TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Dados interessantes sobre CNT, Museu do transporte

Por:   •  16/6/2013  •  Tese  •  6.263 Palavras (26 Páginas)  •  302 Visualizações

Página 1 de 26

INTRODUÇÂO

No trabalho a seguir, apresentaremos algumas informações sobre os modais de transporte que pudemos ver na Confederação Nacional do Transporte (CNT), além da matriz de transportes brasileira e como funciona a infraestrutura de transportes, de um modo geral ser um profissional especializado em armazenagem, distribuição e transporte, e atuar na área logística de uma empresa, planejar e coordenar a movimentação física e de informações sobre as operações multimodais de transporte, para proporcionar fluxo otimizado e de qualidade para peças, matérias-primas e produtos.

Como gerenciar redes de distribuição e unidades logísticas, estabelecendo processos de compras, identificando fornecedores, negociando e estabelecendo padrões de recebimento, armazenamento, movimentação e embalagem de materiais, podendo, ainda, ocupar-se do inventário de estoques, sistemas de abastecimento, programação e monitoramento do fluxo de pedidos. Como obter uma participação nesta proposta sendo essencial para que nós adquiramos as competências e habilidades requeridas na atuação profissional.

2

ETAPA I

Dados interessantes sobre CNT, Museu do transporte

Como podemos ver no museu do transporte da CNT, desde os primórdios da história humana, vários meios eram utilizados e até hoje são, que no caso podemos citar o: rodoviário, aéreo, aquaviário, além do ferroviário para transportar determinadas cargas, mas com o passar do tempo, o avanço tecnológico ajuda demais em diversos setores já que as empresas hoje em dia querem não só entrega de qualidade, mas também rapidez para que atendam com certa perfeição aos seus clientes.

O Plano CNT de Transporte e Logística 2011 deseja fazer uma identificação sobre quais as possíveis intervenções que podem ser feitas para facilitar que os bens e as pessoas sejam deslocados de uma forma mais conveniente e também com menor tempo e custo, realizando a utilização dos meios mais adequados à disposição para esse fim.

Como citamos acima os diferentes tipos de transporte, falaremos como funcionam e quais consequências estão sofrendo, por exemplo, o aéreo que no Brasil enfrenta crises no controle e na infra instrutora operacional e dessa forma atrapalha os transportadores aéreos e os usuários, já que gera atrasos de viagens e tem certa falta de credibilidade em relação ao sistema.

Uma grande preocupação dá-se com as rodovias em precárias condições de conservação e funcionalidade no ramo rodoviário, pois a quebra mecânica de veículos e graves acidentes com grande número de vitimas acabam tendo determinada elevação.

Da parte do Governo Federal, observamos no transporte ferroviário uma estagnação dos investimentos para ampliação da malha de localidades que apresentam grandes oferta a granel, o que gera certa complicação.

No caso do transporte marítimo o enfrentamento de problemas relacionados ao impacto e à pressão da urbanização sobre essa infra instrutora que os portos vêm passando é muito grande. Os veículos terrestres têm dificuldade para acessar a área portuária e grande parte dos portos tem restrições na expansão do cais em razão da ocupação populacional - ou seja, acarreta em um maior custo para sua expansão.

3

ETAPA II

Quais são os motivos e as consequências da dependência do modal rodoviário na matriz brasileira de transportes?

O transporte rodoviário é caracterizado pelo uso de veículos como caminhões e carretas realizados em estradas de rodagem nacionais ou internacionais. O modal rodoviário sendo utilizado no território nacional costuma ser nomeado como transporte doméstico. Nesse percurso o modal rodoviário, geralmente, é utilizado para o transporte de produtos industrializados por possuírem um maior valor agregado, e também em função da confiabilidade que apresenta. No entanto, produtos agrícolas, como a soja, também são transportados frequentemente pelas rodovias, com maior frequência em épocas de safra, mas, principalmente, devido à falta de capacidade das ferrovias e de outras características dos demais modais de transporte. Segundo

...

Baixar como (para membros premium)  txt (24.2 Kb)  
Continuar por mais 25 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com