TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Foco De Um Pecuarista

Artigo: Foco De Um Pecuarista. Pesquise 858.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  5/4/2013  •  1.132 Palavras (5 Páginas)  •  444 Visualizações

Página 1 de 5

de Educação Profissional e Tecnológica

Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Goiano

Curso Técnico em Agropecuária

NOME: Angelo Wagner da Silva

Estagio

Urutaí, 30 de setembro de 2011

Foco de um pecuarista

O pecuarista que aumenta a sua produção e se expandir no mercado sem ter muitos custo, a sim deixa no as praticas do paca do para trais e contratando funcionários especializado na ria para ajuda, não seno assim só mais um pecuarista e sim um empresário.

Temos que inverti na coisa que o nossos bovinos mais patina que geralmente e nas pastagens e nutrição, que pode ser melhora com investimento em pastagens e em ração para os animais.

Ferramentas para otimizar o uso do boi:

Sustentabilidade: hoje não podemos realizar nenhum negócio, se ele não for amigável ao meio ambiente. Para ser justa precisa ser econômica, social, ambiental, politicamente correta e não compulsória, pois o produtor no vermelho nem sempre consegue-se manter no mercado.

O investimento com nutrição, manejo e mantre os bovino com saúde de boa qualide , ate que chegen no ponto de abate o custo é auto, 20 animas comfinado, por 56 dias custa en media $ 213,00.

temos que trata as noas pastagens com é tratado as nos lavoura: de soja , milho (evitar pisoteio fazeno rotasão de postagen , tratos cuturais como reposição de nutrients) pro que ração de boa qualide o seu custo é auto. Temos que aprimora e motiva a equipe, manter a amonia, amisade com as pesouas que estau trabalhano com você.

Desmama racional (diferença de 30 a 40 kg nos três primeiros meses).

Temos que da atenção para que o provisional, de sua com finsa para ter suceso com: utiliza os materias recomendado e faze as particas recomendado

Encurtar e profissionalizar a recria (segmento mais produtivo da pecuária).

Cruzamento industrial (a heterose pode conferir até 20% a mais no desempenho).

Evitar ociosidade genética (alimentação pobre desperdiça a genética).

Água = 60% do rebanho (quando farta, de boa qualidade e fácil acesso, pode aumentar o desempenho em até 29%,).

Sombra: importantíssima para o conforto animal (influencia em até 20% no desempenho).

Confinamento estratégico (somente as vantagens indiretas o justificam).

Logística (interfere no custo, no preço da @ e no litro de leite).

Bois inteiros (até 29% a mais no ganho de peso).

Creep feeding (reprodução 10% maior e peso a desmama 20 a 40 kg maior).

Saber competir dentro de casa (75% da carne bovina é consumida no mercado doméstico).

Diversificação (muitas vezes é a saída).

Atividade silvipastoril (vem crescendo com excelentes resultados).

Crédito de carbono (interessante buscar oportunidade).

Evitar desperdícios.

Confinamento:

Atividade com crescimento irreversível. Grande ferramenta no manejo da fazenda, na previsibilidade dos negócios, qualidade e uniformização da carcaça, giro de capital rápido, encurtamento do ciclo da pecuária.

Agregar valor ao nosso produto.

Política estratégica de relacionamento com a indústria frigorífica. Podemos mandar na compra, mas a venda tem preço fixo e sofre ação de mercado

Eficiência alimentar do rebanho

Desafio – segurança alimentar

“faça de seu alimento, o seu remédio”

Hipócrates “precursor da medicina”

Dieta balanceada = maior remédio para a vida saudável.

Principal vacina contra:

Infertilidade

Botulismo

Vaca caída

Doenças oportunistas (ex. Tristeza parasitária, coccidiose, pasteurelose, clostridioses, etc).

Diarréias

Pneumonias, verminoses .

Correta utilização do colostro pelo recém-nascido. Médica pediátrica

Oferta de pasto com qualidade e quantidade.

Mineralização correta 365 dias por ano (principal complemento da forragem, além de reforçar a imunidade e diminuir o stress.

Fazer manejo sanitário correto (interferência positiva na nutrição animal: doente não se alimenta bem e aproveita mal o que come).

Endo e ectoparasitas (ex. Carrapatos).

Vacinações sistemáticas – aftosa, brucelose, raiva, carbúnculo sintomático e outros (se necessário).

Aguadas abundantes, com qualidade e bom acesso.

Sombra (importantíssimo).

Evitar desperdício

Jogar no ralo boa parte dos lucros

Zelar por tudo que pertence a fazenda

Evitar a ociosidade genética (uso amador da “máquina biológica” = rebanho).

Usar aparelhagem bem calibrada, de boa qualidade e com higiene.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (8.4 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com