TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ATPS - Administração De Materiais E Logistica

Por:   •  22/11/2013  •  1.882 Palavras (8 Páginas)  •  4.460 Visualizações

Página 1 de 8

Universidade Anhanguera – Uniderp

Curso: Administração

Tutora Presencial: July Vera Cruz

Acadêmicos: Brena Géssica RA: 236402

Djanira Pinheiro 195371

Jeane Oliveira 200430

Thays Jéssik 234906

ATPS – Administração de Materiais e Logística

Itapipoca – CE

Setembro - 2013

Universidade Anhanguera – Uniderp

Acadêmicos: Brena Géssica RA: 236402

Djanira Pinheiro 195371

Jeane Oliveira 200430

Thays Jéssik 234906

ATPS – Administração de Materiais e Logística

Trabalho de termino de disciplina apresentado a Faculdade Uniderp Anhanguera como requisito parcial a obtenção de nota para seguir a diante no curso.

Itapipoca – CE

Setembro - 2013

Índice

Introdução........................................................................................................................04

Etapa 01...........................................................................................................................05

Etapa 02...........................................................................................................................06

Etapa 03...........................................................................................................................07

Etapa 04...........................................................................................................................08

Considerações Finais.......................................................................................................09

Bibliografia......................................................................................................................10

Introdução

A Administração de materiais não se relaciona exclusivamente com o controle de estoques, envolve um amplo campo de relações interdependentes materiais e financeiras e que precisam ser bem administradas para reduzir custos e evitar desperdícios.

Compra de matéria prima, princípio fundamental para se ter uma Administração de Materiais bem sucedida. A compra, primeiro é feito uma seleção dos fornecedores de acordo com aqueles que melhor atendem as necessidades da empresa nas questões financeiras e materiais e depois é analisado o custo benefício da matéria prima, a execução da compra é feita em cima da demanda da empresa e tem suas entregas programadas para que os estoques não se acumulem, para que não haja necessidade de se ter um grande espaço para armazenamento e para que a produção não seja interrompida.

Etapa 01

Administrar materiais é uma atividade realizada nas empresas desde os primórdios da administração. Essa atividade tomou um novo impulso a partir do momento em que a logística se estendeu muito além das fronteiras das empresas, tendo como principal objetivo atender as necessidades e expectativas dos clientes.

A administração de materiais é um conjunto de atividades que tem a finalidade de assegurar o suprimento de materiais necessários ao funcionamento da organização, no tempo correto, na quantidade necessária, na qualidade requerida e pelo melhor preço. Trata de todas as etapas de movimentação e de guarda desses materiais, e visa garantir que o investimento em estoques seja de rentabilidade segura, em termos de lucro e de atendimento às metas da organização. Para atingir esse objetivo, os profissionais da administração de materiais devem tornar eficientes os meios de planejamento e controle, de modo a diminuir as necessidades de capital para o estoque. A função produção é necessária para transformar recursos em produtos úteis. A cada estágio de desenvolvimento do produto final, acrescenta-se valor, criando, desse modo, mais riqueza.

Segundo Henry Fayol, administrar é prever, organizar, coordenar e controlar. Compreendemos também que a administração se divide em três campos básico, que se resume em pessoal, material e financeiro. Assim sendo, a administração de material é a ramificação da Administração Geral.

A administração de materiais é uma atividade que abrange a execução e gestão de todas as tarefas de suprimento, transporte e manutenção do material de uma organização.

Nas empresas é uma atividade integrada da logistica empresarial, que abrange a execução e gestão de todas as tarefas de suprimento, transporte e manutenção. Os materiais podem ser classificados conforme a necessidade e a cultura de cada empresa, como por exemplo:

• Quanto à utilização podem se classificar em equipamentos, materiais de consumo, matérias primas e insumos.

• Quanto ao valor econômico, produção estrangeira, possibilidade de substitutivos, multiplicidade de emprego, etc.

• Quanto ao valor estratégico, pode ser classificada diferentemente se a utilização está ligada a segurança nacional, se sua existência está ligada a escassez ou abundancia de jazidas ou vegetais.

A política de material de cada empresa varia conforme estão classificados os seus materiais e conforme seu ramo de atividade.

Etapa 02

O conceito de ocupação física que se concentrava mais na área do que na altura, esta mudando. Em geral, o espaço destinado à armazenagem era sempre relegado ao local menos adequado. Com o passar do tempo, o mau aproveitamento do espaço tornou-se um comportamento antieconômico.

Não era mais suficiente apenas guardar a mercadoria com o maior cuidado possível. Racionalizar a altura ocupada foi a solução encontrada para reduzir o espaço e guardar maior quantidade de material.

A armazenagem dos materiais assumiu, então, uma grande importância na obtenção de maiores lucros. Independente de como foi embalado o material, ou de como foi movimentado, a etapa posterior é a armazenagem.

Os termos "armazenagem" e "estocagem" são frequentemente usados para identificar coisas semelhantes. Mas podemos distinguir os dois, referindo-se à guarda de produtos acabados como "armazenagem" e à guarda de matérias-primas como "estocagem".

A armazenagem aparece como uma das funções que se agrega ao sistema logístico, pois na área de suprimentos é necessário adotar um sistema de armazenagem racional de matérias-primas e insumos. No processo de produção, são gerados estoques de produtos em processo, e, na distribuição, a necessidade de armazenagem de produto acabado é, talvez, a mais complexa em termos logísticos, por exigir grande velocidade na operação e flexibilidade para atender às exigências e flutuações do mercado.

A importância da Armazenagem na Logística é que ela leva soluções para os problemas de estocagem de materiais que possibilitam uma melhor integração entre as cadeias de suprimento, produção e distribuição.

Além de reduzir custos e aumentar a satisfação do cliente, a armazenagem correta fornece muitos outros benefícios indiretos tais como centralização de remessas, o que aumenta a visibilidade dos pedidos, fornecendo informações que não eram capturadas. Podemos utilizar o Sistema de Relatório de Pedido em Aberto e medir o impacto dos atrasos de produção em operações de remessas e atendimento ao cliente, enquanto rastreamos questões de pedidos em aberto. Essas informações são usadas para identificar e corrigir problemas durante o processo de armazenagem assim como para manter os clientes informados do status de seu pedido. Permitindo que a empresa gerencie as questões de pedidos em aberto, a equipe de vendas perde menos tempo resolvendo problemas, tendo assim mais tempo para vender.

Etapa 03

Já entendemos os conceitos de Administração de recursos e a importância de armazenagem e estocagem, porém procuramos saber como funciona na prática, e visitamos três empresas de segmentos diferentes, são elas: Ju Jê Modas e Variedades, Rebeca Calçados e Paquetá Nordeste Ltda.

A Ju Jê Modas e Variedades é uma empresa de pequeno porte, situada na cidade de Itapipoca, no Ceará, sempre compra produtos que estão na moda e no gosto dos seus clientes, caso tenha algum cliente que queira um produto especifico, então a proprietária que é responsável por todos os setores da empresa, fica responsável de contatar seus fornecedores, ver qual deles tem o produto requerido, faz a analise de melhor preço, faz o pedido e leva o produto até o seu cliente. Por ser uma empresa que comercializa e não produz, ela não tem suprimentos, insumos e nem matéria-prima. Mas seus produtos são classificados e estocados por sessões, masculina, feminina, infantil, acessórios e perfumaria, tudo de acordo com os padrões necessários para se manter a ordem, organização e uma durabilidade maior de seus produtos.

A Rebeca Calçados é uma empresa de porte médio, situada na cidade de Itapipoca, no Ceará, tem por segmento, calçados feminino, masculino, infantil, esportivo, bolsas e acessórios. Está sempre ligada, no que é tendência de moda, no que está no gosto de seus clientes, tem um sistema de controle de cliente, no qual sempre está ligando, para informar o que tem de novidade e se informando do que o cliente precisa ou está procurando, para assim poder está fazendo o pedido de mercadoria a seus fornecedores. Ela não tem suprimentos, insumos e nem matéria-prima. Mas seus produtos são classificados e estocados por sessões, masculina, feminina, infantil, bolsas e acessórios.

Já a Paquetá Nordeste Ltda. é uma empresa que fábrica calçados femininos para exportação, fica na cidade de Uruburetama, no Ceará, ela recebe o pedido de seus clientes, analisa, faz a pesquisa de preços de seus fornecedores de matéria-prima, calcula os melhores valores de custo da produção e reenvia para o cliente. Depois que o cliente aprova e autoriza a produção, a empresa faz os pedidos de matérias, insumos e suprimentos necessários para a produção. Sua matéria-prima é estocada de acordo com o pedido do cliente e com a necessidade da produção. Seus produtos depois de feitos são passados pelo processo de vistoria de qualidade, enviados para a armazenagem no estoque, despois enviados por meios de caminhões-baú e contêineres para o porto, que levará o produto até o seus respectivos clientes.

Etapa 04

Gestão da cadeia de suprimentos (em inglês) Supply chain management (SCM) é o gerenciamento de uma rede interligada denegócios envolvidos na provisão final de pacotes produto e serviço requeridos por clientes finais (Harland, 1996). Gestão da cadeia de suprimentos abrange todo o movimento e armazenamento de matéria prima, trabalho em processo de inventário, e produtos acabados do ponto de origem até o ponto de consumo (cadeia de suprimentos).

A logística de produção (tradução de production logistics) de uma indústria, também conhecida como PPCP (Planeamento, Programação e Controle da Produção) (Severo, 2006, p. 97), é um segmento da indústria automatizada, que trata da gestão e controle de mão-de-obra, material e informação no processo produtivo (Flexlink, 2008).

Devido à grande complexidade que as grandes plataformas industriais apresentam, dada à enorme quantidade de materiais, operários e máquinas, a gestão destes recursos é feita maioritariamente por computador. São estes processos logísticos contínuos de controlo da produção e também das encomendas, que se dá o nome de logística de produção.

Uma logística de produção eficiente resulta em tempo e dinheiro ganho na produção (Allen, 2001, p. 215).

Esta área é, assim, essencial para o sucesso de empresas na economia de mercado global, que hoje existe, uma vez que se preocupa com o aperfeiçoamento de tarefas fabris, quer pela adição de processos mais eficazes, quer pela eliminação de outros desnecessários.

Considerações Finais

Concluímos que a administração de materiais é um conjunto de atividades que tem a finalidade de assegurar o suprimento de materiais necessários ao funcionamento da organização, no tempo correto, na quantidade necessária, na qualidade requerida e pelo melhor preço. Trata de todas as etapas de movimentação e de guarda desses materiais, e visa garantir que o investimento em estoques seja de rentabilidade segura, em termos de lucro e de atendimento às metas da organização.

O conceito de ocupação física que se concentrava mais na área do que na altura, esta mudando. Em geral, o espaço destinado à armazenagem era sempre relegado ao local menos adequado. Com o passar do tempo, o mau aproveitamento do espaço tornou-se um comportamento antieconômico.

Não era mais suficiente apenas guardar a mercadoria com o maior cuidado possível. Racionalizar a altura ocupada foi a solução encontrada para reduzir o espaço e guardar maior quantidade de material.

Bibliografia

https://docs.google.com/document/d/1Q9SF-81LBvKfoYtFtuFvz_ZuBV-4rvlGLX3YRo41qTM/edit?hl=pt_BR

http://pt.wikipedia.org/wiki/Gest%C3%A3o_da_cadeia_de_suprimentos

MARTINS, Petronio Garcia. CAMPOS, Paulo Renato. Administração de Materiais e Recursos Patrimoniais – 3ª Edição. Ver e atualizada. – São Paulo : Saraiva, 2009.

...

Baixar como  txt (13.1 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »