TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha Filosofia Idade Media

Por:   •  1/4/2024  •  Resenha  •  629 Palavras (3 Páginas)  •  33 Visualizações

Página 1 de 3

Este artigo aborda a relação entre fé e razão durante a Idade Média, desmistificando a ideia de obscurantismo intelectual associado a esse período. Contrariamente à crença popular, a Idade Média foi um período de intensa atividade cultural e reflexões filosóficas. Os teóricos da Igreja Católica, notadamente Santo Agostinho e São Tomás de Aquino, empreenderam extensas pesquisas para conciliar questões de fé com a racionalidade. Inspirados em Platão e Aristóteles, respectivamente, reinterpretaram e adaptaram conceitos filosóficos desses pensadores para compreender as verdades divinas. Esse trabalho teve um impacto significativo na história do cristianismo ocidental e na filosofia medieval.

O artigo foi publicado na revista eletrônica do curso de pedagogia do campus de jatai da UFG em 2009, seu autor é Aline de Fatima Sales Silva, possui 9 página, não possui capítulos ou seções, apenas o resumo/abstract o copo do texto e as referências bibliográficas.

O texto apresenta uma análise crítica do estigma associado à Idade Média, contestando a visão tradicional de obscuridade e inércia intelectual que permeia essa época. O autor destaca a influência de obras como "O Nome da Rosa" na formação de uma imagem negativa e distorcida da Idade Média, ressaltando as representações exageradas e pejorativas das atrocidades contra os intelectuais contrários à Igreja Católica.

Hilário Franco Júnior é mencionado como um historiador brilhante que desafia a concepção de decadência das letras e das artes durante a Idade Média. Ele argumenta que o termo em si carrega uma ideia medíocre, vista como um período intermediário entre a Antiguidade Clássica e a Modernidade renascentista.

O autor contesta a perspectiva dos renascentistas e iluministas, que consideravam a Idade Média como um retrocesso intelectual. Destaca a importância de revisitar criticamente essa imagem distorcida e reconhecer o florescimento cultural significativo que ocorreu nesse período.

A discussão se estende para a relação entre o poder da Igreja Católica e o desenvolvimento cultural durante a Idade Média. O texto destaca o papel central da igreja na consolidação da religião cristã e como ela se tornou herdeira do poder ideológico e econômico do Império Romano.

O autor aborda a conquista de territórios pela igreja, tornando-a a maior proprietária de terras na Idade Média, e como ela detinha o domínio cultural ao se apropriar da cultura letrada. A leitura e interpretação da Bíblia são destacadas como instrumentos de controle ideológico, influenciando a formação da opinião das massas.

O texto também apresenta a influência do cristianismo na filosofia, destacando figuras como Santo Agostinho e São Tomás de Aquino. Ambos são elogiados por sua abordagem racionalista, que busca conciliar fé e razão. Santo Agostinho é apresentado como um filósofo que, mesmo antes do cristianismo, já abordava a busca interior e a racionalidade na compreensão de Deus.

São Tomás de Aquino é mencionado como outro grande teórico, cujo trabalho se destaca por reinterpretar a filosofia aristotélica à luz da doutrina cristã. Sua ênfase na importância da razão para alcançar a fé e seu papel na prova da existência de Deus são ressaltados.

O autor conclui ressaltando a relevância do trabalho desses pensadores medievais, destacando a necessidade de abandonar visões distorcidas e embarcar em um estudo criterioso da Idade Média. Ele destaca que a fé nesse período não era irracional, mas sim embasada em reflexão e busca pelo conhecimento. O texto termina ressaltando a importância desse trabalho intelectual em um contexto contemporâneo onde o rigor na pesquisa está se perdendo.

O texto apresenta uma visão crítica e reflexiva sobre a imagem tradicionalmente negativa da Idade Média, argumentando que essa perspectiva é muitas vezes distorcida e preconceituosa. O autor destaca a importância de revisitar e reinterpretar esse período histórico, especialmente no que diz respeito à produção intelectual e à herança acadêmica.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.3 Kb)   pdf (34.3 Kb)   docx (8.1 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com