TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Debate Sobre As Percepções, Envolvendo:

Pesquisas Acadêmicas: Debate Sobre As Percepções, Envolvendo:. Pesquise 785.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  20/10/2014  •  4.174 Palavras (17 Páginas)  •  218 Visualizações

Página 1 de 17

Psicologia da Aprendizagem

"A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.”

(Albert Einstein)

ETAPA 1: “Qual a importância da Psicologia para a Pedagogia?

A importância da Psicologia da Aprendizagem para a Pedagogia na educação ela possibilita a criança a apreender, planejar, direcionar e avaliar as suas ações, trazendo com esse processo alguns erros fazendo refletir sobre eles e enfrentar a possibilidade de corrigi-los.Com se experimentam alegrias, tristezas, períodos de ansiedade e de calma. Tratando de buscar consolo em seus semelhantes. Não concebe a vida em isolamento. Tal entendimento fundamenta e justifica a preocupação em pensar e promover o repensar das práticas pedagógicas instituídas, como sendo uma condição necessária para que essas práticas se façam de um modo mais ético, mais eficaz e eficiente, cumprindo assim a função de socialização.

Assim a psicologia da aprendizagem, aplica à educação e ao ensino, busca mostrar como, através da interação entre professor e alunos, entre os alunos, é possível a aquisição do saber e da cultura acumulados.

Através da Psicologia é possível compreender a amplitude das Ações e Comportamentos Humanos.

A Psicologia tem tamanha importância no reconhecimento de que a educação é um fenômeno verdadeiramente complexo e o seu impacto no desenvolvimento humano obriga que se considere a globalidade e a diversidade das práticas educativas em que o ser humano se encontra imerso, isto porque a educação se desdobra em múltiplos contextos nos quais as pessoas vivem e participam definidos como âmbitos educativos, assim a educação e ao ensino busca mostrar como através da interação entre professor e alunos e entre os alunos é possível a aquisição do saber e da cultura.

RELATORIO PARCIAL DAS CONTRIBUIÇOES DA PSICOLOGIA PARA A EDUCAÇAO.

A contribuição da psicologia para educação é a interação do desenvolvimento humano com a aprendizagem sem ela se deixa de se aperfeiçoar e amadurecer suas qualidades e com a psicologia que determinamos pensamentos, linguagem, motivações, atitudes e personalidade

A psicologia como uma das disciplinas que ajuda na formação do professor no seu desenvolvimento, conhecimento, habilidade, competências, atitudes e valores e ainda na possibilidade da construção de seus saberes fazeres docentes, a partir das necessidades e desafios que o ensino, como prático social, lhes coloca no cotidiano. Podendo então contribuir para que o professor desenvolva a capacidade de investigar a própria atividade, para, a partir dela, construir e transformar os seus saberes fazeres docentes, num processo contínuo de construção de sua identidade como professor.

O professor ao transmitir conhecimento desempenhará também a função de formador da personalidade de seus alunos no processo ensino-aprendizagem, pois o aluno por sua vez é um sujeito ativo de seu processo de formação e desenvolvimento intelectual, afetivo e social; e o professor tem o papel de mediador do processo de formação do aluno; a mediação própria do trabalho do professor é favorecer/propiciar a inter-relação(encontro/confronto) entre sujeito (aluno) e o objeto de seu conhecimento(conteúdo escolar); nessa mediação, o saber do aluno é uma dimensão importante do seu processo de conhecimento(processo de ensino-aprendizagem).

“A teoria sócio construtivista, concebe o ensino como uma intervenção intencional nos processos intelectuais, sociais e afetivos do aluno, buscando sua relação consciente e ativa com os objetos de conhecimento. Esse entendimento implica, resumidamente, afirmar que o objetivo maior do ensino é a construção do conhecimento pelo aluno, de modo que todas as ações devem estar voltadas para sua eficácia do ponto de vista dos resultados no conhecimento e desenvolvimento do aluno, tais ações devem pôr o aluno, sujeito do processo, em atividade diante do meio externo, no qual deve ser ‘inserido’ no processo como objeto de conhecimento, ou seja, o aluno deve ter com esse meio (que são os conteúdos escolares) uma relação ativa, uma espécie de desafio que o leve a um desejo de conhecê-lo.”

Partindo da visão da personalidade como constituída com base em um processo relacional, que portanto se forma também nas relações dentro da escola.

Entre a Educação e Psicologia existe uma aliança antiga e incontestável não tendo sido preciso esperar o momento recente da constituição da Psicologia como ciência independente da grande mãe, a Filosofia, para buscar respostas sobre como se aprende, quem é o sujeito da aprendizagem, como se deve ensinar, levando em conta as características psicológicas dos alunos, se é ou não válido aplicar punições e prêmios, qual é a importância da informação no desenvolvimento humano, em que consiste o ato de comunicação, o que interessa e dá prazer ao aluno quanto ao aprendizado escolar.

No entanto qualquer que seja o ângulo dessa reflexão, vamos constatar que, em nosso viver, a relação com o outro é uma questão central. Assim a psicologia também, aplica à educação e ao ensino, busca mostrar como, através da interação entre professor e alunos, entre os alunos é possível a aquisição do saber e da cultura acumulados. Por tanto papel do professor nesse processo, é fundamental. Ele procura estruturar condições para a ocorrência de interações professor/alunos/objeto de estudo, que levam à apropriação do conhecimento.

A sua contribuição no campo Educacional, é um tema cativante e desafiador que permanece atual e proporcionando estudos e pesquisas de vários e renomados cientistas. Ocupa papel de fundamental importância e tende a intensificar-se cada vez mais.

Deve-se lembrar sempre que essas contribuições precisam ser caracterizadas como um espaço de reflexão envolvendo a realidade escolar, assim como um espaço propício para a expressão das angústias e das ansiedades inerentes ao processo de formação.

A Psicologia no âmbito da escolar deve também contribuir para otimizar as relações entre professores e alunos, além dos pais, direção e demais pessoas que interagem nesse ambiente. É neste contexto e neste lugar que a Psicologia poderá contribuir para uma visão mais abrangente dos processos educativos que se passam no contexto educacional. Pois, uma vez que, as contribuições da psicologia inserida na equipe educacional,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (27.1 Kb)  
Continuar por mais 16 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com