TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

"Conceito De Relativismo Cultural, Estabelecendo Um Paralelo Entre O Mesmo E Os Direitos Humanos Universais".

Por:   •  10/10/2013  •  5.988 Palavras (24 Páginas)  •  428 Visualizações

Página 1 de 24

Podemos definir que ética é a ciência que estuda os juízos morais referente à conduta humana em uma sociedade.

Não se pode equivoca-se ética e moral. Ambos têm significados diferentes conceituamos moral como um conjunto de normas, princípios; costumes e valores que direcionam ao comportamento do individuo no seu grupo social enquanto a ética teórica que busca explicar e justifica os costumes de uma determinada sociedade bem como fornecer, subsídios para a solução dos seus dilemas mais comum.

Há vários objetivos da ética um deles é a busca de justificativas para as regras propostas pela moral e pelo direito em cada sociedade.

Em cada grupo social existem diferenças e precisamos ter respeito diante da diversidade que cada sociedade tem e sabemos que a moral é parte fundamental.

Esse trabalho vem com o intuito de conceituar o relativismo cultural, estabelecendo um paralelo entre o mesmo e os Direitos Humanos Universais, portanto é imprescindível conceituar ética, sendo esta compreendida como estudo de normas morais da sociedade humana.

Relativismo cultural teoria filosófica que se baseia na relatividade do conhecimento e repudia qualquer verdade ou valor absoluto.

Essa filosofia afirma ainda que todas as posições morais e sistemas religiosos, movimentos políticos, certo tipo de rituais são verdades relativas ao individuo.

Percebemos que o ser humano apresenta diferentes éticas culturais e assim aprendem, a conviver com tais adversidades considerando, critérios da normalidade os indevidos precisam respeitar as diferenças e aceita o outro não mensurar, ordenar as realidades culturais e sim percebê-las como fruto de uma dada realidade histórica instituída e, portanto livros e autônomos. Conforme aulas explicativas da Profª. Giane Albiazzitti cada cultura tem seu valor são ricos não podemos dizer que existem culturas “atrasadas”, por que a mesma apresenta grandes diversidades.

Todos os seres humanos aprendem de certa forma ou de outra seguir, regras desempenharem papeis sociais respeitar certos valores e manter o padrão de comportamentos culturalmente aceites por seus pares. Essas semelhanças modo de ser, de pensar de sentir e de agir são comum aos indivíduos que compartilham a mesma cultura. As demandas ocorrem quando o contato entre pessoas que participam de sistemas culturais diferentes. As reações provocadas entre as pessoas, neste caso, é uma espécie de “estranhamento” segundo modulo I de Antropologia.

Entende-se por Direitos Humanos idéias políticas com base moral e estão relacionadas com os conceitos de justiça e democracia. Independente do sistema social em qualquer estado, grande ou pequeno, “pobre ou rico” que essa nação adota.

Portanto a Antropologia tem buscado de modo geral esforço de compreender, em defesa dos direitos das minorias sociais etnias, organização social, política e econômica, de gêneros e de parentesco as instituições (família, casamento, religião, crenças, a produção do conhecimento entre outros). A presente Declaração Universal dos Direitos Humanos em seus artigos afirma que:

I Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotadas de razão e consciência e devem agir em relação umas as outras com espírito de fraternidade.

II Toda pessoa tem capacidade para gozar os direitos e as liberdades estabelecidas nesta Declaração, seja de raça, cor, sexo, língua, religião, opinião política ou de outra natureza origem nacional ou social riqueza nascimento ou qualquer outra condição.

III Toda pessoa tem direito a vida, à liberdade e à segurança pessoal.

V Ninguém será submetido ou castigo cruel, desumano ou degradante.

VII Todos são iguais perante a lei tem direito, sem qualquer discriminação a igual proteção da lei. Todos têm direita a igual proteção contra qualquer discriminação e contra qualquer incriminação a tal discriminação.

Contudo há contradições, presentes na Declaração Universal dos Direitos Humanos, pois em qualquer sociedade infelizmente ainda existem preconceito e discriminação, muita desigualdade social falta de respeito com o ser humano, pois todas essas demandas faz parte do

...

Baixar como (para membros premium)  txt (35.1 Kb)  
Continuar por mais 23 páginas »