TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Relatório Sobre Aula Do Sistema Esquelético

Trabalho Escolar: Relatório Sobre Aula Do Sistema Esquelético. Pesquise 813.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  30/11/2013  •  1.027 Palavras (5 Páginas)  •  5.758 Visualizações

Página 1 de 5

Relatório sobre aula prática do Sistema

Esquelético

1- Objetivo:

- Compreender a fomação , estrutura e a importância dos óssos em nosso organismo.

2- Introducao:

- A sustentação do corpo está a cargo do sistema esquelético (esqueleto), que também fornece, em certos casos, proteção aos órgãos internos, ponto de apoio para a fixação dos músculos e reservas de sais minerais, principalmente de cálcio e fósforo, que são fundamentais para o funcionamento das células e devem estar presentes no sangue. O endoesqueleto é um tipo básico de esqueleto e consiste em inúmeras peças cartilaginosas e ósseas articuladas (ao todo 208 ossos no indivíduo adulto). Essas peças formam um sistema de alavancas que se movem sob a ação dos músculos.

3- Desenvolvimento:

- Há um esqueleto cartilaginoso durante a vida embrionária, o qual será quase totalmente substituído por um esqueleto ósseo. É o que se denomina ossificação endocondral (do grego endos, dentro, e chondros, cartilagem).Os ossos começam a se formar a partir do segundo mês da vida intra-uterina. Ao nascer, a criança já apresenta um esqueleto bastante ossificado, mas as extremidades de diversos ossos ainda mantêm regiões cartilaginosas que permitem o crescimento. Entre os 18 e 20 anos, essas regiões cartilaginosas se ossificam e o crescimento cessa. Nos adultos, há cartilagens em locais onde a flexibilidade é importante (na ponta do nariz, orelha, laringe, parede da traquéia e extremidades dos ossos que se articulam). Os ossos são formados basicamente por duas substâcias ósseas: Compacta e esponjosa ( A médula óssea se localiza na parte esponjosa).

Alguns tipos de ossos:

-Longos: ex. Braço, coxa

-Planos: ( chatos e curvos)ex. Crânio e costelas

-Curtos: ( Cúbicos e esponjosos) ex. Calcâneo e punho

- Irregulares: ex. Vértebras

- Pneumáticos: ( Uma ou mais cavidades com ar) ex. Frontal e maxilar

- Sesamóides: (Desenvolvem em tendões) ex.Patela

O esqueleto humano pode ser dividido em três partes principais: Cabeça, Tronco e membros ( inferiores e superiores)

Cabeça.

O crânio é uma estrutura óssea que protege o cérebro e forma a face. Ele é formado por 22 ossos separados, o que permite seu crescimento e a manutenção da sua forma. A maioria dos ossos crânianos formam pares, um do lado direito e o outro do lado esquerdo. Para tornar o crânio mais forte, alguns desses pares, como os dos ossos frontais, occipitais e esfenóides, fundem-se num osso único. Os pares de ossos cranianos mais importantes são os parietais, temporais, maxilares, zigomáticos, nasais e palatinos. Os ossos cranianos são finos mas, devido a seu formato curvo, são muito fortes em relação a seu peso. Possui os seguintes ossos importantes: frontal, parietais, temporais, occipital, esfenóide, nasal, lacrimais, malares ("maçãs do rosto" ou zigomático), maxilar superior e mandíbula (maxilar inferior).

Tronco:

Formado pela coluna vertebral, pelas costelas e pelo osso esterno. O tronco e a cabeça formam o esqueleto axial ou espinha dorsal e é constituída por 33 ossos (as vértebras).

Coluna vertebral- É uma coluna de vértebras que apresentam cada uma um buraco, que se sobrepõem constituindo um canal que aloja a medula nervosa ou espinhal; é dividida em regiões típicas que são: coluna cervical (região do pescoço), coluna torácica, coluna lombar, coluna sacral, coluna cocciciana (coccix).

Costela e Osso Esterno :

A costela e o osso esterno protege o coração, os pulmões e os principais vasos sanguíneos. A musculatura da caixa torácica é responsável, juntamente ao diafragma, pelos movimentos respiratórios.

É formada pela região torácica de coluna vertebral, osso esterno e costelas, que são em número de 12 de cada lado, sendo as 7 primeiras verdadeiras (se inserem diretamente no esterno), 3 falsas (se reúnem e depois se unem ao esterno), e 2 flutuantes (com extremidades anteriores livres, não se fixando ao esterno).

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.5 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com