TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Os fundamentos da disciplina política social

Relatório de pesquisa: Os fundamentos da disciplina política social. Pesquise 790.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  21/9/2013  •  Relatório de pesquisa  •  2.470 Palavras (10 Páginas)  •  271 Visualizações

Página 1 de 10

1. INTRODUÇÃO

A realidade que permeia a sociedade que vivemos esta pautada por políticas neoliberais, o que tem repercutido em um cenário com percentual significativo de pessoas vivendo em condições de extrema miséria, onde em muito casos esta ausente a aplicação efetiva das políticas sociais.

Quando falamos de política e política sociais devemos nos ater que vivemos num período onde predomina o capitalismo, a busca por enriquecimento é o valor que permeia a sociedade que na sua grande maioria esta pautada no individualismo e não no coletivo. Conforme vai se expandido a busca pelo “ter” cada vez mais, nos deparamos com resultados positivos voltados para um percentual muito pequeno da sociedade, quando comparado com a maioria que ficou ou nem conseguiu trilhar o caminho do “ter” e “poder”, ficando as margens da sociedade minoritária que detém o poder econômico e político de toda a sociedade.

Dentro desse cenário fica evidenciado cada vez mais, o aumento dos problemas, referente à questão social, cultural, econômica que se apresentado de diferentes formas, como é apresentado na análise de Araújo (1997, p. 252), a expansão do tráfico na sociedade, foi devido à deterioração da qualidade de vida dos segmentos populares urbanos, “decorrente da ordem capitalista, que foi responsável pelo aumento do custo de vida e, consequentemente, da pobreza urbana, exclusão e desigualdade social”.

Neste cenário surgem as políticas sociais, Conforme Vieira (1992), “a política social é uma maneira de expressar as relações sociais cujas raízes se localizam no mundo da produção”. Podemos salientar que esse mundo da produção quando centralizado nas mãos de poucos, esta fundamentado na desigualdade e exploração. Um modo de produção onde a política é definida pelas classes dominantes e que responde aos interesses desta.

Assim, as políticas sociais, na busca de alterar esse cenário se fazendo valer através delas dos direito de toda a sociedade, tornando os indivíduos em cidadão ativos. No entanto, as faces que permeiam as políticas sócias podem ser variadas e serem utilizadas na busca de camuflar as desigualdades sociais. Neste momento, se intensifica o papel do assistente social, na busca de mostrar a realidades em que esta pautada as políticas sociais, bem como averiguar de forma licita a sua aplicabilidade junto à sociedade. O referido trabalho busca através de pesquisas bibliográficas e conhecimentos repassados nas aulas da disciplina de Fundamentos das Políticas Sociais analisar, como a questão política têm influenciado no decorrer dos tempos juntos as desenvolvimento de políticas pública, na vida da população menos favorecidas e sobre tudo no trabalho do profissional do Serviço Social.

2. OBJETIVO

Promover uma reflexão referente a influencia da política dentro do contexto do Serviço Social adentrando para a questão das políticas sociais, e suas interfaces na realidade que permeio o cenário atual.

3. Referencial Teórico

A palavra política teve origem na época que os gregos eram organizados em cidades-estado chamados de "polis", do qual se derivam palavras como "politiké" (política em geral) e "politikós" (dos cidadãos). Depois se estenderam ao latim (politicus) e chegaram ao idioma moderno francês (politique). Num significado mais abrangente, o termo pode ser utilizado como um conjunto de regras ou normas de uma determinada instituição.

Para Weber (1985) a atividade política se define segundo de três formas, primeiro necessita de um território delimitado, mesmo que pode ocorrer variáveis, o território particulariza agrupamento, sem esse agrupamento não se pode falar em atividade política; segundo, os indivíduos que atuam no interior desse território acabam se comportando de acordo com o território em que estão inseridos; em terceiro lugar “[...] o meio da política é força, eventualmente a violência”. FREUND, 1987, p. 161).

Para Aristóteles a Política é a ciência mais suprema, a qual as outras ciências estão subordinadas e da qual todas as demais se servem numa cidade. A tarefa da política é investigar qual a melhor forma de governo e instituições capazes de garantir a felicidade coletiva. Segundo este autor, a pouca experiência da vida torna o estudo da política supérfluo para os jovens, por regras imprudentes, que só seguem suas paixões.

A questão politica não deve ficar emergida somente no contexto do Estado, sendo que é inaceitavel vivermos numa sociedade onde uma fração de indivíduos que no seu agir políticamente procura, nada mais, nada menos, beneficiar-se.

Compreeender a idéia da Política é ter uma forma de organizar a sociedade, em seus diversos âmbitos evitando que chegue a um caos sem ordem ou a uma bagunça tratando da convivência dos diferentes. E isso que a torna tão complexa e consequentemente, interessante.

Neste contexto, analisado o atual cenário que permeia a politica no nosso país, que tem como prioridade atender a classe trabalhadora o profissional de assistente social que vivencia diariamente a realidade da população menos favorecida não pode ficar de forma nenhuma alheio a questão politica. O plano de fundo do asssistente social deve estar calcado justamente nas politicas sociais que visem a melhoria da qualidede de vida da população carente, deixando esses cientes dos seus direito e deveres, alavancando formas das mais diversas possiveis em busca do reconhecimento e participação ativa desses cidadão dentro do cenario politico. Reconhecendo, que a politica é fundamental na vida de todos, pois através da política se constrói a vida da população, não podemos ingenuamente nos abster, cabe a população a discussão e pressão dos governantes.

A questão das politicas socias pautada na busca por igualdade social de toda a população vem sendo discutida desde a criação da humanidade, tendo se configurada em muitos casos como uma luta iniciada em muitos casos individualmente passando posteriormente por uma acessão de um gurpo, ultrapassando barreira em torno dos direito comuns da humanidade.

Muitos trabalhos foram transformaram em livros, documentarios e filmes que relatam há seculos a luta em prol de igualdade social e a realidade que permeia a politica dentro do contexto de tempo e regime politico adotado por determinados povos.

Um exemplo disso, é o filme escrito pelo autor John Briley e dirigido pelo diretor Richard Attenborough, que tem como titulo GANDHI, que é justamente o protagonista dessa historia que ocorre na África do Sul, em 1893.

Gandhi sofre na pele a varias formas de discriminação, religiosas,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (16.2 Kb)  
Continuar por mais 9 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com