TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Repuplica Velha

Por:   •  14/10/2013  •  543 Palavras (3 Páginas)  •  145 Visualizações

Página 1 de 3

O período inicial da vida Republicana Brasileira, conhecido como “República Velha” iniciou em 1889 através da Proclamação da República e se estendeu até a Revolução de 1930. Foi assim chamado em oposição à “República Nova” que foi considerada um marco na história da República Brasileira em virtude das grandes transformações ocorridas neste período.

A chamada “República Velha” dividiu-se em: República da Espada (1889-1894) e República Oligárquica (1895-1930).

A República da Espada foi um período dominado pelos militares que eram centralistas, partidários de um poder central forte. Chefiada inicialmente pelo Marechal Deodoro da Fonseca foi marcada, entre outros, pela separação entre Igreja e Estado, naturalização dos imigrantes residentes no Brasil, promulgação da Constituição de 1891 e pelo “encilhamento” que foi uma política emissionista que gerou especulação e inflação, controlada posteriormente no Governo de Floriano Peixoto o “Marechal de Ferro” que conteve rebeliões como o Manifesto dos Treze Generais, a Revolta da Armada e a Revolução Federalista.

Na República Oligárquica eram defendidos os interesses dos grandes fazendeiros, particularmente os cafeicultores. Para se perpetuarem no poder, a elite dominante criou um mecanismo chamado “Política dos Governadores” onde os representantes eram escolhidos mediante pactos entre o governo federal e as elites estaduais através do Coronelismo (“voto de cabresto”) com as eleições sendo fiscalizadas pela “Comissão de Verificação” do Congresso Nacional (que oficializava os resultados muitas vezes fraudulentos). Ainda neste período, houve várias revoltas armadas, uma delas foi a Guerra de Canudos que deu-se no sertão da Bahia em virtude da situação precária em que vivia a população, sem terra e obrigada a se submeter aos arroubos dos coronéis. As terras pertenciam aos grandes proprietários rurais- os coronéis que as transformaram em territórios improdutivos. Essa situação revoltou os sertanejos, que se uniram em torno de Antonio Conselheiro, o qual pregava ser um emissário de Deus, vindo para abolir as desigualdades sociais e as perversidades da República, como a exigência de se pagar impostos, por exemplo. A Guerra de Canudos significou a luta e resistência das populações marginalizadas do sertão nordestino.

No período da República Velha, a economia brasileira era essencialmente agrária e exportadora, tendo como principal produto o café, que sofreu a crise de superprodução com a consequente queda dos preços, sendo necessária que o governo cria-se mecanismos para contornar a crise através da compra do excedente mediante empréstimo no exterior •A crise de 1929 (que encerrou a Política de Valorização do Café, através da retração do mercado consumidor, suspensão do financiamento externo para a estocagem do café e

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.7 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com