TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ATPS Estrutura E Analise De Demonstrações Financeiras - ETAPA 1

Pesquisas Acadêmicas: ATPS Estrutura E Analise De Demonstrações Financeiras - ETAPA 1. Pesquise 804.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  29/9/2013  •  2.089 Palavras (9 Páginas)  •  625 Visualizações

Página 1 de 9

SUMÁRIO

1.INTRODUÇÃO...............................................................................................03

2.RELATORIO..................................................................................................04

3.PLANILHA DE ANALISE VERTICAL E HORIZONTAL.................................11

4.ANALISE VERTICAL E ANALISE HORIZONTAL.........................................14

6.CONCLUSÃO.................................................................................................15

INTRODUÇÃO

Nesta etapa foram utilizados os cálculos pela analise vertical e a analise horizontal para verificar o Balanço Patrimonial e a Demonstração do Resultado do Exercício de valores referentes ao ativo e o passivo. Auxiliando assim a verificar gastos e lucros analisando se a proporção de contas individuais altera o resultado final e se o mesmo se sobressai sobre seus ganhos.

Estrutura das Demonstrações Financeiras

Estrutura do ativo

O ativo representa os bens e direitos que a empresa possui.

Na legislação brasileira, o ativo é dividido em três grupos:

• Circulante: Ativo s que a empresa ira receber ou realizar no prazo máximo de um ano a partir da data do balanço, suas principais contas são: caixa e bancos, aplicações financeiras, duplicatas a receber e estoques.

• Realizável longo prazo: ativos que serão recebidos ou realizados após um ano, suas principais contas: créditos de coligadas/controladas.

• Permanente: ativos de uso e utilização nas atividades da empresa e cuja realização é demorada. A principio estes ativos não estão disponíveis para venda; sua principais contas : investimentos ,imobilizado.

Em suma realizar um ativo significa transforma-lo em dinheiro.

Bens ou direitos / aplicações de recursos

O ativo representa as aplicações ou usos dos recursos.

Temos ativos quando se aplicamos recurso na compra ou aquisição.

O balanço mostra qual é o volume de recursos que a empresa utilizou para manter ou aumentar seus ativos e como recursos serão distribuídos dentro do ativo.

A analise do ativo deve ser feita observando-se quando há recursos de curto prazo (circulante) e quando há recursos de longo prazo (realizável e permanente)

O ativo mais importante é o de curto prazo que tem a maior liquidez e que é utilizado para garantir o pagamento de despesas e dividas.

O ativo imobilizado mostra somente o volume de recursos que permanece mais tempo na empresa.

Estrutura do passivo

O passivo representa as dividas e obrigações que a empresa possui, ele também é divido em três grupos, e cada um define prazos diferentes para o pagamento de dividas.

• Recurso de terceiros que é dividas afetivo.

• Recursos próprios que são recursos que pertencem aos sócios, mas que são utilizados pele empresa.

• Circulante: até um ano

• Exigível longo prazo: mais de um ano.

• Patrimônio liquida que são de propriedade dos sócios e que permanecem com a empresa para seu uso próprio, pericecais contas: capital social reservas de lucros, e lucros acumulados.

Dividas e obrigações / fonte de recursos

O passivo representa as fontes ou origens dos recursos.

As fontes que financiam a empresa são:

Passivo circulante

Recursos de terceiros:

Exigível longo prazo

A Relação entre recursos de terceiros e recursos próprios é que vai definir quanto à empresa depende de terceiros.

Quanto maior o volume de recursos de terceiros tais como fornecedores, impostos, sala riso, empréstimos, maior é o risco financeiro.

Estrutura da demonstração de resultados

A demonstração de resultados mostra:

Receitas são fontes de recursos.

Despesas e custos são aplicações de recursos.

A demonstração de resultados é feita como objetivo de mostrar os resultados sendo ele lucra ou prejuízo.

Para isso somam-se as receitas e diminuem-se as despesas ou custos, obtendo assim os resultados.

Lucro liquida: se negativo é prejuízo.

Equivalência patrimonial resultados não operacional e c.mdo balanço podem ser receita ou despesas.

Fontes de recursos são todas as receitas, tais como receitas de vendas receita financeiras e quando for o caso equivalência matrimonial, resultados não operacionais e c.mdo balanço.

Aplicações de recursos são todas as despesas ou custos, tais como: c.m.v, despesas operacionais, provisão de imposto de renda, e quando for o caso, equivalência patrimonial, resultados não operacionais e c.mdo balanço.

A informação importante da demonstração é sem duvida o resultado final.

Quanto mais os lucros que uma empresa puder obter, maior será sua capacidade de investir em seus ativos utilizando seus recursos próprios.

Podemos dividir as demonstrações

...

Baixar como (para membros premium)  txt (14.2 Kb)  
Continuar por mais 8 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com