TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

PROCESSO CONTÁBIL EMPRESA COMERCIAL

Trabalho Escolar: PROCESSO CONTÁBIL EMPRESA COMERCIAL. Pesquise 804.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  4/4/2014  •  1.528 Palavras (7 Páginas)  •  370 Visualizações

Página 1 de 7

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3

2 DESENVOLVIMENTO 4

2.1 Aplicação financeira 4

2.2 Avaliação de estoques 5

2.3 Principio da entidade e competência 7

2.4 Legislação contábil 7

3 CONCLUSÃO 9

REFERÊNCIAS 10

3.1.1 Entidade 11

3.1.2 Competência 11

1 INTRODUÇÃO

Com base nas quatro disciplinas apresentadas no primeiro semestre do curso Ciências Contábeis na UNOPAR foi possível levar a seu conhecimento os princípios da entidade e competência, aplicações financeiras, avaliações de estoques e legislação contábil.

Nas aplicações financeiras foi elaborado 1 lançamento contábil de aplicações e explicação dos juros mais usados hoje em dia nas transações financeiras.

Já em avaliação de estoque foi conceituado inventário periódico e permanente assim como as formas de avaliar um ativo e os critérios de avaliação de estoque.

Outro ponto abordado foi os princípios da entidade e competência onde foi conceituado e exemplificado os princípios contábeis da entidade e da competência.

Por ultimo a legislação contábil onde mostramos a função do CFC e CRC e descrevemos as normas contábeis e a obrigatoriedade de cumprimento do contador e das empresas.

2 DESENVOLVIMENTO

2.1 APLICAÇÃO FINANCEIRA

A contabilização de Aplicações financeiras é realizada debitando a conta Aplicações financeira o valor do financiamento e creditando na conta Bancos. No dia do resgate o valor do rendimento deve ser Creditado na conta Receitas Financeiro, vou citar um exemplo de fixação.

Em 2 de setembro, a empresa BR & Cia. LTDA aplicou a importância de $10.000 a curto prazo no Banco do Brasil, onde mantém sua conta corrente. No dia seguinte, resgatou $ 10.200, sendo $ 10.000 correspondentes ao capital investido e $ 200 aos rendimentos. O banco descontou a importância de $ 10 referente ao imposto de renda.

Dia da aplicação:

D Aplicação de liquidez imediata R$ 10.000,00

C Banco R$ 10.000,00

Dia do Resgate:

D Banco R$ 10.200,00

C Aplicações de liquidez imediata R$ 10.000,00

C Receitas financeiras R$ 200.00

D IRRF a recuperar R$ 10,00

C Banco R$ 10,00

A conta Bando (ativo circulante) tinha, inicialmente, um saldo de R$ 10.000,00, cujo valor foi creditado no lançamento (1) pela aplicação. No lançamento (2), a conta foi debitada por R$ 10.200,00, correspondendo ao valor resgatado (valor aplicado, mais rendimentos). No lançamento (3), foi creditado por R$ 10,00 referentes ao imposto de renda retido pelo banco. O saldo final ficou igual a R$ 10.190,00, que corresponde ao saldo inicial de R$ 10.000,00 mais os rendimentos líquidos auferidos de R$ 190,00.

Juros Compostos; O regime de juros compostos é o mais comum no dia a dia do sistema financeiro e do cálculo econômico. Nesse regime os juros gerados a cada período são incorporados ao principal para o cálculo dos juros o período seguinte. Ou seja, o rendimento gerado pela aplicação é incorporado a ela, passando a participar da geração do rendimento no período seguinte; dizemos, então, que os juros são capitalizados. Chamamos de capitalização ao processo de incorporação dos juros ao principal.

Podemos calcular os juros compostos com a formula; J=Cx[(1+ i)ⁿ-1].

O Montante (juro composto + capital) pode ser calculado pela seguinte expressão: M= C x (1 + i)ⁿ.

2.2 AVALIAÇÃO DE ESTOQUES

Inventário Periódico: Por este método, as entradas de mercadorias são registradas e, no fim de cada exercício ou período contábil, o custo da mercadoria vendida é apurado.

O montante dos estoques é determinado, periodicamente, por meio da contagem física das mercadorias disponíveis.

Inventário permanente: ao contrario do inventário periódico, a característica básica do método dos inventários permanentes é que eles proporcionam um registro permanente dos estoques disponíveis, computados a cada operação de compra ou venda realizada.

Avaliação de ativos

O ativo para ser considerado como tal, deve trazer consigo algo que possa ser utilizado pela empresa e que possa auxiliar na geração de resultados pelo menos dentro do prazo de sua vida útil.

Valores de entrada: As medidas de entradas representam o volume de dinheiro, ou o valor de alguma outra forma de compensação, pago quando um ativo ou seus serviços ingressam na empresa por meio de uma troca ou conversão.

Custo histórico: Os valores de entrada são necessários quando há a ocorrência de lançamentos a serem efetuados na Contabilidade, ou seja, é o valor original da transação, quanto custou à empresa adquirir um determinado ativo ou quanto custaram os insumos contidos no ativo, se foram fabricados.

Custo histórico corrigido: caracterização se dá pela modificação do custo histórico, através de indicadores oficiais, os quais darão condições de trazer os valores mais próximos da realidade.

O Custo corrente: representa o preço de troca que seria exigido hoje para obter-se o mesmo ativo ou um ativo equivalente Hendriksen e Van Brenda afirmam que a confrontação de despesas com suas respectivas receitas poderá ser feita com base nos preços correntes das mercadorias ou serviços usados ou consumidos.

Custo corrente corrigido: o conceito de custo corrente corrigido corresponde à atualização do preço corrente de data anterior para data atual com a utilização de índice de inflação da economia. Esse conceito constitui-se em aperfeiçoamento do conceito do custo corrente em ambiente de economia inflacionária.

Valores de saída: são aqueles obtidos nos seguimentos de mercado onde a empresa oferta seus recursos. Em outras palavras, eles representam o benefício que a empresa auferiu, aufere ou auferirá com a realização de seus

...

Baixar como (para membros premium)  txt (10.8 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com