TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Teorias Administração

Trabalho Escolar: Teorias Administração. Pesquise 807.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  3/10/2013  •  4.971 Palavras (20 Páginas)  •  327 Visualizações

Página 1 de 20

PÓLO – SÃO PEDRO DO SUL

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO – TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO

ANALIEZE BAYER

RA: 112097

ANGÉLICA FELSKE GABRIEL

RA: 428280

TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO

SÃO PEDRO DO SUL

Setembro/2013

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 2

2 SURGIMENTO DAS TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO 3

2.1 Influência da Igreja Católica 3

2.2 Influência da Organização Militar 3

2.3 Influência dos Economistas Liberais 4

2.4 Influência dos Pioneiros e Empreendedores 4

3 SURGIMENTO DAS ABORDAGENS HUMANÍSTICA, NEOCLÁSSICA E ESTRUTURALISTA DA ADMINISTRAÇÃO...............................................................7

3.1 Análise dos Artigos “Organizações mecanicistas x Organizações flexíveis: existiria um meio termo?”

4 ABORDAGENS COMPORTAMENTAIS E SISTÊMICAS DA ADMINISTRAÇÃO...................................................................................................................8

5 Análise dos Artigos: “Aplicação de ferramentas na gestão de processos das organizações que aprendem” e “Liderança Situacional”. 10

6 TEORIAS ADMINISTRATIVAS.........................................................................................11

CONSIDERAÇÕES FINAIS 12

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS 14

7 TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO 15

CONCLUSÃO 18

REFERÊNCIAS 19

1 INTRODUÇÃO

As Teorias Administrativas tiveram sua importância reconhecida a partir do início do século XX, quando foi necessário produzir em larga escala, nas grandes indústrias após a Revolução Industrial, que perpetuou grandes mudanças sociais e principalmente econômicas, nos países onde a produção de bens era um fato concreto e existia a urgência em organizar e controlar a produção.

Em se tratando da Teoria Geral da Administração, busca-se em suas teorias, que são um resumo de normas principais que se complementam, para levar a ciência administrativa ao dia-a-dia das pessoas e das organizações como um todo, no intuito de gerar desenvolvimento, com o objetivo precípuo de máxima eficácia e eficiência, gerando produtividade e lucro.

Antes desse período, as indústrias produziam artesanalmente, suas formas de produção eram rudimentares e adotavam normas próprias, de acordo com as necessidades, independente do lugar ou época em que estivessem inseridas.

A administração como ciência é relativamente recente porque os estudos mais profundos e que realmente mudaram o perfil deste conjunto de conhecimentos, datam do final do século XIX e início do XX, quando trouxeram importância e reconhecimento desta ciência junto às demais, porque houve a verificação prática de que o desenvolvimento social e econômico passava pelas organizações, que, conforme fossem administradas, trariam progresso onde estivessem situadas. Portanto, ao se tomar conhecimento da necessidade que atualmente se faz do estudo mais aprofundado da ciência administrativa, e da relevância dada à mesma, pode-se considerar que, no contexto social, econômico e político no qual se vive não há um único lugar no planeta que não demande ser administrado. Sem os critérios adotados atualmente pela Administração, dificilmente uma organização sobrevive. É necessário o exercício de planejar, organizar, liderar, executar e controlar.

As funções básicas são essenciais para o administrador, como condição imprescindível para entender e atuar no mundo do trabalho do século XXI, que passa por mudanças em alta velocidade. Todos os estudiosos, independente da área do conhecimento à qual pertençam, são unânimes em afirmar que há “muita pressa” em se buscar soluções para tudo que gera dificuldade em ser resolvido e, para resolver problemas dessa natureza, somente o conhecimento e as informações geradas por ele poderão dar a certeza de se poder contar sabiamente com as soluções solicitadas.

Diante do exposto, este relatório tem como objetivo proporcionar os conhecimentos básicos sobre a ciência da administração nas organizações, principalmente sobre as teorias administrativas que segundo Chiavenato,

“De certo modo todas as teorias administrativas são aplicáveis às situações atuais e o administrador precisa conhecê-las bem para ter à sua disposição um naipe de alternativas adequadas para a situação” (2004, p.12).

Desta forma, como resultado do material aplicado, o aluno terá que desenvolver como trabalho final da disciplina, uma investigação empírica, para verificar se os conceitos e teorias da administração estão sendo aplicados nas organizações atuais.

2 SURGIMENTO DAS TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO

Muitos princípios da Administração, como o da divisão do trabalho, da ordem e do controle surgiram por meio dos pensamentos filosóficos da época. Porém, a filosofia antiga preocupava-se muito com as questões organizacionais, o que deixa de ser objeto de preocupação da Filosofia Moderna.

Com desenvolvimento que teve início apenas em meados do século XX, a história da Administração foi influenciada por vários fatores que descreve-se a seguir: Influência dos Filósofos: vem desde os tempos da antiguidade e teve suas primeiras ‘definições’ a partir dos pensamentos de filósofos como Sócrates Platão e Aristóteles.

2.1 Influência da Igreja Católica

A Igreja Católica comandou durante muitos séculos as normas administrativas e a organização pública, não eram os Estados (Roma, Atenas, etc.) que dominavam a administração; havia uma hierarquia de autoridade, um estado-maior e uma coordenação

...

Baixar como (para membros premium)  txt (35.6 Kb)  
Continuar por mais 19 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com