TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Karl Marx

Pesquisas Acadêmicas: Karl Marx. Pesquise 845.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  8/6/2013  •  1.752 Palavras (8 Páginas)  •  10.776 Visualizações

Página 1 de 8

Questionário

01. Que relação Marx estabelece entre trabalho e valor?

R- Para Marx o trabalho, ao se exercer sobre determinados objetos, provoca nestes uma espécie de “ressurreição”. Tudo o que é criado pelo homem, diz Marx, contém em si um trabalho passado, ”morto”, que só pode ser reanimado por outro trabalho. Quando o homem constrói; ou seja, exerce seu trabalho para transformar produzir. Neste momento ele está dando um novo valor, sem a intervenção do homem nas mercadorias, não seria possível obter tal valor.•.

02. O que você entende por mais-valia?

R- Mais-valia era uma expressão usada no marxismo fazendo referencias ao capitalismo, era o fato do trabalhador entrar com a mão-de-obra e o produtor com o salário pago a este, todavia nunca era justo, havia inclusive neste sistema o proletariado em que o homem tinha apenas a força de trabalho e o que poderia vir a mais seria a prole em que o homem cedia seus filhos para serem escravos do sistema, pois era o único bem que possuíam.•.

03. O que é modo de produção? Qual a sua importância para a análise que Marx faz das sociedades?

R- Modo de produção, em economia marxista, é a forma de organização socioeconômica associada a uma determinada etapa de desenvolvimento das forças produtivas e das relações de produção. Reúne as características do trabalho preconizado, seja ele artesanal, manufaturado ou industrial. São constituídos pelo objeto sobre o qual

Se trabalhar e por todos os meios de trabalho necessários à produção (instrumentos ou ferramentas, máquinas, oficinas, fábricas, etc.) Existe 7 modos de produção: Primitivo, Asiático, Escravista, Feudal, Capitalista, Comunista, Socialização fascista.•.

04. O que Marx entende por alienação?

R - Marx chama de alienação do trabalho é o fato de o trabalhador não se enxergar na mercadoria que ele mesmo produziu, ou seja, o trabalhador é separado do produto final de seu trabalho. O que mantém esse processo de alienação é primeiramente o fato de o capitalista possuir os meios de produção, á propriedade privada dos meios de produção, uns possuem e outros não. O trabalhador não possui seus próprios meios de produção, ele precisa vender a única propriedade que lhe pertence, a força de trabalho, para assim poder sustentar a família. Dessa forma o trabalhador depende do capitalista para sobreviver, ele precisa que o capitalista compre a sua força de trabalho. No sistema capitalista, o trabalhador que produz a mercadoria não usufrui dela, quem faz isso é o capitalista, que se apropria da produção social.

Interpretações problematizarão e pesquisa.

05. Leia o texto e responda às questões.

“A história de todas as sociedades existentes até hoje tem sido a história das lutas de classes”. Homem livre e escravo, patrício e plebeu, barão e servo, mestre de corporação e companheiro, numa palavra, opressores e oprimidos, tem permanecido em constante

Oposição uns aos outros, envolvidos numa guerra ininterrupta, ora disfarçada, ora aberta, que terminou sempre, ou por uma transformação revolucionaria de toda a sociedade, ou pela destruição das suas classes em luta. ”

MARX, Karl e ENGELS, Friedrich. Manifesto do Partido Comunista. In: Cartas

Filosóficas e outros escritos. São Paulo: Grijalbo, 1977. P.84.

a) Que classes sociais Marx identifica ao longo da história?

R – O proletariado e a burguesia

Homem livre e escravo, patrício e plebeu, barão e servo, mestre de corporação e companheiro, numa palavra, ou seja, opressores e oprimidos.•.

b) Como são as relações entre elas?

R- Exploração e subordinação

Oposição uns aos outros, envolvidos numa guerra ininterrupta, ora disfarçada, ora aberta, que terminou sempre, ou por uma transformação revolucionaria de toda a sociedade.•.

c) Como se dão, segundo Marx, as transformações em uma sociedade?

R - Projeto societário e revolução

Marx defende que uma transformação profunda da sociedade exige o recurso da força. Escreveu Marx É evidente que a arma da crítica não poderia substituir a crítica das armas; a força material só pode ser abatida pela força material; mas a teoria transforma-se, também ela própria, em força material, desde o momento em que penetra nas massas. As revoluções têm necessidade de um elemento passivo de uma base material. A teoria nunca é realizada num povo senão na medida em que é a realização das necessidades desse povo. “Não basta que o pensamento procure a realização; é ainda necessário que a

Realidade procure o pensamento “

06. Marx, ao descrever a primeira forma de organização humana, que chamou de “comunidade original”, afirma que

“a maneira como esta comunidade original se modifica vai depender de várias condições externas – climáticas, geográficas, físicas etc., bem como de sua constituição específica, isto é, de seu caráter tribal.” •.

MARX, Karl. Formações econômicas pré-capitalistas. Rio de Janeiro; Paz e Terra, 1975. p 66.

Nesse texto, Marx afirma que as sociedades seguem um caminho necessário de transformação, como defendiam os evolucionistas? Justifique sua resposta.

R - Não. Nesse texto, Marx aponta para a influência das condições externas que alteram a história de cada sociedade.

07. Qual é o fator que leva à mudança social, segundo o texto a seguir?

“O ato de reprodução (esforço de manutenção de uma sociedade, em si), muda não apenas as condições objetivas – transformando aldeias em cidades, regiões selvagens em terras agrícolas, etc. – mas os produtores mudam com ele, pela emergência das novas qualidades transformando-se e desenvolvendo-se na produção, adquirindo novas forças, novas concepções, novos modos de relacionamento mútuo, novas necessidades e novas maneiras de falar”.

Marx – Formações econômicas pré-capitalistas. RJ: Paz e Terra, 1975, p.88.

R- É

...

Baixar como (para membros premium)  txt (11.8 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com