 3h00min da madrugada isso com certeza iria amenizar o tamanho das filas muita das vezes quilométricas. Os problemas que envolvem o transporte de pessoas já citado antes são as superlotações causando enormes filas como na figura abaixo

.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (13.9 Kb)  
Continuar por mais 10 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com