TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ACNE

Por:   •  14/10/2013  •  657 Palavras (3 Páginas)  •  77 Visualizações

Página 1 de 3

RESUMO

A acne é um processo inflamatório que acomete a maioria dos adolescentes, mas

também pode acometer indivíduos jovens e adultos causando um impacto negativo

sobre sua autoestima. Diversos tratamentos tem sido propostos, como por exemplo, o

peeling de ácido salicílico que é uma opção bastante utilizada e que vem apresentando

resultados satisfatórios.

INTRODUÇÃO

A acne vulgar é uma dermatose que a apresenta um acúmulo de sebo ou com

processo inflamatório do folículo piloso sendo mais freqüente em adolescentes. O

peeling de ácido salicílico é uma substância química indicada no tratamento da acne

com propriedades antiinflamatórias, esfoliante e redutor de oleosidade da pele acnéica.

O objetivo deste trabalho é aprofundar os conhecimentos sobre o processo

fisiopatológico da acne, bem como dos principais tratamentos utilizados para a mesma,

em particular o peeling de ácido salicílico.

MATERIAIS E MÉTODOS

Esta pesquisa de revisão bibliográfica será realizada com consulta em bases de

dados da internet, periódicos, livros e monografias na área.

REVISÃO DE LITERATURA

A acne vulgar é típica em adolescentes atingindo 80% dos mesmos, sendo os

casos mais graves de maior incidência no sexo masculino. Sua manifestação se inicia

com uma inflamação do folículo pilo - sebáceo (RIBEIRO, 2006; ROTTA, 2008).

Caracteriza-se pelo surgimento de comedões (cravos abertos e fechados),

pápulas, pústulas e cicatrizes. O comedão se dá na fase inicial da lesão podendo ou não

evoluir para pápulas, pústulas, nódulos e cistos, que é o quadro evoluído a processos

inflamatórios (LEONARDI, 2008).

A causa da acne apresenta envolvimento multifatoriais sendo os seguintes:

· Predisposição genética;

· Hiperqueratinização folicular;

· Aumento dos hormônios androgênicos;

· Aumento da atividade seborreica (produção de sebo);

· Colonização bacteriana do folículo, os microrganismos mais envolvidos:

Propionibacterium acnes e Staphylococcus epidermides;

· Liberação de mediadores da inflamação no folículo e na derme adjacente

(ROTTA, 2008).

A acne vulgar pode ser classificada conforme as lesões apresentada:

· Grau I – Acne comedoniana ou acne não-inflamatória: apresenta apenas

comedões fechados e abertos.

· Grau II – Acne papulopustulosa: presença de lesões inflamatórias

(pápulas/pústulas) com numerosos comedões.

· Grau III – Acne nodulocística: presença de nódulos e pseudocistos além

de comedões, pápulas e pústulas. O quadro pode ser moderado ou grave.

· Grau IV – Acne conglobata: há lesões bastante inflamatórias,

exuberantes, com drenagem de material seropurulento ou hemático, formando

abscessos evoluindo para lesões cicatriciais.

· Grau V – Acne fulminante: agravamento para necrose das lesões,

leucocitose e eritema inflamatório com quadro febril (ROTTA, 2008).

Peelings consistem na aplicação de um ou mais agentes químicos na pele,

provocando a degradação de porções da epiderme e/ou derme induzindo na seqüência

uma reepitelização e renovação dos tecidos epidérmicos e dérmicos, sendo indicado no

tratamento de

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.4 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »