TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O TÉCNICO EM FLORESTAS INTEGRADO

Por:   •  11/11/2017  •  Resenha  •  1.192 Palavras (5 Páginas)  •  34 Visualizações

Página 1 de 5

[pic 1][pic 2]

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA

CÂMPUS JI-PARANÁ

TÉCNICO EM FLORESTAS INTEGRADO

Escola Tomista

Ji-Paraná

2017


Ester Niza de Oliveira Peres

Jucielly Espíndola de Almeida

Luana Cristina Moura de Souza

Vitoria Maciel Baptista

Escola Tomista

Contéudo referente  a  aula  da disciplina de Filosofia,  do Curso Técnico em Florestas do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia - Campus Ji-Paraná, sob a orientação do Professor José Sodre.

Ji-Paraná

2017

Escola Tomista

        O monge dominicano São Tomás de Aquino (1225 – 1274), que viveu no século XIII, foi o responsável pelo conjunto de doutrinas filosóficas e teológicas chamadas de Tomismo, está efetuando uma síntese filosófica da fé e razão, que é uma das maiores conquistas da época medieval.  Aristóteles, Platão e Santo Agostinho foram grandes influências para São Tomás, que deu origem a seu próprio sistema filosófico e teológico que se tornou um importante ponto para a filosofia medieval.  Todos que seguem o pensamento de São Tomás ou de suas doutrinas são conhecidos como tomistas.

        A partir do papa Leão XIII, no Concílio de Trento, a doutrina tomista ocupou um lugar muito importante assumindo assim, como o pensamento oficial da Igreja Católica. A filosofia de São Tomás é por essência metafísica e a serviço da teologia, ela apresenta forte influência do pensamento aristotélico e serviu de fundamento ao pensamento racionalista e ameaçou a concepção cristã da realidade apoiada na filosofia Platonista. O mérito desta filosofia se deve exatamente por aliar o pensamento lógico e racional de raiz aristotélica com a fé cristã.

Os conceitos não se confundem e nem chocam, mas são harmoniosos e distintos, segundo a interpretação de São Tomás. A teologia é considerada uma ciência suprema, fundamentada na revelação divina, e a filosofia é sua auxiliar, ela que é encarregada de demonstrar a existência divina em plena harmonia e a natureza. Não existem conflitos entre as duas, só há no caso da filosofia em um uso incorreto com a razão, se coloque a explicar o mistério do dogma religioso sem o auxílio da fé.

        Para São Tomás a alma humana é subsistente, imortal e única, e por este motivo o homem é voltado inconscientemente para Deus, a alma é a forma essencial do corpo, responsável por dar vida a este, o ser humano é uma união completa entre o corpo e a alma, assim além da sobrevivência da alma após a morte a ressurreição é filosoficamente adequada. A ética tomista considerada racional e natural, do ser para Deus, alcançando a visão ou admiração imediata do criador. E o conhecimento intelectual é alcançado por meio da formação de conceitos a partir de dados sensoriais.

São Tomás argumentou que a existência de Deus pode ser comprovada por tal raciocínio de dados sensoriais. Ele argumentou ainda que linguagem humana e conceitos possam ser extrapolados, por analogia, para falar da natureza de Deus.

        No dia 7 de março de 1274 São Tomás de Aquino faleceu, ele não deixou nenhum sucessor direto, mas seu sistema foi adquirido por muitos indivíduos. Entretanto havia muitas oposições ao seu aristotelismo por parte de autoridades eclesiásticas, assim 12 de suas teses foram condenadas em Paris no ano de 1277. Mas em seguida, o tomismo foi a aderido pelos dominicanos e, o Papa João XXII santificou São Tomás em 1323.

A escola Tomista se multiplicou por um longo período, porém acabou por ser palco de discussões abstratas aproximadamente inócuas, mas o Papa Leão XIII, por meio da encíclica Aeterni Patris fez renascer o interesse pelo tomismo em 1879.

 O tomismo é uma filosofia escolástica e que tem como principais características a tentativa de conciliar o “aristotelismo” com o “cristianismo”, desta forma busca integrar os pensamentos de Aristóteles e também Platão. São Tomás de Aquino gerou a chamada “filosofia do ser” inspirada na fé e na teologia científica. A essência do tomismo pode ser caracterizada como uma crítica que valoriza a orientação do pensamento platônico-agostiniano (campo do conhecimento humano é limitado ao mundo sensível) em razão de um racionalismo aristotélico.  Existe outro ponto importante a ser citada dessa doutrina, a mesma se firma ser o início da filosofia dentro do pensamento cristão.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.7 Kb)   pdf (120.2 Kb)   docx (48.1 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com