TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Teoria Da Amostragem

Por:   •  18/9/2013  •  1.049 Palavras (5 Páginas)  •  1.219 Visualizações

Página 1 de 5

Teoria da Amostragem

A teoria da amostragem é um ramo da estatística que utiliza métodos para levantar amostras (subconjunto das unidades de uma população) que sejam representativas da população (grupo de elementos que apresente no mínimo uma característica em comum), ou seja, é um processo de recolha de uma parte (amostra), geralmente pequena, dos elementos de um dado conjunto (população) que passará por uma análise pretendendo-se obter informações sobre todo o conjunto (população).

A amostragem e seus processos aplicam-se a variadas áreas do conhecimento e, muitas vezes, são a única forma de obter informações sobre uma determinada realidade a conhecer. Mostra-se útil para estimar propriedades inerentes à população através do processo de inferência, sondar a opinião pública sobre variadas questões, auscultação de mercado (utilizada com o intuito de descobrir as preferências da população), e reduz gastos, visto que analisar uma amostra gera menor custo comparado com uma análise a toda a população, além de, muitas vezes, este ser inviável.

O princípio básico desta teoria é atingir o máximo de precisão nos resultados analisados das quantidades de interesse com o mínimo tamanho de amostra. Nem sempre é possível ponderar estas duas questões de forma a obter amostras representativas. Assim, diferentes métodos de seleção de amostras foram desenvolvidos para situações específicas.

Amostragem Aleatória Simples

Consiste em selecionar aleatoriamente uma amostra de tamanho n em uma população formada por N indivíduos. A grande vantagem deste método é a atribuição de igual probabilidade de seleção a todos os indivíduos da população. Mostra-se crucial a existência de um cadastro com a relação de todas as unidades populacionais, sendo inviável em muitas situações.

Amostragem Sistemática

Caso exista uma lista das unidades populacionais, a amostragem sistemática é uma técnica simples que a partir da razão k = N : n, de unidades populacionais para cada unidade amostral, sorteia-se um número inteiro no intervalo [1, k] que serve como ponto de partida para a escolha do primeiro elemento a ser incluído na amostra. Descartando os k − 1 próximos elementos, seleciona-se o segundo e assim por diante. Tal como na amostragem aleatória simples, é necessária a existência de um cadastro, entretanto nem todas as amostras são passíveis de seleção, por isto este procedimento é classificado como quase aleatório. Uma das grandes vantagens da amostragem sistemática, em relação à amostragem aleatória simples, é a praticidade na seleção dos elementos. Problemas com a amostragem sistemática podem surgir quando a sequência dos elementos no cadastro induz um comportamento periódico ou cíclico na principal variável a ser investigada.

Amostragem Aleatória Estratificada

Consiste em buscar a formação de estratos homogêneos em relação à característica estudada e, em seguida, amostragem simples ou sistemática dentro de cada estrato. Mostra-se vantajosa quando há conhecimento prévio de grupos mais homogêneos internamente e heterogêneos entre si, em relação à característica investigada.

Amostragem por Conglomerados (Clusters)

Neste método, ao invés da seleção de unidades da população, são selecionados conglomerados (clusters) destas unidades. Mostra-se como uma alternativa para quando não existir o cadastro ou não for viável. Este tipo de amostragem induz indiretamente aleatoriedade na seleção das unidades que formarão a amostra e tem a grande vantagem de facilitar a coleta de dados.

Amostragem de Conveniência

Este é um método de amostragem não probabilístico que leva em conta as restrições envolvidas no levantamento amostral, ou seja, as unidades amostrais são incluídas por algum tipo de conveniência, em geral ausência de tempo ou falta de recursos para o levantamento de dados. Mostra-se útil para levantar hipóteses e formular modelos.

Amostragem por Cotas

Esta é semelhante à amostragem estratificada, e uma alternativa para casos em que não há a existência de um cadastro, mas há informação disponível sobre o perfil desta população em relação a um fator de estratificação que pode auxiliar a representatividade da amostra.

Distribuição Amostral

A distribuição amostral é distribuição dos valores de uma estatística amostral calculada para cada amostra que possa ser extraída da população-alvo sob determinado plano de amostragem.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.4 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com