TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Caso Concreto 1, Direito Penal 5

Por:   •  30/3/2014  •  1.015 Palavras (5 Páginas)  •  588 Visualizações

Página 1 de 5

Plano de Aula: Crimes contra a Administração Pública 1

DIREITO PENAL IV

Título

Crimes contra a Administração Pública 1

Número de Aulas por Semana

Número de Semana de Aula

1

Tema

Crimes praticados por Funcionário Público I

Objetivos

O aluno deverá ser capaz de:

• Conhecer o plano de aula.

• Analisar a aplicação, nos casos concretos apresentados, dos princípios constitucionais aos crimes contra Administração Pública, inclusive, o principio da insignificância.

• Identificar, nos casos concretos apresentados, os delitos contra a Administração Pública praticados por funcionário público e respectiva responsabilidade penal do agente.

• Diferenciar, nos casos concretos apresentados, os delitos de Peculato furto, peculato culposo, peculato desvio, peculato mediante erro de outrem.

• Diferenciar os crimes funcionais próprios e impróprios para fins de aplicação do preceito estabelecido no art. 30, do Código Penal.

Estrutura do Conteúdo

I - Considerações gerais: Bem jurídico tutelado.

1.1. Conceitos de Administração Pública e funcionário público para o Direito Penal.

1.2. Distinção entre funções precípuas e concorrentes da administração pública.

1.3. Distinção entre crimes funcionais próprios e impróprios.

1.4. Conceitos de funcionário público e, funcionário público por equiparação, previstos no Código Penal; distinção do conceito de múnus público.

1.5. Distinção entre o conceito de funcionário público, previsto no Código Penal, e autoridade pública, prevista na Lei n 4898/1965: natureza das funções exercidas; aplicação do princípio da especialidade e derrogação tácita de dispositivos do Código Penal.

1.6. A aplicação do principio da insignificância aos crimes contra Administração Pública.

II Crimes em espécie praticados por funcionário público.

- Elementos do tipo: objetivos, subjetivos e normativos.

- Sujeitos do delito.

- Consumação e Tentativa.

- Modalidades culposas.

- Figuras qualificadas, majoradas e privilegiadas.

- O concurso de pessoas e a incidência do art. 30, do Código Penal: comunicabilidade das circunstâncias pessoais.

- Questões controvertidas- entendimento dos Tribunais Superiores.

2.1. Peculato.

- Figuras típicas: Peculato furto, peculato culposo, peculato desvio, peculato mediante erro de outrem.

- Concurso de pessoas.

- Reparação do dano e extinção da punibilidade.

- distinção do delito de peculato dos delitos de falsificação de documento, furto e apropriação indébita.

2.2 Concussão.

- Análise do tipo penal.

- confronto com o delito de extorsão: semelhanças e dessemelhanças; concurso de crimes ou conflito aparente de normas.

- confronto com os delitos de corrupção ativa e passiva.

- Excesso de exação.

Indicação Bibliográfica

• Leia os arts. 312,313, 316 e 327, todos do Código Penal.

• Leia o seguinte Capítulo de seu Material Didático:

Título XI. Capítulo I. Dos crimes praticados por funcionário público contra Administração Pública em geral. Pp. 987 a 1021.

• Leia os Verbetes de Súmulas n. 83 e 147 do Superior Tribunal de Justiça.

• Leia o Verbete de Súmula n. 18 do Supremo Tribunal Federal.

• Leia as seguintes decisões proferidas pelos Tribunais Superiores e Estaduais

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.9 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com