TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A aplicação de Leis de Newton

Ensaio: A aplicação de Leis de Newton. Pesquise 785.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  17/4/2013  •  Ensaio  •  902 Palavras (4 Páginas)  •  415 Visualizações

Página 1 de 4

Etapa 01

Aula-tema: Leis de Newton.

Essa etapa é importante para aprender a aplicar a segunda lei de Newton em casos reais em que a força resultante não é apenas mecânica, como um puxão ou empurrão, um corpo. No caso do acelerador LHC, os prótons no seu interior estão sujeitos a uma força elétrica.

Para realizá-la, devem ser seguidos os passos descritos.

Passo I (Equipe)

Supor um próton que voa no interior do anel do LHC, numa região que o anel pode ser aproximado por um tubo retilíneo, conforme o esquema da figura 3. Supondo ainda que nessa região, o único desvio da trajetória se deve à força gravitacional Fg e que esse desvio é corrigido (ou equilibrado) a cada instante por uma força magnética Fm aplicada ao próton.

Nessas condições, desenhar no esquema o diagrama das forças que atuam sobre o próton.

05

Passo II (Equipe)

Supondo que seja aplicada uma força elétrica Fe = 1,00 N sobre o feixe de prótons. Sabe-se que em média o feixe possui um número total n = 1x1015 prótons. Se essa força elétrica é responsável por acelerar todos os prótons, qual é a aceleração que cada próton adquire, sabendo-se que sua massa é mp = 1,67 x10-24 g.

Atenção: Desprezar a força gravitacional e a força magnética.

Resolução:

Fórmula: F = m. a

Fe=1N np=1.1015prótons Mp=1,67.10-24g=>1,67.10-27Kg a=?

1=1,67.10-27x1.1015x a

a=11,67.10-12

Resposta: a=5,99.1011 m/s²

06

Passo III (Equipe)

Questões do Passo 2 desta etapa, se os conhecimentos apresentados são coerentes com os reais conceitos de Ergonomia.

Se ao invés de prótons, fossem acelerados núcleos de chumbo, que possuem uma massa 207 vezes maior que a massa dos prótons. Determinar qual seria a força elétrica Fe necessária, para que os núcleos adquirissem o mesmo valor de aceleração dos prótons.

Resolução:

Fórmula: Fe = m.a

Fe = 207 x 1,67.10-27 x 1.1015 x 5,99.1011

Resposta: Fe = 2,07068.102N

Passo IV (Equipe)

Considerar agora toda a circunferência do acelerador, conforme o esquema da figura 4. Assumindo que a força magnética Fm é a única que atua como força centrípeta e garante que os prótons permaneçam em trajetória circular, determinar qual o valor da velocidade de cada próton em um instante que a força magnética sobre todos os prótons é Fm = 5,00 N.

07

Determinar a que fração da velocidade da luz (c = 3,00 x 108 m/s) corresponde esse valor de velocidade.

Resolução:

Fórmula: Fcp = m.V²2r

Fm = 5N

m = 1,67.10-27Kg

r = 4.300m

V = ?

5=1,67.10-27x1015xV²2x4300

V² = 8600 x 51,67.10-12

V² = 430001,67.10-12

V² = 25748,5¹²

V = 25748,5¹²

Resposta: V=160,46. 106 m/s

08

Elaborar um texto, contendo os 4 passos, este deverá ser escrito obedecendo às regras de formatação descritas no item.

09

Etapa 02

Aula-tema: Forças Especiais.

Essa etapa é importante para perceber como a variação na força resultante sobre um sistema pode alterar as condições do movimento desse sistema.

Para realizá-la, devem ser seguidos os passos descritos.

Passo I (Equipe)

Ler as seguintes considerações para este e os próximos passos:

Sabe-se que no interior do tubo acelerador é feito vácuo, ou seja, retira-se quase todo o ar existente no tubo. Isso é feito para impedir que as partículas do feixe se choquem com as partículas. Supor um cientista que se esqueceu de fazer vácuo no tubo acelerador. Ele observa que os prótons acelerados a partir do repouso demoraram 20 μs para atravessar uma distância de 1 cm.

Determinar qual

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.9 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com