TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Educa

Por:   •  15/11/2013  •  Tese  •  9.886 Palavras (40 Páginas)  •  544 Visualizações

Página 1 de 40

INTRODUÇÃO:

A logística internacional estudada em sala de aula é materializada pelo estudo da atividade de extração de minério de ferro na cidade de Corumbá/MS, com o intuito de fortalecer o comércio local e a geração de mais riquezas para o Brasil, pois a mineração possui mais de 30% na composição do Produto Interno Bruto (PIB) de Mato Grosso do Sul. Assim, a proposta visa analisar a logística internacional da unidade de Corumbá da mineração MMX. A empresa selecionada pelo grupo é a MMX, empresa de logística do Grupo EBX, responsável pela logística da mineradora corumbaense de grande porte da MMX, com a missão de revolucionar a logística portuária brasileira e contribuir para o crescimento do Brasil por meio de dois terminais portuários privativos de uso misto e de grande capacidade, comparáveis aos portos mais modernos do mundo, localizados na Região Sudeste do País. Os valores da MMX é atuar em conformidade com a legislação ambiental, assegurando o crescimento econômico, desenvolvimento social e equilíbrio ambiental. As informações foram coletadas com os gestores da MMX e a justificativa deve-se ao fato de que o minério de ferro é um produto que gera desenvolvimento para a cidade de Corumbá e do Estado de Mato Grosso do Sul, geração de emprego e renda por meio da arrecadação de impostos, assim, o grupo espera contribuir com este parceiro local por meio deste estudo proposto no desafio de aprendizagem e ser uma empresa que já exporta.

DESCRIÇÃO DA EMPRESA

A Vale S/A é uma empresa brasileira privada de capital aberto e uma das maiores mineradoras do mundo.

Criada em 1942, no governo Getúlio Vargas, a Vale é hoje uma empresa privada, de capital aberto, com sede na cidade do Rio de Janeiro, e ações negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (BM & FBOVESPA), na Bolsa de Valores de Paris, Madrid, Hong Kong, e Nova York. A Vale, tornou-se, hoje, a maior empresa de mineração diversificada das Américas e a segunda maior do mundo.

É a maior produtora de minério de ferro do mundo e a segunda maior de níquel. A Vale destaca-se ainda na produção de manganês, cobre, carvão, cobalto, pelotas, ferroligas e alguns fertilizantes, como os fosfatados (TSP e DCP) e nitrogenados (uréia e amônia).

O Conselho de Administração da Vale é controlado pela Valepar S.A, que detém 53,3% do capital votante da Vale (33,6% do capital total).

Opera em 13 estados brasileiros e nos cinco continentes e possui mais de dez mil quilômetros de malha ferroviária e 9 terminais portuários próprios. É a maior empresa no mercado de minério de ferro e pelotas (posição que atingiu em 1974 e ainda mantém) e a segunda maior produtora integrada de manganês e ferroligas, além de operar serviços de logística, atividade em que é a maior do Brasil.

No Brasil, os minérios são explorados por quatro sistemas totalmente integrados, que são compostos por mina, ferrovia, usina de pelotização e terminal marítimo (Sistemas Norte, Sul e Sudeste).

Em 24 de outubro de 2006 a Vale anunciou a incorporação da canadense Inco, a maior mineradora de níquel do mundo, que foi efetivada no decorrer de 2007. Após essa incorporação, o novo conglomerado empresarial CVRD Inco - que mudou de nome em novembro de 2007 - tornou-se a 31ª maior empresa do mundo, atingindo um valor de mercado de R$ 298 bilhões, à frente da IBM. Em 2008 seu valor de mercado foi estimado em 196 bilhões de dólares pela consultoria eEconômica, perdendo no Brasil apenas para a Petrobras (287 bilhões) e se tornando a 12ª maior empresa do mundo.

PRIMEIRO MDESAFIO

Dentre os fatores causadores destes longos ciclos estão os atrasos de comunicação, as exigências especiais de embalagem, a programação das embarcações, os longos tempos de percurso e aliteração alfandegária.

Outro grande desafio é tomar as decisões referentes aos modais de frete, aos pontos de consolidação e desconsolidação das cargas; e ao atendimento de peculiaridades nas demandas dos clientes, inclusive aquelas relativas aos países ou regiões onde se localizam.

Uma das formas de se lidar com estes desafios é a contratação de um operador logístico, que poderá se encarregar de todas ou parte das atividades necessárias para se tiver sucesso ao lidar com a logística internacional.

O Brasil necessita de grandes investimentos portuários, rodoviários e aeroviários, porem estes investimentos devem ser feitos de maneiras corretas para que realmente beneficiem a política

...

Baixar como (para membros premium)  txt (64 Kb)  
Continuar por mais 39 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com