TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Livro: O Brasil Antes Dos Brasileiros. A Pré-História Do Nosso País Resumo Do Capítulo 1 - Os Primeiros Habitantes Do Brasil André Prous.. Rio De Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2006.

Por:   •  31/7/2014  •  627 Palavras (3 Páginas)  •  1.669 Visualizações

Página 1 de 3

Livro: O Brasil antes dos Brasileiros. A Pré-História do Nosso País

Resumo do capítulo 1 – Os primeiros habitantes do Brasil

André Prous.. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2006.

O fenômeno de povoamento do Brasil deve ser considerado no panorama geral da colonização das Américas.

Segundo o autor, os primeiros habitantes do continente teriam tido um tipo físico completamente diferente daquele dos índios atuais. A principal evidência disso é um crânio humano desenterrado em 1975 no sítio de Lapa Vermelha 4, em Lagoa Santa. Batizado de "Luzia", o fóssil foi datado em 11.500 anos, o que o torna o ser humano mais antigo das Américas. As formas do crânio mostram que Luzia não tinha nada das feições mongoloides (asiáticas) dos índios americanos. Ela se parecia muito mais com populações da África e com os aborígenes da Austrália

No início, somente se conheciam desses grupos alguns sítios de matança de grandes animais, como mamutes e bisontes de uma espécie hoje extinta. Com as ossadas desses animais apareciam alguns artefatos de pedra, tais como lascas cortantes e pontas de dardo muito sofisticadas.

Somente nos últimos anos foi possível verificar que as populações Clóvis (receberam esse nome em referência ao nome do sítio onde foram reconhecidas pela primeira vez), estavam adaptadas a ambientes variados, inclusive às florestas do sudeste americano, onde viviam da coleta de vegetais, complementada pela caça a animais de médio e pequeno porte.

As pesquisas realizadas nos últimos decênios revelaram uma presença humana entre 11.500 e 13.000 anos atrás na América do Sul. Como é consenso quase geral que os primeiros povoadores da América chegaram pela Beríngia, isso significa que estavam presentes na América do Norte já havia milênios.

A densidade das populações pioneiras deve ter sido baixa embora suficiente para evitar o isolamento genético fatal. Assim, são poucas as chances de se preservarem e encontrarem sítios característicos.

Entre 20.000 e 12.000 anos atrás, a linha de costa estava longe da atual, às temperaturas eram cerca de 6º. Grandes partes do Brasil Central e Nordestino, os cerrados, ofereciam pastos para manadas de preguiças gigantes, mastodontes (espécie de elefante), toxodontes (hipopótamos), tigres-dentes-de-sabre e de pequenos ursos.

As populações que viveram até 11.500 anos atrás nas regiões de Lagoa Santa e da Serra do Cipó eram bem adaptadas ao meio ambiente e à vegetação rupestre. Instrumentos para comer e caçar eram feitos em pedra e foram confeccionados de maneiras diferentes. “Se falamos de arte rupestre, as incidências que estão na área central de Minas são totalmente

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com