TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Atps Teoria Da Contabilidade 2012

Dissertações: Atps Teoria Da Contabilidade 2012. Pesquise 813.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  19/4/2013  •  1.579 Palavras (7 Páginas)  •  1.230 Visualizações

Página 1 de 7

Universidade Anhanguera – UNIDERP

Administração e Ciências Contábeis

Alunos

Silvana Costa Silva – RA 3876733192

Vivian Cassiano – RA 4300066054

Rafael Peixoto – RA 4300066052

Ronaldo N. Campos – Ra 4311793731

Teoria da Contabilidade

São José dos Campos

2012

UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP

Alunos

Silvana Costa – RA 3876733192

Vivian Cassiano – RA 4300066054

Rafael Peixoto – RA 4300066052

Ronaldo N.Campos – RA 4311793731

Teoria da contabilidade

ATPS apresentada a Universidade Anhanguera como parte da exigência para aprovação no segundo semestre do Curso Superior em Administração e Ciências Contábeis.

APROVADA:________________________

Banca Examinadora:

Professor Responsável EAD :Ms __________________

Tutor do Curso : Prof.ª _____________________

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO

2. ETAPA 01 – HISTORIA DA CONTABILIDADE

2.1 Origem

2.2 A revolução da contabilidade dos primeiro registro ate as partidas dobradas

3. ETAPA 02 – Qual utilidade da contabilidade

3.1 Qual o objetivo de contabilidade

3.2 Quais seus principais usuários e necessidade

3.3 Quais as características qualitativas das demonstrações contábeis.

4. ETAPA 03 – Princípios contábeis

4.1 Quadros comparativo

5. ETAPA 04 O que é ativo

5.1 04 O que é Ativo e as formas de avaliação do ativo enfatizando ativo intangível.

5.1 Conceitue passivo e patrimônio liquido, enfatizando as contas de reservas.

5.2 conceitue receitas, despesas, perdas e ganhos Exemplifique uma situação

6. CONCLUSÃO

7. BIBLIOGRAFIA

1. INTRODUÇÃO

Esperamos ao termino deste trabalho ter apresentado de forma clara e simples o que realmente é a “contabilidade”, uma arte refinada, que nasceu da necessidade recorrente do homem de ter controle, e assim projetar seus passos. Podemos compreender na apresentação abaixo que tratar a contabilidade apenas como um meio para um fim , é algo muito simplório, uma vez que a contabilidade por sua natureza faz parte do nosso cotidiano, no comercio, nas industrias, no controle patrimonial de bens físicos de uma pessoa física, sabe aquela listinha de supermercado, onde você lança a origem do bem e associe sua quantidade em estoque? Exatamente ali, temos um exemplo simples, mas claro de planilha contábil. A contabilidade é usada como meio de controle de posses, como referencia para tomada de descisões, como método de projeção do que se espera para o futuro. Sendo assim seus diversos relatórios e métodos, não são um acontecimento isolado do desenvolvimento natural da vida, mas acompanha e muitas vezes ajuda a determinar o caminho que ela vai seguir.

Os autores

2. – A HISTORIA DA CONTABILIDADE

2.1 – ORIGEM

A contabilidade teve origem da necessidade humana e social de proteção aos bens e na perpetuação dos fatos no decorrer dos anos.

Estima-se que por volta de quatro a seis mil anos antes de Cristo o homem utilizava-se de um método muito simples mas eficaz de guardar uma pedrinha para cada animal que possuía, criando assim o inventário.

A contabilidade é tão antiga quanto a humanidade, possui registro de vestígios que já existiam formas ainda que simples de controle de bens , com a junção de figuras e pedrinhas que identificavam quantidade, isto a aproximadamente 2000 a.c , bem antes da criação do Papiro pela civilização Babilonica, nos anos de Cristo.

Encontramos provas de sistemas contábeis simples, registradas em documentos da época, de diversas ciências que já eram desenvolvidas e respeitadas pela civilização que existia, exemplos destes fatos podemos citar na antiguidade registros no livro de Jó, Bíblia, que é considerado o mais antigo, onde em alguns capítulos vemos demonstrados os bens que Jó possuía antes e depois de perder tudo, fazendo um balanço comparativo.

2.3 – EVOLUÇÃO CONTABIL

A sua evolução foi muito lenta ao longo dos séculos, passando desde os símbolos na argila, pela origem da escrita e a habilidade de contar.

Período intuitivo primitivo – em 1800 a.C Quando surgem as primeiras contas primitivas rabiscadas em pedras, este período também ficou conhecido como a Idade da Pedra Polida.

Período racional mnemônico – 4000 a.C Impulsionada pela evolução da civilização, Pela necessidade dos Estados de controlarem seu crescimento populacional e impostos, e pela igreja que possua muitos bens e arrecadava altos valores em indulgências.

Período lógico racional – na segunda metade do século XI este momento neste período todos os processos criados até então são racionalizados, e passam a possuir normas e parâmetros que os tornam oficiais.

Período da literatura ou literário – A partir do século XV marcado por uma forte produção literária. Neste período o conhecimento se desenvolve, e tanto o governo , a igreja e o comercio, percebem que é necessário que exista um controle padrão,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (11.2 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com