TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Inovações Tecnológicas - Primeira Guerra Mundial

Exames: Inovações Tecnológicas - Primeira Guerra Mundial. Pesquise 788.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  25/6/2013  •  520 Palavras (3 Páginas)  •  9.829 Visualizações

Página 1 de 3

• O Gás Tóxico:

Foi em grande parte por causa de sua cautela e seus fumos asfixiantes, o maior terror-inspirador de todas as armas da guerra. Contramedidas logo reduziram o gás tóxico a pouco mais que um meio de molestamento, mas seu potencial mortal levou a um acordo internacional, o Protocolo de Genebra de 1925, proibindo o gás tóxico como um meio de guerra. Sendo eles: o gás lacrimogêneo, gás cloro e o gás mostarda.

• Aviação:

Durante as fases iniciais do combate, escoteiros operavam os primeiros aviões desarmados. Mesmo que suas aeronaves não estivessem armadas, os pilotos se armavam com pistolas e, até mesmo, lanças. Pouco tempo depois, os aviões foram armados com metralhadoras e pilotos de caça foram se tornando celebridades. Dirigíveis também surgiram nesse período, com zepelins alemães atacando alvos na França e na Grã-Bretanha.

• Armas da Infantaria:

Metralhadora Lewis: Inventada pelo coronel americano Isaac Newton Lewis, em 1911. Essa metralhadora tinha muitas vantagens em relação às outras armas: era bem mais leve, possuía um baixo custo de produção e podia ser operada sozinha.

Granada de mão: Tornou-se um dos maiores símbolos da guerra e foi inventada em 1915, por William Mills. Ela tinha a possibilidade de ser arremessada pelo soldado ou ser lançada com a ajuda de um rifle.

Bombardeiro Gotha G: Um dos primeiros bombardeiros utilizados na Primeira Guerra Mundial, o germânico Gotha era operado por dois artilheiros e um piloto.

Morteiro Minenwefer: Era um morteiro criado na Alemanha para ser utilizado na infantaria, em 1916, junto com os morteiros maiores de 17 e 25 cm. Ele tinha rodas que serviam apenas para que ele fosse transportado e, durante seu uso, elas eram retiradas.

Luger: Essa arma foi projetada pelo austríaco Georg Luger, no final do século XIX. Ele criou uma pistola semi-automáticas, bastante utilizadas pela Alemanha, no decorrer da Primeira Guerra.

• Absorventes íntimos:

O absorvente moderno é de fato um desenvolvimento direto de uma criação dos tempos de guerra. Enfermeiras americanas parecem ter adotado ataduras descartáveis à base de celulose como uma alternativa aos discos de algodão reutilizáveis. Após a guerra, a fabricante de ataduras Kimberly-Clark passou a produzir para civis, comercializando o mesmo produto para as mulheres.

• Criptografia:

.A prevalência de novos métodos de comunicação, no entanto, incluindo rádio e telefones fizeram a segurança da informação cada vez mais importante.

• Máscaras contra gases:

O primeiro uso do gás venenoso na Primeira Guerra Mundial foi em 1915. Ambos os lados responderam à implantação dessa nova arma enviando tropas com máscaras de proteção contra gases. Embora sua tecnologia tenha mudado e se desenvolvido ao longo do século, os princípios básicos e a aparência geral permanecem praticamente os mesmos.

• Couraçados:

Dispondo de artilharia pesada e grossas blindagens, os navios couraçados foram considerados os reis do mar na 1º Guerra Mundial. O Couraçado nasceu da necessidade de encontrar uma proteção contra os novos canhões estriados

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.4 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com