TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

TRABALHO QUINTO SEMESTRE UNOPAR CONTABEIS

Trabalho Universitário: TRABALHO QUINTO SEMESTRE UNOPAR CONTABEIS. Pesquise 800.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  2/10/2013  •  2.323 Palavras (10 Páginas)  •  946 Visualizações

Página 1 de 10

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO

NOME DO CURSO

NOME DO(S) AUTOR(ES) EM ORDEM ALFABÉTICA

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3

2 PRODUÇÃO INDUSTRIAL 4

2.1 DEFINIÇOES CONCEITUAIS.....................................................................4

2.2 UNIDADES EQUIVALENTES DE PRODUÇÃO..........................................4

2.3 FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA........................................................5

2.4 IMPOSTOS SOBRE VENDA.......................................................................5

2.5 ANÁLISE CUSTO/VOLUME/LUCRO..........................................................5

2.6 IMPORTÂNCIA DE UM SISTEMA INTEGRADO PARA GERAR INFORMAÇÕES...........................................................................................................5

3 CONCLUSÃO.......................................................................................................6

REFERÊNCIAS............................................................................................................7

1. INTRODUÇÃO

Este trabalho define um sistema de custos para empresas industriais, o qual permite identificar o custo, resultado e margem de contribuição por produto e o ponto de equilíbrio. Os significativos resultados obtidos a curto prazo com a aplicação de sistemas deveram-se à utilização do método do custo padrão e o princípio do custeio variável, que levaram a aplicação da margem de contribuição na formação do preço de venda. A formação do preço de venda com base na margem de contribuição, poderá ser decisivo para a empresa, na conquista de clientes.

2. DESENVOLVIMENTO

A Contabilidade de Custos surgiu da necessidade de adaptar à empresa industrial os mesmos critérios utilizados na comercial. Já a Contabilidade Gerencial surgiu pela necessidade de utilização de informações contábeis no auxílio ao controle e na ajuda às tomadas de decisões.

Através do sacrifício financeiro com que a entidade arca para a obtenção de um produto ou serviço qualquer, sacrifício esse representado por entrega ou promessa de entrega de ativos (normalmente dinheiro) chama-se GASTO.

INVESTIMENTO é o gasto ativado em função de sua vida útil ou de benefícios atribuíveis a futuros períodos.

Custo é o gasto relativo a bem ou serviço utilizado na produção de outros bens ou serviços.

Despesa, bem ou serviço consumidos direta ou indiretamente para a obtenção de receitas.

Desembolso, pagamento resultante de aquisição do bem ou serviço.

Perda é um bem ou serviço consumidos de forma anormal e involuntária.

Custo de Produção do Período – é a soma dos custos incorridos no período dentro da fábrica.

Custo da Produção Acabada – é a soma dos custos contidos na produção acabada no período.

Custo dos Produtos Vendidos – é a soma dos custos incorridos na fabricação dos bens que só agora estão sendo vendidos.

Separação entre Custos e Despesas – os gastos relativos ao processo de produção são custos, e os relativos à administração, às vendas e aos financiamentos são despesas.

Onde terminam os custos de produção – a regra é simples, bastando definir-se o momento em que o produto está pronto para a venda. Até aí, todos os gastos são custos. A partir desse momento, despesas.

Classificação dos Custos em Diretos e Indiretos

Custos Diretos – podem ser diretamente apropriados aos produtos, bastando haver uma medida de consumo.

Custos Indiretos – não oferecem condição de uma medida objetiva, e qualquer tentativa de alocação tem de ser feita de maneira estimada e muitas vezes arbitrária.

Classificação dos Custos em Fixos e Variáveis

Custos Fixos são os que num período têm seu montante fixado não em função de oscilações na atividade.

Custos Variáveis o valor varia de acordo com o volume de produção.

Classificação das Despesas em Fixas e Variáveis

Despesas Fixa é um valor fixo por período, isto é, definido não em função do volume de atividade (o volume de atividade, para essa despesa, são as vendas e não a produção).

Despesa Variável quanto maior a quantidade vendida, maior o seu consumo.

Custos Primários é soma de matéria-prima com mão-de-obra direta.

Custos de Transformação é soma de todos os custos de produção, exceto os relativos a matérias-primas e outros eventuais adquiridos e empregados sem nenhuma modificação pela empresa (como componentes adquiridos prontos, embalagens, etc.).

Os departamentos podem ser divididos em dois grandes grupos: os que promovem qualquer tipo de modificação sobre o produto diretamente e os que nem recebem o produto; aqueles são os que atuam sobre o produto e são conhecidos por Departamentos de Produção, enquanto os segundos,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (17 Kb)  
Continuar por mais 9 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com