TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Higiene, Saúde e Segurança no Trabalho

Por:   •  1/6/2013  •  Tese  •  879 Palavras (4 Páginas)  •  430 Visualizações

Página 1 de 4

Escola da Apel

Disciplina: Higiene, Saúde e Segurança no Trabalho

Professora: Cláudia Gonçalves

Ano Letivo 2012/2013

Trabalho Elaborado Por:

Carolina Gomes

Carlota Passos

Turma SJ2

Índice

Introdução 3

Definição 4

Consequências 5

Efeitos de Temperatura (altas e baixas) e sintomas para os trabalhadores 6

Equipamentos de medição 7

Medidas de proteção coletiva (construtivas e organizacionais) 8

Medidas de proteção individual 9

Artigo 25º da portaria n.º 53/71 de 3 de fevereiro 10

Artigo 7º da portaria n.º 987/93 de 6 de outubro 11

Conclusão 12

Introdução

No âmbito da disciplina de Higiene, Saúde e Segurança no trabalho foi-nos proposta a realização de um trabalho cujo tema é “Riscos do Ambiente Térmico”.

Ao longo do nosso trabalho abordaremos alguns tópicos relevantes acerca do tema, tais como: efeitos da temperatura (quer seja alta, quer seja baixa), medidas de prevenção (coletiva e individual), equipamentos de medição de temperaturas, entre outros.

Esperemos que o propósito deste trabalho seja alcançado com a maior eficácia e que se torne elucidativo para quem o lê.

Definição

O ambiente térmico define-se como o conjunto de fatores térmicos ou meteorológicos no local de trabalho, que influenciam as trocas de calor entre o meio e o organismo humano, sendo de extrema importância para a saúde e bem-estar.

Para sentir-se conforto térmico a temperatura deve situar-se entre os 21 graus Celsius e os 26 graus Celsius.

Outros fatores que podem afetar o conforto térmico são os seguintes:

• a humidade relativa do ar (deve estar entre os 55% a 65%);

• a velocidade do ar (deve ser cerca de 0,12 m/s);

• o nível da atividade do indivíduo;

• a resistência térmica das roupas.

Consequências

Os problemas normalmente ocorrem em ambientes frios ou quentes e são mais graves quando estes dois ambientes se combinam.

• Quentes: fundições, fornos cerâmicos, padarias, …

• Frios: armazéns frigoríficos, atividades de pesca, …

• Neutros: escritórios, …

Efeitos de Temperatura (altas e baixas) e sintomas para os trabalhadores

Altas:

A subida da temperatura acima da zona de conforto começa a provocar problemas, primeiro de natureza subjetiva, depois mais a mais de natureza fisiológica até atingir o limite físico de tolerância.

A subida de temperatura acima da zona de conforto, começa a provocar problemas de natureza:

• Psicológicas: incomodo, mal-estar;

• Psicofisiológicas: aumento da sobrecarga do coração e aparelho circulatório;

• Patológicas: agravamento de doenças.

Existe também uma classificação racional de transtornos causados a altos níveis de calor ambiental. As consequências da hipertermia poderão ser:

- Transtornos psiconeuróticos

• fadiga térmica

-

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.2 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com