TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Fatores Importantes 1500

Monografias: Fatores Importantes 1500. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  8/12/2014  •  519 Palavras (3 Páginas)  •  203 Visualizações

Página 1 de 3

Descobrimento do brasil 1500

Dentro do contexto das Grandes Navegações e Descobrimentos Marítimos (séculos XV e XVI), Portugal e Espanha eram as nações mais poderosas do mundo e se lançaram ao mar em busca de novas terras para explorar. Em 22 de abril de 1500 chegava ao Brasil 13 caravelas portuguesas lideradas por Pedro Álvares Cabral. A primeira vista, eles acreditavam tratar-se de um grande monte, e chamaram-no de Monte Pascoal. No dia 26 de abril, foi celebrada a primeira missa no Brasil. Após deixarem o local em direção à Índia, Cabral, na incerteza se a terra descoberta tratava-se de um continente ou de uma grande ilha, alterou o nome para Ilha de Vera Cruz, Após a exploração realizada por outras expedições portuguesas, foi descoberta tratar-se realmente de um continente, e novamente o nome foi alterado. A nova terra passou a ser chamada de Terra de Santa Cruz. Somente depois da descoberta do pau-brasil, ocorrida no ano de 1511, o nosso país passou a ser chamado pelo nome que conhecemos hoje: Brasil. Antes das vindas dos navegantes europeus já existiam nas terras brasileiras os habitantes nativos (índios).

Capitanias Hereditárias 1534

Para prosseguir com o processo de colonização, Portugal recorreu ao sistema de Capitanias hereditárias. As Capitanias hereditárias foram criadas entre 1534 e 1536, a partir da divisão do litoral brasileiro em extensas faixas de terra que iam da costa para o Oeste, até o meridiano traçado por Tordesilhas. Ao todo foram constituídas 14 Capitanias que foram doadas a 12 donatários.

Ele se baseava na doação de um extenso lote de terra a uma pessoa ilustre e influente do reino, geralmente um nobre rico, que passava a ser o donatário e ficava encarregado de empreender a colonização da terra recebida, investindo nela seus próprios recursos. Recebiam as terras como administradores, possuindo muitos diretios sobre elas.Podiam escravizar índios e vendê-los, fundar povoações, conceder sesmarias, estabelecer e extrair uma parte dos impostos e tributos sobre produtos e mercadorias produzidas para o consumo interno ou aquelas destinadas à exportação.

Fundação da cidade de São Paulo 1554

Em 25 de janeiro de 1554, por ordem do padre Manoel da Nóbrega, superior da Companhia de Jesus no Brasil, um grupo de 12 jesuítas (entre os quais o então noviço José de Anchieta) ergueu um barracão no alto de uma colina entre os rios Anhangabaú e Tamanduateí.

Ali, num local estratégico dos campos de Piratininga, pretendiam converter ao cristianismo os índios que habitavam a região. Estava fundado o Colégio de São Paulo que originou a cidade de mesmo nome - hoje a maior metrópole da América do Sul.

Aos poucos, ao redor do colégio, formou-se um povoado de índios cristianizados, elevado à categoria de vila em 1557. A região tornou-se uma espécie de ponto de partida para os portugueses que - depois de subir a serra do Mar, vindos das vilas de São Vicente ou de Santos - pretendiam desbravar o sertão brasileiro em busca de ouro e de pedras preciosas. Quem procura acha e, de fato, as expedições partidas de São Paulo - as Bandeiras - acabaram encontrando ouro na região que ficou conhecida como Minas Gerais, mas só no século 18.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.2 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com