TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Pim Vi - Plano De Negocios Unip

Por:   •  23/5/2013  •  10.225 Palavras (41 Páginas)  •  3.350 Visualizações

Página 1 de 41

UNIP INTERATIVA

Projeto Integrado Multidisciplinar

Curso Superior De Tecnologia Em Processos Gerenciais

PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR VI

PLANO DE NEGÓCIOS - BORMAX

São Paulo

2012

SUMÁRIO

1. SUMÁRIO EXECUTIVO 3

2. DESCRIÇÃO DA EMPRESA 6

2.1 Denominação da empresa e forma de constituição 6

2.2 Produtos e serviços 7

2.2.1 Processo de produção das correias industriais 8

2.2.2 Sistema de produção e fatores tecnológicos 9

2.2.3 Análise de Potencial e Vantagem Competitiva 9

2.2.4 Satisfação do cliente com o produto 12

2.3 Análise de estratégia 13

2.3.1 Diferencial competitivo 14

2.3.2 Missão 16

2.3.3 Valores 16

2.3.4 Visão 16

2.4 Análise de mercado 17

2.4.1 Posicionamento de mercado e projeções futuras 18

2.5 Plano de marketing 19

2.5.1 Os 4P’s de marketing 20

2.5.2 Participação em eventos ligados ao mercado de atuação 21

2.6 Plano de recursos humanos 22

2.7 Plano financeiro 23

2.7.1 Demonstração de Resultado do Exercício – DRE 25

3. SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO 27

3.1 A comercialização internacional 27

3.2 Processo de importação e exportação no Brasil 28

3.3 Benchmarking 29

4. ÉTICA E LEGISLAÇÃO 31

4.1 Ética x Sustentabilidade 31

4.2 Ética empresarial e legislação trabalhista 31

4.3 Código de ética e responsabilidade social 32

4.4 Constituição da sociedade x Obrigações sociais 33

5. CONCLUSÃO 34

REFERÊNCIAS 35

ANEXOS 36

SUMÁRIO EXECUTIVO

Este plano tem como objetivo apresentar o projeto de negócios da Bormax Correias e Mangueiras Industriais Ltda

– empresa varejista do ramo de peças de reposição industrial focada no fornecimento de correias para máquinas industriais – em parceria com a Petrobrás, empresa petrolífera estatal. O projeto consiste em substituir as correias de acionamento das unidades de bombeio utilizadas nos campos de extração de petróleo da Petrobrás por correias de tecnologia avançada proporcionando maior durabilidade, redução do consumo de energia e diminuição de custos ocasionados por paradas para manutenção.

Esta necessidade da Petrobrás em modernizar seus maquinários despertou o interesse da Bormax em consolidar uma parceria com a petrolífera. A Bormax vislumbrou uma oportunidade de expansão de seus negócios mediante o oferecimento de produtos que atenderiam às necessidades da Petrobrás em relação à inovação tecnológica de seus equipamentos. Para cumprir este propósito foram oferecidas as novas correias Poly Chain GT Carbon, de patente Gates, sinônimo de modernidade, tecnologia e qualidade.

As unidades de bombeio que utilizam correias para o seu funcionamento são bombas mecânicas utilizadas pela Petrobrás para extrair o petróleo nas plataformas terrestres. De acordo com o levantamento feito pela Bormax junto às plantas da petrolífera, o total destes equipamentos instalados no Brasil chega a 8.500 bombas. As correias utilizadas hoje nestas unidades de bombeio custam cerca de R$ 500,00 (conjunto de 03 peças por bomba) e duram em média 04 meses, implicando em pelo menos 03 trocas anuais de todo o conjunto. Ou seja, em um ano a Petrobrás desembolsa R$ 1500,00 por bomba. Com substituição pelas novas correias

Poly Chain GT Carbon, que têm durabilidade prevista de 12 meses, o custo anual passará para R$ 1000,00 (peça única

...

Baixar como (para membros premium)  txt (64 Kb)  
Continuar por mais 40 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com