TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Prova Da OAB 2ª Etapa Direito Civil

Artigos Científicos: Prova Da OAB 2ª Etapa Direito Civil. Pesquise 794.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  29/10/2014  •  354 Palavras (2 Páginas)  •  360 Visualizações

Página 1 de 2

Provas da OAB

Exame de Ordem

Provas 2ª Etapa

Direito Civil

XIV EXAME DE ORDEM UNIFICADO (2014.2)

FGV - Prova aplicada em 14/09/2014

Situação-Problema

Questão 1

Ester, artesã, maior e capaz, entregou a Diogo, empresário, maior e capaz, oitenta esculturas de argila para

que fossem vendidas em sua loja. Ficou ajustado no contrato, ainda, que, decorridos dois meses, Diogo

pagaria a Ester o valor de vinte reais por escultura vendida, cabendo-lhe restituir à artesã as esculturas que

porventura não tivessem sido vendidas no referido prazo. Decorrido um mês, Diogo constatou que estava

encontrando grandes dificuldades para vender as esculturas, o que o levou a promover uma liquidação em

sua loja, alienando cada escultura por dez reais. A liquidação foi bem-sucedida, ocasionando a venda de

setenta e cinco esculturas.

Transcorrido o prazo previsto no contrato, Ester procura Diogo, solicitando que ele pague o preço ajustado

relativo às esculturas vendidas, bem como que restitua aquelas remanescentes. Diante disso, Diogo decide

consultar um advogado.

Na condição de advogado(a) consultado(a) por Diogo, responda aos itens a seguir, utilizando os argumentos

jurídicos apropriados e a fundamentação legal pertinente ao caso.

A) Deverá Diogo pagar a Ester o preço inicialmente ajustado por cada escultura vendida? (Valor: 0,65)

B) Independentemente da resposta ao item anterior, Diogo pode deduzir do preço inicialmente ajustado o

valor por ele pago referente aos custos regulares de conservação das esculturas durante o período em que

as colocou à venda? (Valor: 0,60)

Padrão de Resposta / Espelho de Correção

A) Sim, de acordo com o Art. 534, CC/02. Por se tratar de contrato estimatório ou de consignação, cabe a

Diogo (consignatário ou accipiens) pagar a Ester (consignante ou tradens) vinte reais por escultura alienada,

independentemente do valor de venda das esculturas a terceiros.

Destaque-se que esta questão tem como escopo verificar se o examinando identifica a espécie de contrato

em análise como contrato estimatório ou de consignação e se fundamenta a sua resposta de acordo com as

normas e princípios que regem especificamente essa modalidade contratual.

B) Não, de acordo com os artigos 400 ou 535 do CC, no contrato estimatório, por ser dever do consignatário

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.6 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com