TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Recursos Materiais Patrimoniais

Trabalho Universitário: Recursos Materiais Patrimoniais. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  26/3/2013  •  9.751 Palavras (40 Páginas)  •  4.066 Visualizações

Página 1 de 40

UNIP – UNIVERSIDADE PAULISTA

INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO

Cursos de Gestão

RECURSOS MATERIAIS E PATRIMONIAIS

( Administração de Suprimentos)

Prof. Rodolpho Antonio Mendonça Wilmers, apostila adaptada pela Prof Claudia Corrêa Vieira Barbosa para uso em sala de aula.

São Paulo

2011

RECURSOS MATERIAIS E PATRIMONIAIS

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO...................................................................................................04

Estudo de Caso:: Administrando Estoques .................................................08

ADMINISTRAÇÃO DOS SUPRIMENTOS GESTÃO DE ESTOQUES E CADEIS DE SUPRIMENTOS............................................................................10

- Administração de Recursos.........................................................................11

- Administração de Materiais e Suprimentos................................................13

- Administração do Patrimônio ......................................................................22

- Terceirização: Comprar ou Fabricar............................................................24

- Gestão de Estoques;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;.;;29

- Estudo de Caso: Gestão de Estoqueds e Sistemas de Informação: Instrumentos Imprescindíveis para eficiência nas organizações ..............43

INVENTÁRIO...................................................................................................46

GESTÃO NA CADEIA DE SUPRIMENTOS.....................................................47

MOVIMENTAÇÃO DE MATERIAIS NA CADEIA DE SUPRIMENTOS............66

Referências Bibliográficas..............................................................................78

INTRODUÇÃO

Poucos tem experiência em Engenharia Civil ou em construção de edifícios. Mas todos vemos quando uma casa, um edifício ou uma ponte começa a ser construída. E intuitivamente sabemos que não é possível começar a construção pelo telhado, mas sim pelos alicerces.

Durante a construção, acontecem diferentes etapas, que exige do mestre de obras ou da empresa de engenharia responsável por tal, a atenção necessária para que os componentes necessários para cada estágio estejam lá disponíveis no momento em que se fizerem necessários, nem antes (pois podem ser danificados por outras atividades da obra), nem depois (pois a obra pode parar).

No Brasil e no mundo passamos por diferentes instantes econômicos, que variam devido a razões explicáveis ou não. Nunca saberemos com exatidão quando tais momentos vão acontecer, e quando ocorrem, vemo-nos perante distintas situações.

Se a economia começa a crescer muito rápido, os produtos desaparecem, visto que a demanda (o consumo) é superior a oferta (a produção).

Se a economia desacelera, os produtos começam a sobrar, visto que a demanda é inferior a oferta.

Nos dois casos acima, existe um complicador muito grande para a gestão de uma obra civil.

Se os materiais começam a desaparecer devido a um desabastecimento, o administrador da obra precisa encontrar outras fontes de fornecimento, substituir marcas ou até qualidade, programar entregas futuras, pagar acima do que havia sido projetado, aumentando o custo do projeto, ou se os materiais começam a sobram no mercado e o administrador da obra tinha feito um planejamento prevendo escassez, começara a ficar com estoque de materiais antes da real necessidade da obra, sendo obrigado a pagar por armazenagem, protegendo os produtos, e desembolsando o dinheiro das compras antes do previsto, devido a oferta excessiva no mercado.

Considera-se a Administração de Suprimentos: a atividade de cuidar para que os insumos (materiais e mão-de-obra) não faltem no momento certo, evitando paradas de produção ou excesso de estoques.

A Administração de Materiais tecnicamente bem aparelhada é, sem dúvida, uma das condições fundamentais para o equilíbrio econômico e financeiro de uma empresa.

Antes da década de 1980, a grande preocupação das organizações era produzir, vender e faturar, sem nenhuma preocupação com estoques: os estoques eram a base para garantir as vendas.

Por essa época o Japão começou a fazer frente aos Estados Unidos da América em termos industriais, e rapidamente alcançou a Europa, e os países do terceiro mundo, incluindo o Brasil: o Japão iniciou a oferta de produtos com excelente qualidade, com baixo preço, e com muita rapidez na entrega. Nenhuma indústria ocidental estava preparada para tal embate.

Estoques volumosos se confrontavam com “zero”estoque por parte dos japoneses. Prazos de entrega longos, devido ao estilo de administração das empresas , eram pulverizados pelas industrias japonesas, que atendiam a seus pedidos de forma quase imediata.

Sem dúvida o objetivo principal de uma organização é a maximização do lucro sobre o capital investido, e os japoneses conseguiram juntar distintos conceitos na busca do lucro: investimento de capital em fábricas modernas, funcionando em células de manufatura, equipamentos modernos e automatizados, financiando vendas, reduzindo estoques, entre outras ações.

Pensando de forma mais ampla, vermos que países como o Brasil passaram muitos anos sendo conhecidos

...

Baixar como (para membros premium)  txt (64 Kb)  
Continuar por mais 39 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com