TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Analise Investimentos

Por:   •  23/9/2013  •  3.005 Palavras (13 Páginas)  •  480 Visualizações

Página 1 de 13

ANÁLISE DE INVESTIMENTOS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

RIO GRANDE/RS

2013

ANÁLISE DE INVESTIMENTOS

Atividade Prática Supervisionada apresentada à Universidade Anhanguera-UNIDERP, como exigência parcial para a disciplina de Análise de Investimentos do curso de Administração, sob orientação do Profª. Ivonete Melo de Carvalho.

SUMÁRIO

Introdução 3

Desenvolvimento 4

Conclusão 14

Referências Bibliográficas 15

INTRODUÇÃO

Em economia, investimento significa a aplicação de capital em meios de produção, visando o aumento da capacidade produtiva (instalações, máquinas, transporte, infraestrutura), ou seja, em bens de capital. O investimento produtivo se realiza quando a taxa de lucro sobre o capital supera ou é pelo menos igual à taxa de juros ou que os lucros sejam maiores ou iguais ao capital investido.

O investimento bruto corresponde a todos os gastos realizados com bens de capital (máquinas e equipamentos) e formação de estoques.

O investimento líquido exclui as despesas com manutenção e reposição de peças, depreciação de equipamentos e instalações. Como está diretamente ligado à compra de bens de capital e, portanto, à ampliação da capacidade produtiva, o investimento líquido mede com mais precisão o crescimento da economia.

"Investimento" também pode referir-se à compra de ativos financeiros (ações, letras de câmbio e outros papéis).

DESENVOLVIMENTO

Investimento é a aplicação de algum tipo de recurso (dinheiro ou títulos) com a expectativa de receber algum retorno futuro superior ao aplicado compensando inclusivamente a perda de uso desse recurso durante o período de aplicação (juros ou lucros, em geral ao longo prazo). Num sentido amplo, o termo aplica-se tanto à compra de máquinas, equipamentos e imóveis para a instalação de unidades produtivas como à compra de títulos financeiros (letras de câmbio, ações). Nesses termos, investimento é toda aplicação de dinheiro com expectativa de lucro. Em sentido estrito, em economia, investimento significa a aplicação de capital em meios que levam ao crescimento da capacidade produtiva (instalações, máquinas, meios de transporte), ou seja, em bens de capital. O investimento bruto: corresponde a todos os gastos realizados com bens de capital (máquinas e equipamentos) e formação de estoques. O investimento líquido: exclui as despesas com manutenção e reposição de peças, equipamentos, e instalações desgastadas pelo uso. Como está diretamente ligado à compra de bens de capital e, portanto, á ampliação da capacidade produtiva, o investimento líquido mede com mais precisão o crescimento da economia.

Os principais tipos de investimentos são:

Investimentos Públicos: É um investimento realizado sem expectativa de retorno de montante investido. Esse tipo de investimento é realizado geralmente pelo Estado no sentido de melhorar as condições de existência de setores de baixa renda, como a construção de moradias populares, saneamento básico, ou mesmo realizações de obras de infraestrutura como estradas, que estimulam os investimentos privados através da oferta de um produto ou serviço antes inexistente.

Exemplos: Hospitais, escolas, rede de saneamento básico, dentre outros.

Investimentos Privados: São recursos disponibilizados por pessoas jurídicas ou físicas de direito privado, a fim de gerar retorno monetário aos investidores. Esses investimentos são os maiores geradores de empregos e tributos de qualquer país capitalista.

Exemplos: Fabricas particulares, empresas de prestação de serviços particulares, lojas de varejo, dentre outros.

Investimentos Mistos: Investimentos Mistos: São recursos disponibilizados em parte pelos governos ou entidades publicas e em parte por pessoas

...

Baixar como (para membros premium)  txt (21.3 Kb)  
Continuar por mais 12 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com