TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Psicologia Organizacional E Gestão De Pessoas

Por:   •  4/5/2013  •  9.525 Palavras (39 Páginas)  •  914 Visualizações

Página 1 de 39

Psicologia Organizacional e Gestão de Pessoas

Unidade 1

Web Aula 1 – O Estudo da Psicologia na Formação da Personalidade e no Comportamento Humano.

A PSICOLOGIA E O ESTUDO DA PERSONALIDADE

Bem, antes de iniciarmos o nosso conteúdo, quero propor que façamos uma integração: vamos nos conhecer melhor. Acessem o fórum de discussão e falem um pouco sobre sua personalidade... Sabe como? Faça dois minutos de silêncio e reflexão, anote quais são as suas características de personalidade mais marcantes e que você as considera como satisfatórias para a sua vida pessoal e profissional.

Vou apresentar-me para vocês. Sou a professora Ana Céli, formada em Psicologia, especialista em Gestão e Práticas de Recursos Humanos, sou Docente e atuo na área da Psicologia do Trabalho e, também, em Treinamento e Desenvolvimento. O tema da personalidade e trabalho é, para mim, apaixonante. Adoro trabalhar com pessoas e contribuir no desenvolvimento de suas capacidades. Por isso, espero que contribua com vocês na melhor compreensão do ser humano.

Mas, conforme solicitei a vocês, também fiz minha reflexão e listei algumas características que considero importantes: sou alegre, otimista, comunicativa, organizada. Gosto de enfrentar desafios e de me relacionar com as pessoas, conhecê-las e auxiliá-las a pensar sobre si mesmas, pois somente assim, conseguiremos nos desenvolver cada vez mais. Esse é um dos meus objetivos.

Bem, agora que nos conhecemos melhor, vamos então conhecer a ciência da Psicologia, que está relacionada ao estudo da personalidade e do trabalho.

A psicologia é uma ciência que tem como objeto de estudo o comportamento humano. Ela é composta por um conjunto de conhecimentos sobre fatos ou aspectos da realidade, seu objeto de estudo é o “homem”, porém, são várias as maneiras de perceber e analisar o homem.

Como ciência, seu estudo é sistematizado. Busca a objetividade e a validação das teorias, entretanto, defronta-se com essa diversidade de idéias e diferentes interpretações das várias abordagens teóricas.

A diversidade de objetos na Psicologia é explicada por vários pontos. Entre eles, trata-se de uma ciência nova, somente no final do século XIX é que foi considerada como área de conhecimento científico.

Outro motivo que contribui para essa diversidade é o fato de que o pesquisador é integrante do objeto a ser pesquisado, que é o próprio homem e, neste caso, o pesquisador está inserido na categoria a ser pesquisada.

Esse fator possibilita discussões dos parâmetros de percepções na construção das teorias que buscam compreender o comportamento humano.

As três mais importantes tendências teóricas da Psicologia no século XX foram o Behaviorismo, a Gestat e a Psicanálise. Vamos discorrer rapidamente sobre cada uma delas.

Sobre o Behaviorismo ou Teoria (S-R) – como é definido. Seu surgimento veio com Watson, com grande desenvolvimento nos Estados Unidos, devido as suas aplicações práticas e definições dos fatos psicológicos de modo mais concreto. Um de seus seguidores foi o fisiologista Pavlov, que desenvolveu a teoria do condicionamento clássico. Contudo, a teoria considerada de relevância nessa trajetória foi a do condicionamento operante de Skinner. A base do condicionamento operante é o controle do comportamento através da manipulação de recompensas e punições no ambiente.

Na prática, o condicionamento dos comportamentos, o reforço positivo e a punição são muito utilizados. No dia-a-dia, comportamo-nos dessa forma, mesmo não tendo pleno conhecimento da teoria. Querem ver como isso acontece? Leiam essa tira do Peanuts:

(Fonte: http://tiras-snoopy.blogspot.com/search?updated-max=2007-06-28T21%3A39%3A00-03%3A00&max-results=7).

Em muitas situações, o ser humano vai se comportando de determinada forma e ao receber um reforço positivo ele continua por se sentir gratificado e, em outras situações, ele tem possibilidades de alterar o seu comportamento por receber reforço negativo ou punição.

De uma maneira simples, essa é a fundamentação da teoria do condicionamento clássico. Mas vamos conhecer agora a Gestalt, que possui outra percepção do “homem”.

Quanto a Gestalt, que teve seu berço na Europa, postulou a necessidade de se compreender o homem como uma totalidade, considerada a tendência teórica mais ligada à Filosofia. Uma das características dessa teoria é valorizar a visão sistêmica, figura e fundo. Veja essas imagens abaixo, por exemplo. O que você esta vendo??

...

Baixar como (para membros premium)  txt (64 Kb)  
Continuar por mais 38 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com