TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Estudos Disciplinares II- TI

Por:   •  16/6/2014  •  1.990 Palavras (8 Páginas)  •  2.987 Visualizações

Página 1 de 8

Pergunta 1

1. A palavra economia deriva do grego oikonomia (de óikos, casa; nomos, lei) que significa a administração de uma casa, ou do Estado, e pode ser assim definida: Economia é a ciência social que estuda como o indivíduo e a sociedade decidem (escolhem) empregar recursos produtivos escassos na produção de bens e serviços, de modo a distribuí-los entre as várias pessoas e grupos da sociedade, a fim de satisfazer as necessidades humanas. Portanto, estuda o problema da produção e da distribuição de bens e serviços, produzidos pela sociedade para dar atendimento às necessidades de consumo da própria sociedade. Há diferentes tipos de bens, mas especificamente sobre os bens de consumo, podemos afirmar que:

a. São bens tangíveis que satisfazem indiretamente às necessidades humanas.

b. São bens econômicos utilizados diretamente para a satisfação das necessidades humanas.

c. São bens relativamente escassos que apresentam como característica básica somente o fato de terem preço e, portanto, valor de troca.

d. São bens econômicos de uso durável que satisfazem direta e indiretamente as necessidades humanas.

e. Nenhuma das alternativas anteriores.

1 pontos

Pergunta 2

1. Não é um instrumento da política monetária:

a. administração da taxa de juros.

b. elevação da alíquota do ICMS.

c. seleção do crédito.

d. operação de mercado aberto.

e. recolhimento compulsório.

1 pontos

Pergunta 3

1. A economia monetária é um ramo especializado da macroeconomia. A macroeconomia estuda a coordenação geral das atividades econômicas, isto é, a forma e os meios pelos quais uma economia, com milhares de produtos e de agentes, pode funcionar em harmonia e, na maioria das vezes, encontrar o equilíbrio ou tender a ele. Mas, como nem sempre esse equilíbrio geral é atingido, a macroeconomia também estuda as razões ou causas das falhas dessa coordenação, assim como as suas possíveis correções, por meio de políticas econômicas apropriadas. Essas falhas se manifestam por desequilíbrios, tais como instabilidade do nível de preços, do balanço de pagamentos e do crescimento da renda com repercussões na oferta de emprego. Diante dessas falhas, a condução da política econômica apresenta-se como norteadora dos objetivos que um governo pretende traçar para sua sociedade. Sobre políticas econômicas, assinale a alternativa correta.

a. A política fiscal enfatiza sua atuação sobre os meios de pagamento, títulos públicos e taxas de juros, modificando o custo e o nível de oferta do crédito.

b. A política monetária centraliza suas preocupações nos gastos do setor público e nos impostos cobrados da sociedade, procurando, por meio de maior eficácia no equilíbrio entre a arrecadação tributária e as despesas governamentais, atingir determinados objetivos macroeconômicos e sociais.

c. A política cambial está baseada na administração das taxas de câmbio, promovendo alterações das cotações cambiais e, de forma mais abrangente, no controle das transações internacionais executadas por um país. É fixada de maneira a dificultar as necessidades de expansão da economia e promover seu desenvolvimento econômico.

d. O Banco Central costuma realizar diversos empréstimos às instituições financeiras, conhecidos por empréstimos de assistência à liquidez, visando a equilibrar suas necessidades de caixa diante de um aumento mais acentuado de demanda por recursos de seus depositantes. A esse tipo de instrumento dá-se o nome de operação de recolhimento compulsório.

e. Se o governo elevar a cobrança de impostos das empresas, duas importantes repercussões estão previstas: redução dos resultados, o que torna o capital investido menos atraente, e também

...

Baixar como (para membros premium)  txt (13.2 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com