TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Processos de gerenciamento de ATPP

Tese: Processos de gerenciamento de ATPP. Pesquise 804.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  29/11/2013  •  Tese  •  1.567 Palavras (7 Páginas)  •  330 Visualizações

Página 1 de 7

Curso: Tecnologia em Marketing

Disciplina: Processos Gerenciais

Componentes:

Fábio Eduardo Bruneli – RA 7973722392

Jonathan Batista Jorge – RA 7374583412

Márcia Sgobbi – RA 7930697607

Samuel Richter Gallo – RA 7534588354

Saulo Elias de Araújo – RA 7973722443

Wesley Pires de Resende – RA 7983616677

ATPS de Processos Gerenciais

Tutora: Adriana Barbosa Gonçalves

“Ou você tem uma estratégia própria, ou então é parte da estratégia de alguém, sintetizando nesta frase a importância de Planejamento futuro da Organização, seja qual for o seu tamanho ou área de atuação”.

(Alvim Tofler)

Processos Gerenciais – Etapa 1: Planejamento

1. INTRODUÇÃO

A condução deste artigo seguirá os caminhos do estudo do Planejamento presente nos capítulos 7, 8 e 9 do Livro-Texto Administração de Idalberto Chiavenato (2010).

Nessa jornada seguiremos uma “pesquisa comparativa” com outros artigos, livros propostos e pesquisados. Onde iremos compreender o planejamento como uma das funções administrativas, conhecer e compreender a lógica do processo de planejamento estratégico, tático e operacional e aprender a aplicar as principais ferramentas para as fases do planejamento.

Portanto, este artigo visa destacar a importância do Planejamento dentro do conceito da Administração. Apresentando as principais etapas para a implantação de um processo de planejamento, onde procuramos esclarecer os seus aspectos, como visão – “veja o futuro antes dos outros” de Roberto Shinyashiki – e gestão. Bem como algumas comparações de como deve tratado o planejamento para o presente e planejamento para o futuro – “o desafio do administrador do futuro” de Paulo Barreto dos Santos.

2. CONCEITOS GERAIS

A Empresa não depende de sorte, mas sim de planejamento. O planejamento é essencial para qualquer organização, visto que é a base dar os passos subsequentes às demais funções como direção, controle e organização.

O planejamento é como uma locomotiva que puxa o trem das ações de organizar, dirigir e controlar.

Mas, o que é planejamento?

Para LACOMBE; HEILBORN (2003):

“O Planejamento pode ser considerado como a primeira função do administrador. Por meio do planejamento o administrador pensa antecipadamente o que deseja alcançar e determina os meios e recursos necessários para concretizar esse desejo.”

Segundo Chiavenato (1995):

“O planejamento é a função administrativa que determina antecipadamente o que se deve fazer e quais objetivos devem ser alcançados, e visa dar condições racionais para que se organize e dirija a empresa ou seus departamentos ou divisões a partir de certas hipóteses a respeito da realidade atual e futura.”

Segundo Oliveira (2006, p.36):

“O propósito do planejamento pode ser definido como o desenvolvimento de processos, técnicas e atitudes administrativas, as quais proporcionam uma situação viável de avaliar as implicações futuras de decisões presentes em função dos objetivos empresariais que facilitarão a tomada de decisão no futuro, de modo mais rápido, coerente, eficiente e eficaz. Dentro deste raciocínio, pode se afirmar que o exercício sistemático do planejamento tende a reduzir a incerteza envolvida no processo decisório e, consequentemente, provocar o aumento da probabilidade de alcance dos objetivos, desafios e metas estabelecidos para a empresa.”

Portanto, de forma genérica, o planejamento pode ser conceituado de acordo com autores acima, como um modelo teórico para alcançar uma ação futura desejada, de maneira mais eficiente e eficaz, alcançando seu objetivo com o melhor aproveitamento e menor custo possível.

No planejamento o administrador não adivinha o futuro, ele define onde pretende chegar no futuro através de ações presentes para presunções futuras.

Chiavenato em seu livro Administração (2010) pág. 138, diz:

“O planejamento é uma técnica para absorver a incerteza sobre o futuro e permitir mais consistência no desempenho das organizações.”

A elaboração do planejamento evita a adoção de ações improvisadas, casuais, contribuindo para reduzir o nível de incerteza e possibilitando maior segurança quanto ao desempenho da empresa.

O Planejamento pode ser considerado em função do nível hierárquico da empresa, conforme ilustra a figura a seguir:

O planejamento estratégico, em linhas gerais, é aquele efetuado no nível institucional da empresa, envolvendo a alta administração. É genérico e sintético, direcionado para longo prazo e considera a empresa como uma totalidade.

O planejamento tático é efetuado no nível intermediário da empresa, envolvendo a gerência. É menos genérico, e mais detalhado, direcionado para médio prazo e considera cada unidade da empresa.

O planejamento operacional é o efetuado no nível operacional da empresa, envolvendo a supervisão. É detalhado e analítico, direcionado para o curto prazo e considera cada tarefa ou operação, refere-se a atividades cotidianas.

O planejamento operacional está voltado para o que fazer, como fazer, e para quem fazer, procurando aperfeiçoar e maximizar os resultados. Este tipo de planejamento deve ser intrinsecamente relacionado ao planejamento tático, o mesmo ocorrendo com este em relação ao planejamento estratégico.

3. FILOSOFIAS DO PLANEJAMENTO – IDEIAS FUNDAMENTAIS

Neste tópico, será exposta uma breve apresentação da aprendizagem adquirida, assim como a compreensão do confronto teórico quanto aos artigos “Veja o futuro antes dos outros” de Roberto Shinyashiki e “O desafio do administrador do futuro” de Paulo Barreto dos Santos. Bem como, as respostas às perguntas propostas.

Análise 1 – Veja o futuro antes dos

...

Baixar como (para membros premium)  txt (11.6 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com