TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Homem Sociedade

Por:   •  31/3/2014  •  2.138 Palavras (9 Páginas)  •  521 Visualizações

Página 1 de 9

1. Considere a afirmação a seguir e assinale a alternativa que apresente uma versão antropológica correta para os efeitos da globalização. "[...] De uma cultura para outra, significados variam imensamente, o que torna necessária a compreensão do contexto cultural em que os símbolos são criados e utilizados para que nossa comunicação seja eficaz e consiga atingir seus objetivos."

a. A expansão do capitalismo global se faz respeitando as culturas locais.

b. Cada vez mais o referido contexto é o da sociedade global, pois os lugares perdem totalmente seus significados.

c. Significados sociais eram constituídos na relação desenvolvida entre os membros do grupo e entre estes e o entorno, raízes essas que hoje não são mais necessárias.

d. O crescimento econômico das nações se tem dado de modo sustentável, posto que hábitos e costumes vêm sendo preservados em toda parte.

e. Por mais que a modernização capitalista busque a padronização cultural pelo e para o mercado, fatos como a diversidade étnica, a variedade de línguas e profundas desigualdades sociais mostram os limites históricos do processo de globalização.

0,5 pontos

Pergunta 2

1. A partir do trecho a seguir, que trata de simbolização e de símbolos fora do contexto original, assinale a alternativa correta.

Como os símbolos cotidianos dependem de consenso em torno de sua interpretação, é muito comum que, quando usados em um contexto diferente do original, sejam interpretados de forma completamente diferente à convencionada pela cultura que lhes deu origem.

Isso porque, ao saírem da cultura que os originou, podem parar em lugares onde não exista a convenção sobre como eles devem ser interpretados. Em um caso desses, as pessoas tendem a dar um sentido mais apropriado ao seu próprio contexto. O que os indivíduos fazem nessa situação é idêntico ao trabalho feito por um tradutor, ou seja, as pessoas tentam adequar os símbolos de outras culturas a sua própria linguagem e vida social.

Assim, quando se adotam símbolos de outras culturas, de outras convenções sociais, a tendência é que as pessoas adaptem os significados possíveis desse símbolo a sua própria realidade.

a. A tatuagem tribal (a maori, por exemplo) conserva seu significado em contextos diferentes.

b. Não pode ocorrer o desenraizamento dos significados, pois eles são absolutos, invariáveis em seus significados.

c. Não se deve ficar interpretando símbolos, principalmente se não forem da própria cultura.

d. O que a autora do texto quer dizer com convenção é que é uma maneira de os símbolos não sofrerem perdas ou mudanças quando transferidos de lugar.

e. O “consenso em torno de sua interpretação” trata, essencialmente, do processo de comunicação.

0,5 pontos

Pergunta 3

1. Leia o seguinte trecho do artigo de Armand Mattelart e assinale a alternativa cuja afirmação siga uma linha de raciocínio de conotação antropológica.

“A trigésima terceira Conferência Geral da Unesco, em Paris, adotou, no dia 20 de outubro de 2005, uma convenção sobre a proteção e a promoção da diversidade cultural com a quase unanimidade dos 154 países presentes. Dois foram contrários: Estados Unidos e Israel. Quatro abstenções: Austrália, Honduras, Libéria e Nicarágua. Em três dias, aproximadamente, o texto foi aprovado em comissão pelos representantes dos 151 Estados entre os 191 membros da Unesco. O objetivo dessa convenção foi o de dar força de lei à Declaração Universal sobre a Diversidade Cultural, adotada, por unanimidade, após os eventos do 11 de Setembro de 2001. Qualificando a diversidade como 'patrimônio comum da humanidade', essa declaração se opunha aos 'doentios fundamentalistas' com a 'perspectiva de um mundo mais aberto, mais criativo e mais

...

Baixar como (para membros premium)  txt (14.6 Kb)  
Continuar por mais 8 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com