TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Prova N2 Gestão De Marketing

Por:   •  19/11/2014  •  2.628 Palavras (11 Páginas)  •  2.104 Visualizações

Página 1 de 11

Pergunta 1

0 em 0,8 pontos

Incorreta

Dona de uma marca tradicional e habituada à liderança folgada em várias categorias, a Johnson & Johnson viu-se obrigada a se mexer. “Não porque o que estávamos fazendo não estava dando certo. Mas porque o mercado mudou e os concorrentes se multiplicaram”, afirma Duda [Maria Eduarda Kertész, presidente da divisão de Consumo da empresa], que comanda a maior operação da área de consumo da J&J fora da matriz.

No Brasil, a divisão – que reúne produtos de beleza, linhas de bebês e de cuidados com saúde e medicamentos de venda livre – é responsável pela maior parte do faturamento da empresa, que tem ainda as áreas farmacêutica e médica. Com receita global de US$ 65 bilhões em 2011, a Johnson não abre os números da região. [...]

Para partir para a briga, a primeira modificação da multinacional foi na estrutura de cargos da empresa, a começar pelo de Duda. A presidente comanda o que antes eram quatro unidades de negócios diferentes. “A lógica anterior era uma estratégia verticalizada para que tudo o que fosse feito na matriz chegasse mais rapidamente aos países, explica a executiva. A nova ordem é ganhar agilidade na operação local. “Com quatro chefes, o processo de decisão era bem mais complexo”, diz.

FONTE: LUZ, Cátia. “Como Duda quer fortalecer a Johnson”. In: O Estado de S. Paulo – Negócios, 19/3/12.

A concorrência da J&J se multiplicou no Brasil em função da economia do País,

POR ISSO

A compreensão dos aspectos macroambientais é tão importante na determinação de uma estratégia mercadológica.

Com base no texto 3, é CORRETO afirmar que

Resposta

Resposta Selecionada: d.

as duas afirmativas são verdadeiras, e a segunda justifica a primeira.

Resposta Correta: b.

a primeira afirmativa é falsa, e a segunda é verdadeira.

Feedback da resposta:

Tem certeza de que a concorrência da J&J se multiplicou no Brasil em função apenas da economia?

Pergunta 2

0 em 0,8 pontos

Incorreta

Para reagir às investidas da concorrência e buscar uma taxa de crescimento 50% maior no País, a Johnson & Johnson decidiu fazer escolhas. “Antes o investimento era feito em milhões de pequenas coisas. Agora, temos apostas”, explica Duda [Maria Eduarda Kertész, presidente da divisão de Consumo da empresa]. Produtos com diferenciação tecnológica – como protetor solar e a linha de beleza – ou com grande potencial de crescimento, como antisséptico bucal, hoje presente em apenas 23% dos lares brasileiros, são agora prioridade. A linha bebê, um dos carros-chefes da multinacional, também está no topo da lista. Mercados consolidados, como os da marca Band-Aid e Cotonete, ou “commoditizados”, de margens baixas, como o de fraldas, ficarão em segundo plano.

LUZ, Cátia. Como Duda quer fortalecer a Johnson. O Estado de S. Paulo – Negócios, 19/3/12.

O trecho acima pode caracterizar uma estratégia de crescimento

Resposta

Resposta Selecionada: d.

Intensivo por desenvolvimento de mercados.

Resposta Correta: e.

Intensivo por desenvolvimento de produtos.

Feedback da resposta:

Ao investir em produtos carros-chefe da linha, que tenham diferenciação tecnológica ou grande potencial de crescimento, a J&J mostra que sua estratégia de crescimento está baseada no modelo intensivo por desenvolvimento de produtos.

Pergunta 3

0,8 em 0,8 pontos

Correta

“Mandamos pouco menos de 1% de nossa produção para o Japão e Estados Unidos, mas é uma exportação destinada a migrantes brasileiros que moram nesses países”, diz Alexandre Delmanto, principal executivo da Catupiry. “A ideia agora em Nova York é fazer o que o Armando [Alba, criador da pizza de catupiry] fez com as pizzarias daqui [oferecendo o produto e mostrando como

...

Baixar como (para membros premium)  txt (17.4 Kb)  
Continuar por mais 10 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com