TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Trabalho Análise De Investimento

Casos: Trabalho Análise De Investimento. Pesquise 807.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  3/9/2014  •  1.961 Palavras (8 Páginas)  •  241 Visualizações

Página 1 de 8

1 - Introdução

O relatório a seguir refere-se ao conceito e formas de investimentos, as principais modalidades das aplicações financeiras no Brasil, a montagem do Fluxo de Caixa Relevante uma importante ferramenta para auxiliar os gestores na tomada de decisões. A análise dos métodos Payback Simples e Payback Descontado e como utilizá-los e a viabilidade de um projeto de energia solar explanado em planilha.

2 - Investimento

É a aplicação de algum recurso (dinheiro ou títulos), com a finalidade de receber algum retorno a curto ou longo prazo. Segundo Motta e Calôba (2011), investimento é uma situação na qual ocorre inversão de capital de alguma forma, podendo ser um projeto novo, na compra de uma empresa existente, etc. Investimento aplica-se à compra de equipamentos, máquinas e imóveis para a instalação de unidades produtivas com a expectativa do lucro, sendo necessário estudar sua viabilidade, o mesmo deve ser bem elaborado para que possa gerar vantagem competitiva para organização. Em uma empresa é indispensável criar um projeto de investimento com objetivo de expandir, modernizar, realizar, fundir, incorporar, mudar de atividade, e redimensionar o capital de giro financeiramente, pois tem uma importância fundamental tanto para economia quanto para as organizações.

Algumas etapas para o processo de decisão de investimento, visando à seleção das melhores alternativas para que o investimento seja lucrativo:

 Identificação de uma necessidade ou oportunidade de investimento

 Desenvolvimento de alternativas. Ex: mercado financeiro e alternativas diversas

 Analise das alternativas. Ex: metodologia de analise e avaliação dos riscos.

Existem vários tipos de investimentos, dentre eles os que mais se destacam quanto à origem são:

 Investimento Público: Recursos disponibilizados pelo governo a fim de gerar bem estar para sociedade viabilizando assim a construção de escolas, hospitais, praças entre outros, visando retorno social como votos, onde as pessoas elegem aqueles que julgam serem os que vão realizar estas obras para as cidades.

 Investimento Privado: recursos disponibilizados por pessoa jurídica ou física a fim gerar lucro aos investidores gerando assim empregos e tributos de um país capitalista.

 Investimento Misto: Recursos disponibilizados tanto pelo poder público como pelas empresas com a finalidade de gerar bem estar da sociedade como também o retorno financeiro desse investimento.

3 - Modalidades de Aplicação Financeira

Algumas empresas ou até mesmo pessoa física procuram aplicar recursos no mercado financeiro, com o objetivo de receber juros por esta aplicação.

As principais modalidades de aplicações financeiras disponível no Brasil são:

 CBD,

 Caderneta de poupança,

 Debêntures,

 Fundos de investimentos,

 Títulos Públicos,

Esses investimentos podem ser distribuídos como renda Fixa ou Variável, ou mesmo mistos de renda fixa e variável

Renda Fixa: são investimentos nos quais não há perda do montante investido, seus juros nem sempre são fixos, pode ser aplicações pré-fixados.

 Aplicações Pré-fixadas: a taxa de juros é predeterminada, é determinada no momento da contratação da aplicação financeira.

 Aplicação Pós-fixada: taxa apurada após algum período e está vinculado a algum indicador como: Selic (taxa básica determinada pelo Banco Central) e CDI (Certificado de Depósito Interfinanceiro, utilizado para empréstimo à curto prazo).

Renda Variável: são investimentos nos quais pode haver perda do montante investido além da perda de juros ou rendimentos, são mais arriscadas que as de renda fixa.

4 - Principais Modalidades:

Certificado de Depósito Bancário (CDB): emitido por uma instituição privado ou público em troca de um depósito que só pode ser resgatado após determinado período. O CDB é um investimento de renda fixa, podendo ser emitido por taxa pré-fixada com vencimentos de no máximo dois ou três meses, também podem ser pós-fixada com período de até dois anos.

Caderneta de Poupança: é a aplicação de renda fixa mais tradicional e popular do Brasil, sua rentabilidade depende do patamar da taxa Selic que pode ser de acima de 8,5% a.a com rentabilidade de 0,5% ao mês + TR (Taxa Referencial), ou abaixo de 8,5% a.a com rentabilidade de 70% da taxa Selic + TR.

Debêntures: instrumentos de renda fixa, emitidos por empresas privadas com prazo de três a cinco anos, podendo oferecer garantia como a possibilidade de conversão em ações. A taxa de juros pode ser pós-fixada e em alguns casos mista com a taxa pré-fixada.

Fundo de Investimento: formado por vários investidores que possuem CNPJ e regras próprias que se une para obter melhores condições financeiras, a rentabilidade é calculada e repartida entre os investidores. Os fundos possuem duas modalidades principais:

 Conservadores: aqueles que investem apenas em renda fixa, como; CDB, Debêntures, etc.

 Agressivos: aqueles que investem em renda mista (fixa e variável) como: ações, moeda estrangeira, derivativos.

Títulos Públicos: fundos podem ser pré ou pós-fixados na taxa Selic, IGP-M Ou IPVA e em moeda estrangeira. São emitidos pelo governo a fim de financiar a dívida pública, podem ser comprados por fundos de investimentos, empresas ou mesmo pessoas físicas.

Entre várias modalidades de investimentos optamos pela Caderneta de Poupança, apesar do rendimento não ser tão atrativo por outro lado o rendimento é mensal, podendo ser resgatado a qualquer momento sem burocracia, isento de imposto e de baixo risco.

5 - Fluxo de Caixa

É uma ferramenta que controla a movimentação financeira, as entradas e

...

Baixar como (para membros premium)  txt (13.1 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com