TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Trabalho Unopar Matematica

Ensaios: Trabalho Unopar Matematica. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  11/6/2013  •  646 Palavras (3 Páginas)  •  394 Visualizações

Página 1 de 3

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO 3

DESENVOLVIMENTO 4

CONCLUSÃO 5

REFERÊNCIAS 6

INTRODUÇÃO

O dinheiro, ou moeda, indiferente da forma como vem a ser chamado hoje em dia, nada mais é do que um resultado do longo processo evolutivo da humanidade, assim como tudo o que nos cerca nos dias atuais.

Desde sua longa jornada no processo evolutivo, o homem vem desfrutando de diversos meios de moedas, como o escambo, moedas de ouro, prata e cobre, moedas em varias formas e materiais, produtos como o sal, também já foram usados como “moeda”, chegando aos dias atuais com cédulas, cartões de crédito, cheques, entre outros.

Veremos agora, em parte, passo-a-passo desse longo processo evolutivo, desde sua origem primitiva aos dias atuais.

DESENVOLVIMENTO

A origem e a evolução do dinheiro, tem como base a escambo, assim como citado a cima, uma formda de moeda, cujo o objetivo era a simples troca de um produto por outro, sem a equivalência de valores, como por exemplo, peixe por trigo, gado por sal, etc. Com o tempo passaram a ser atribuidos valores a essas mercadorias usadas em transações comerciais.

Após a descoberta do metal, o homem começou a utiliza-lo para a fabricação de utensílios, armas, e também de moedas, pois apresentava inúmeras vantagens por serem fracionaveis, não-pereciveis, permitindo o entesouramento assim como o acúmulo de riquezas, sua beleza, facilidade de transporte, entre varios outros motivos.

Começaram a surgir moedas confeccionadas com ouro, prata e cobre e logo mais, as moedas que hoje conhecemos, e as cédulas que antigamente eram chamadas de moeda-papel.

O que origina hoje no que conhecemos no nosso sistema monetário, surgiu nos periodos coloniais no brasil, após 1500.

Por muitos anos, varios tipos de moedas circularam no nosso pais, inclusive produtos que eram usados como moedas, como algodão, tabaco, etc.

O ouro, que vinha sido utilizado como moeda no Brasil, apenas passou a se transformar em moeda no reinado de D. João V (1706-1750) conhecido também como réis (plural de real).

Com o passar dos anos, surgiu a necessidade de transformar ouro em moedas e moedas em cédulas, sendo assim, até os dias atuais usamos como base o mesmo sistema, apenas o que diferencia é o modo como evoluimos até chegarmos aonde estamos hoje.

Mas como surgiru o famoso cifrâo? - $ - .

Por volta do ano de 711 da era cristã, o general arabé Djebel-el-Táriq mandou gravar em moedas, uma linha sinuosa em forma de “S” representando seu longo caminho percorrido por suas conquistas no mundo. Cortando essa linha sinuosa mandou colocar, no sentido vertical, duas linhas paralelas, representando as Colunas de Hércules (estreito de Gibraltar), com o significado de força, poder, perseverança. O símbolo assim gravado nas moedas -$- passou a ser reconhecido, em todo o mundo, ao longo do tempo, como cifrão, representação gráfica do dinheiro.

Hoje em dia, nós já temos varias formas

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.1 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com