TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Primeira Guerra Mundial

Casos: Primeira Guerra Mundial. Pesquise 788.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  15/6/2013  •  3.162 Palavras (13 Páginas)  •  463 Visualizações

Página 1 de 13

Primeira Guerra

Mundial

A Primeira Guerra Mundial decorreu, antes de tudo, das tensões advindas

das disputas por áreas coloniais. Dos vários fatores que desencadearam o conflito

destacaram-se o revanchismo francês, a Questão Alsácia-Lorena e a Questão Balcânica.

A Alemanha, após a unificação política, passou a reivindicar áreas coloniais e a

contestar a hegemonia internacional inglesa, favorecendo a formação de blocos

Constituíram-se, assim, a Tríplice Aliança (Alemanha, Áustria-Hungria e Itália)

e a Tríplice Entente (Inglaterra, Rússia e França).Os blocos rivalizavam-se política e

militarmente, até que em 1914, surgiu o motivo da eclosão da Guerra: o assassinato do

herdeiro do trono Áustro-Húngaro (Francisco Ferdinando), em Sarajevo (Bósnia). À

declaração de guerra da Áustria à Sérvia seguiram-se outras, formando-se as Tríplices

Aliança e Entente.O conflito iniciou-se como uma guerra de movimento para depois

transformar-se em uma guerra de trincheiras. Em 1917, os EUA entraram na guerra

ao lado da Tríplice Entente, no mesmo ano em que a Rússia, por causa da Revolução

Bolchevique, retirava-se. Os reforços dos EUA foram suficientes para acelerar o

esgotamento do bloco Alemão, sendo que em 1918, a Alemanha assinou sua rendição.

No ano seguinte foi assinado o Tratado de Versalhes, que estabeleceu sanções aos

alemães e a criação de um organismo que deveria zelar pela paz mundial. Esse tratado,

conforme os 14 pontos propostos pelo presidente Wilson (EUA), determinou punições

humilhantes aos alemães, semeando o revanchismo que desencadearia, depois, a

Segunda Guerra Mundial. A Primeira Guerra, provocou uma alteração profunda na

ordem mundial: os EUA surgiram como principal potência econômica mundial, houve o

surgimento de novas nações, devido ao desmembramento do Império Áustro-Húngaro e

Turco e surgiu um regime de inspiração marxista na Rússia.

Rivalidades e Tensões Internacionais

As ambições imperialistas das grandes potências européias podem ser mencionadas

entre os principais fatoras responsáveis pelo clima internacional de tensão e de

rivalidade que marcou o início do século XX.

Essas ambições imperialistas manifestaram-se através dos seguintes fatores:

Concorrência econômica: As grandes potências industrializadas buscavam por

todos os meios dificultar a expansão econômica do país concorrente. Essa

concorrência econômica tornou-se particularmente intensa entre Inglaterra e

Alemanha, que depois da unificação política entrou num período de rápido

desenvolvimento industrial.

Disputa colonial: A concorrência econômica entre as nações industrializadas teve

como importante conseqüência a disputa por colônias na África e na Ásia. O

domínio de colônias era a solução do capitalismo monopolista para os problemas

de excedentes de produção e de controle das fontes fornecedoras de matériasprimas.

Além desses problemas meramente econômicos, a Europa possuía focos de

conflito que transpareciam no plano político. Em diversas regiões, surgiam movimentos

nacionalistas que apresentavam o objetivo de agrupar sob um mesmo Estado povos

considerados de mesmas raízes culturais. Todos esses movimentos políticos também

estavam vinculados a interesses econômicos.

Entre os principais movimentos nacionalistas que se desenvolveram na Europa,

O Pan-eslavismo: Liderado pela Rússia, pregava a união de todos os povos eslavos

da Europa Oriental, principalmente aqueles que se encontravam dentro do

Império Austro-Húngaro.

O Pan-germanismo: Liderado pela Alemanha, pregava a completa anexação de

todos os povos germânicos da Europa Central.

Revanchismo

...

Baixar como (para membros premium)  txt (21.6 Kb)  
Continuar por mais 12 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com