TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Engenharia De Produção

Por:   •  21/9/2012  •  856 Palavras (4 Páginas)  •  850 Visualizações

Página 1 de 4

ENGENHARIA DE PRODUÇÂO

Introdução ao Ramo

Engenharia de Produção é o ramo da engenharia que gerencia recursos humanos, financeiros, e materiais visando sempre o aumento da produtividade de uma empresa. Os primórdios da profissão remontam ao ano de 1882 (ou 1912, segundo especialistas), por influência do movimento Scientific Management (Administração Científica), capitaneado principalmente por F.W. Taylor, Frank e Lillian Gilbreth, H.L. Gantt. O movimento em si foi uma resposta ao início da era da produção em massa difundida por Henry Ford, e a produção em escala industrial de automóveis como o Ford Modelo “T”.

Diante na nova realidade impulsionava pela industrialização, coube aos Engenheiros de Produção o papel de desenvolvedores dos processos produtivo, uma vez que a eles competiam à idealização e a regência de todas as atividades produtivas dos trabalhadores no chão de fábrica visando à obtenção do produto final. No fim da década de 50, o Brasil entra na era da industrialização por influência do então Presidente da República, Juscelino Kubitschek, cujo lema era “cinquenta anos em cinco” e pretendia desenvolver o país cinquenta anos em apenas cinco de governo.

O plano consistia no investimento em áreas prioritárias para o desenvolvimento econômico, principalmente, infraestrutura (rodovias, hidrelétricas, aeroportos) e indústria. Terreno fértil para a Engenharia de Produção, introduzida no Brasil no ano de 1959 pela Escola Politécnica da USP. O Engenheiro de Produção é um profissional que sempre procura formas de viabilizar o aumento da produção nas empresas, indústria, e prestadoras de serviços.

Engenheiros de Produção nos mais variados segmentos e empregabilidade

Hoje é possível encontrar Engenheiros de Produção nos mais variados segmentos e empresas do setor industrial e de serviços, sejam elas públicas ou privadas, desenvolvendo atividade em Gestão da Produção; Gestão da Qualidade; Gestão Econômica; Ergonomia e segurança do trabalho; Gestão de produto; Pesquisa Operacional; Gestão Estratégica e Organizacional; Gestão do Conhecimento Organizacional; Gestão Ambiental e Educação em Engenharia de Produção.

Segundo a professora Fernanda Cristina Vianna, coordenadora do curso de Engenharia de Produção das Faculdades Oswaldo Cruz (FOC), o expecto de atuação deste profissional se amplia cada vez mais. “A empregabilidade para os engenheiros de produção é a melhor possível, pois ele é um profissional que possui uma visão global de processos, conhece todas as etapas de ponta a ponta em qualquer setor. Ele é o único dos engenheiros que não tem uma visão fragmentada e isso lhe dá possibilidade de trabalhar em diversos lugares, inclusive fora da indústria, é muito comum encontrar esse profissional nas prestadoras de serviços”, apontou.

Diante de tais capacidades muitas pessoas acabam por equiparar a profissão à Administração de Empresas, porém as diferenças são significantes. A engenharia de produção tem em sua grade curricular forte conteúdo tecnológico, ou seja, os estudantes cursam as disciplinas básicas de química, física e matemática complementadas por um conjunto de matérias de engenharia, tais como materiais, desenho técnico, eletrotécnica, automação industrial e outras. Por outro lado, as duas carreiras têm matérias sobre administração, comércio,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.6 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com