TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Acidentes Osseos

Por:   •  14/9/2013  •  881 Palavras (4 Páginas)  •  813 Visualizações

Página 1 de 4

Acidentes Ósseos

São marcas que os ossos possuem. Damos nome a qualquer impressão que o osso possa ter, pode ser uma depressão, um "furo ou buraco", uma elevação. Vamos estudar esses nomes agora.

Eminências: São elevações que o osso pode apresentar. Podem fazer parte de uma articulação como também podem servir para inserções musculares ou ligamentares ou para os mais diversos fins.

Como exemplo de eminência articulares temos: cabeças, trócleas, côndilos e etc..

Não articulares: processos, tubérculos, tuberosidades, trôcanteres, espinha, eminência, lâminas e cristas.

Depressões: Como o nome já diz, são escavações que o osso pode apresentar. Podem fazer parte de uma articulação como também podem servir para inserções musculares ou ligamentares, para permitir a passagem de nervos ou vasos e também para outros fins.

Depressões articulares: cavidades glenóides e acetábulo.

Depressões não Articulares: fossas, sulcos e canais.

Foramens: São "furos ou buracos" nos ossos por onde passam estruturas anatômicas. Podem ser chamados de forâmen ou apenas forame.

Exemplo: forame magno no occipital por onde a medula espinha se comunica com o tronco encefálico. Foramen transversário nas vértebras cervicais por onde passam as artérias cervicais.

Impressões: São as linhas ou margens que os ossos possuem. Geralmente relacionada a um ligamento ou inserções musculares.

ESQUELETO AXIAL

O Esqueleto Axial corresponde às regiões da cabeça, coluna vertebral e tronco.

CABEÇA

A cabeça óssea é formada por 29 ossos, 11 dos quais são pares, e pode ser didaticamente subdividida em crânio (ou crânio neural) e face (ou crânio visceral).

Crânio  subdivide-se em calota craniana e base.

 Calota – 2 ossos ímpares (frontal e occipital)

– 2 ossos pares (parietais e temporais)

 Base – etmóide (anteriormente) e esfenóide (posteriormente a ele)

Face  2 ossos ímpares (vômer e mandíbula)

 6 ossos pares (maxilas, zigomáticos, nasais, lacrimais, palatinos, conchas nasais inferiores)

Nas cavidades timpânicas, encontramos ainda os ossos martelo, bigorna e estribo.

Encontramos também o osso hióide, na região abaixo da mandíbula, que não se articula com nenhum outro.

PRINCIPAIS ACIDENTES ÓSSEOS DA CABEÇA

OSSO FRONTAL

LOCALIZAÇÃO: Região ântero-superior do crânio

ESTRUTURA

FUNÇÃO / CARACTERÍSTICA

GLABELA

Área lisa localizada logo acima do nariz, entre os supercílios.

FORAMES ou INCISURAS SUPRA-ORBITAIS

Aberturas para vasos sanguíneos e nervos, acima das órbitas.

MARGEM SUPRA-ORBITAL

Contorno superior da órbita.

PROCESSO ZIGOMÁTICO

Continuação da margem supra-orbital, lateralmente.

SEIOS FRONTAIS

Cavidades aéreas internas, próximas às órbitas.

ARCOS SUPERCILIARES

Elevações arqueadas que se estendem lateralmente, a partir da glabela.

OSSO PARIETAL

LOCALIZAÇÃO: Linha mediana, formando a maior parte da abóbada craniana.

ACIDENTE ÓSSEO

FUNÇÃO / CARACTERÍSTICA

MARGEM FRONTAL

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.8 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »